Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Escrita E Fala>Discursos>Resumo de Por que Abraão mentiu, e se acovardou?

Por que Abraão mentiu, e se acovardou?

Resumo do Personal Experience   por:jbcampos    
ª
 
Abrão desce ao Egito
 
10 – E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.
11 – E aconteceu que, chegando ele para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora bem sei que és mulher formosa à vista;
12 – E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é a sua mulher e matar-me-ão a mim, e a ti te guarda­rão em vida.
13 – Dize, peço-te, que és minha irmã, para que eu vá bem por tua causa, e que viva minha alma por amor de ti.
14 – E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, vi­ram os egípcios a mulher, que era mui formosa.
15 – E viram-na os príncipes de Faraó, e gaba­ram-na di­ante de Faraó; e foi a mulher tomada para a casa de Fa­raó.
16 – E fez bem a Abrão por amor dela; e ele teve ove­lhas, e va­cas, e jumentos, e servas, e servos, e ju­mentas, e camelos.
17 – Feriu, porém, o Senhor a Faraó com gran­des pra­gas, e a sua casa, por causa de Sarai, mulher de Abrão.
 
Sendo você um poderoso rei, e se sentir ferido profun­damente e também a sua família como lemos nes­tes capítulos, pela sonega­ção informativa de al­guém, como se sentiria?
E o Deus vingador, que pelo erro de seu servo, vai vin­gar o outro, que nada tinha a ver com os suas mentiras?
 
18 – Então chamou Faraó a Abrão, e disse: Que é isso que me fizeste? Por que não me disseste que ela era tua mu­lher?
19 – Por que disseste: É minha irmã? De ma­neira que a houvera tomado por minha mulher; agora, pois, eis aqui a tua mulher; toma-a e vai-te.
20 – E Faraó deu ordens aos seus varões a seu res­peito, e acom­panharam-no a ele, e a sua mulher, e a tudo que tinha.
 
Em pouco espaço de tempo, cruzamos com um povo novo, o egíp­cio. De onde teria surgido esta nova raça? E sabemos realmente até aqui pelos relatos do Livro que, tudo recomeçou com Noé, o patriarca pós dilú­vio, posto que tratamos da específica história biblica.
No entanto, começam aparecer, gigantes, egíp­cios, etc. Como acontecera com Caim e sua esposa, lá no início da criação do ho­mem. Teria dado tempo para ramificar algum braço gene­aló­gico do patriarca Noé?
Bem, poderemos até encontrar algumas explica­ções fora do Livro, segundo os exegetas religiosos, mas para aquele que crê enfati­camente na Bíblia, não há outra alter­nativa, a não ser: a cruel dúvida.
Também, se nos parece estapafúrdio que, um Deus Grandioso permitisse que o seu filho Abrão fosse fe­rido na­quilo que o homem mais se sente ultrajado: a honra do pudor matrimonial.
- Ou, o homem abençoado pelas honras divinas: Abrão fraquejou e também pecou pela barganha que fez de Sarai com os bens de Faraó? E, diga-se de pas­sagem: bens materiais, aqueles de vidas efêmeras.
 
                16 – E fez bem a Abrão por amor dela; e ele teve ove­lhas, e va­cas, e jumentos, e servas, e servos, e ju­mentas, e camelos.

                Mentiu descaradamente diante daquela situa­ção, te­mendo pela sua própria vida, como houvera pedido à Sarai a sua ajuda. Mas bar­ganhou sua mu­lher pelos bens desta vida, mal comparando às prostitutas que se vendem para poderem comer, quiçá, sejam mais originais não usando de subterfúgio revestido da mais vergo­nhosa hipocrisia. Maus políti­cos agem assim, vi­vendo de suas pró­prias mentiras.
 
                Sem querermos ser chatos, veja o que o anjo falou a João na ilha de Patmos:
 
                Apocalipse: 2
 
                8 Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiti­cei­ros, e aos idólatras, e a todos os [mentiro­sos], a sua parte será no lago ardente de fogo e en­xofre, que é a se­gunda morte.
 
Contraditoriamente em outra parte do livro está es­crito: “Seja Deus verdadeiro e todo o homem men­tiroso”
Durma-se com um barulho desses...
                Bem podemos citar o décimo quarto manda­mento da lei de Deus:
 
                Êxodo: 20
 
                14 Não adulterarás.

                O mais incrível nisto tudo é, o fato se repetirá quase na sua ínte­gra com os seus descendentes, como ve­remos na seqüência do Livro.
E então Deus resolveu praguejar a Faraó, im­pondo-lhe também o medo para que devolvesse Sarai a Abrão.
Começamos a conjeturar com os nossos botões, a res­peito do tão condenado adultério jungido à men­tira e ficamos a pensar, e a nos perguntar:
                - Onde realmente está a verdadeira verdade?
- Por que o Livro fascinou, e continua a fascinar tanta gente, há milênios?
Pode ser a lavagem cerebral que, cauteriza a mente humana, dei­xando-a completamente cega. Aqui afir­mamos que é a hipnose do medo. Com tamanha chantagem assim, qualquer ser humano adere à mentira como se fora a mais pura ver­dade. Afinal, estamos tratando do maior de todos os valores que se possa imaginar, a riqueza da vida eterna em um paraíso indescrití­vel, até porque, se for deste que aqui está descrito, radicalmente não se trata de para­íso.
Publicado em: 26 maio, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    VcÊs acreditam em que na verdade? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Na verdade relativa, sim! Cada ser humano tem a sua verdade. A mulhere muçulmana,cobre o seu corpo todo, menos seus olhos, e a católica pode até usar fio dental. O que é verdade? Abraços campos quinta-feira, 17 de julho de 2014
  1. Responda   Pergunta  :    QUAL O NOME DAS FILHAS DE LO Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.