Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Escrita E Fala>Apresentação>Resumo de O trabalho do policial militar que atua na área de segurança pública

O trabalho do policial militar que atua na área de segurança pública

Resumo do Artigo Científico   por:AudeniceSilva     Autor : Audenice Lima da Silva
ª
 

  Num olhar psicopedagogico, este artigo busca relatar alguns relevantes aspectos da experiência do policial, considerando seu dia-a-dia nesse processo a partir de uma breve discussão sobre competências e habilidades. Compreender a idéia de conhecimento como rede tem sido uma constante em minha trajetória. Em diversos outros momentos, sistematizei idéias sobre este tema e no intuito de intercambiar esse movimento, tenho publicado pequenos artigos como este que visam encontrar a interlocução necessária para que esta produção ganhe significação e possa, efetivamente, contribuir para o debate acerca dos processos de formação desses policiais. Aqui busco relatar, registrar e reorganizar alguns movimentos dos meus pensares sobre a experiência na formação do policial que tenho compartilhado com grupo de profissionais pedagogos e psicopedagogos que me envolvi na especialização em Psicopedagogia da Universidade do Estado do Pará, em Belém PA. Esta equipe, cuja inclusão é recente em minha trajetória, busca desenvolver suas significativas ações pedagógicas dentro de Paradigmas entre eles a violência, a criminalidade e o trabalho do policial através de pesquisas de campo. A problemática da Segurança Pública é vista pela sociedade, como um caos presente em nossos tempos globalizados. É como uma epidemia que se espalha, a violência e a criminalidade vêm como treva em nosso meio, dizimando e deixando seus rastros espalhados como grão de areia, em nosso país.
Vários fatores contribuem para o aumento desenfreado da violência e criminalidade que traduz a crescente sensação de insegurança existente, contudo, o ponto nefrálgico de ataque em geral, é sempre a Polícia como se ela pudesse ser onipotente e onipresente para constantemente evitar crimes.
Porém, a Polícia não é o único órgão responsável pela segurança. Apenas tem a função mais árdua de todos os outros, porque atua na busca de criminosos e na execução das Leis, a fim de torná-las efetivas ao exigir o cumprimento das regras sociais e solucionar os seus conflitos.
O problema que mais incomoda os agentes da lei no Brasil é a seguridade do cidadão, a questão da Segurança Pública que deixa a desejar no seu preceito constitucional.Atualmente na polícia existem excelentes profissionais em todos os Órgãos Policiais do país. Na sua totalidade os integrantes da polícia possuem boa qualidade cultural e nível intelectual adequado possuidores de cursos universitários ou pós-graduados nos diversos ramos da Segurança, órgão de conservação e garantidor da paz e da tranqüilidade pública desempenhando suas funções a contento e trabalhando para o bem estar da coletividade fazendo cumprir as Leis e as obrigações inerentes aos seus cargos.O difícil trabalho de preservar a ordem pública e a incolumidade das pessoas e do patrimônio, bem como a atribuição de auxiliar a Justiça, estando atenta aos seus próprios atos para evitar conseqüências desastrosas são, portanto, algumas das regras básicas a serem observadas pela Polícia cidadã.O pensamento comum em relação à questão da Polícia ser ineficiente e irresponsável não tem cabimento, pois na verdade, conforme as histórias transformaram a nossa Polícia numa Polícia  vulnerável e sem garantias.  Temerosos dos eventuais abusos e punições os policiais se sentem enfraquecidos.  De tão esvaziada, desprezada, desvalorizada, desmoralizada e humilhada que foi a Polícia esmoreceu, perdeu forças e aumentou as suas dificuldades para o enfrentamento do crime.

A Polícia exerce um papel essencial na sociedade, não se trata de um mal necessário como muitos repetem em suas falas. É preciso que se repensem esses conceitos irracionais para o próprio bem estar da coletividade. Os gritos de socorros são ouvidos pelos poderes públicos, pedindo mudanças nos critérios e trabalhos realizados pelos órgãos de segurança, porém é necessário que se mude também essas concepções errôneas a respeito da polícia, para que haja uma maior união e interatividade entre o povo e a sua Polícia. Para que haja confiança do cidadão nas ações da Polícia. Para que a sociedade tenha a Polícia como sua amiga, como sua aliada no combate ao crime e no cumprimento das Leis.
        Guardiã da sociedade e da cidadania,o elo de boas ações a polícia no seu cotidiano estabelece um sincronismo entre o seu labor direcionado verdadeiramente a serviço da comunidade ela investiga,protege o bem, combate o mal, gerencia crises, aconselha, dirime conflitos, evita crime, faz a paz e regula as relações sociais.
O policial também é o sustentáculo das leis penais e deve seguir sempre o princípio primordial de jamais colocar as convivências da sua carreira acima da sua trajetória moral, ou seja, uma policia em defesa do cidadão e não ao combate do cidadão.
        
             

Publicado em: 03 junho, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    O que se tem visto com relação aos trabalhos realizados na área de segurança pública? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o Policial Militar precisa de demanda no mercado de trabalho? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.