Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Sociedade E Notícias>Espiritualidade>Resumo de Dogmas religiosos

Dogmas religiosos

Resumo do Livro   por:Montyc     Autor : Eduard M. M. Costa
ª
 
Os dogmas são as regras que devem ser seguidas por quem segue algum contexto religioso, comunitário, social, etc.. Os dogmas estão presentes em tudo na vida, pois por uma questão social simples, todos têm de andar vestido. Dessa forma, tudo na vida tem um dogma a ser seguido, e quem quer realmente estudar e buscar a espiritualidade, deve saber e compreender que tem de seguir os dogmas para poder moldar sua consciência e assim, evoluir espiritualmente segundo o contexto da religião especificada.
Um exemplo disso pode ser dado na frase que Jesus proferiu: "Não julgueis para não seres julgados". Ou seja, buscar calar e controlar o pensamento, assim como não aceitar ouvir nada contra o próximo, faz parte de uma regra rígida de controle do pensamento, que está ligado à compreensão de sermos todos iguais e fazermos parte do tudo e do Todo: é o não julgar. Outra situação é o tipo de roupa usada no dia a dia, em que ninguém deve entrar num templo de uma religião qualquer vestido com roupas de praia.
Os dogmas religiosos determinam o respeito ao próximo e à espiritualidade, devendo saber que o direito de um termina quando inicia o do próximo. Sendo assim, se a religião prega a humildade, o respeito e outras virtudes, as roupas a serem usadas nos templos que congregam as pessoas seguidoras daquela religião devem ser aquelas que condizem com o que é pregado, com a moralidade, com o respeito, etc., ou seja, esse dever obrigatório é um dogma.
Ainda mais por se estender ao universo de cada seguidor da religião, externamente ao ambiente específico (templo, igreja, etc.), os dogmas devem ser mantidos, pois são regras para se manter o controle da mente aos desígnios determinados, que é o de alcançar a espiritualidade, ou evolução espiritual, por meio do que é pregado naquela dada religião.
Ou seja, não adianta ser humilde e ajudar ao próximo dentro de um templo religioso, e ao sair, deixar que o orgulho tome a mente e desfaça a benfeitoria, por não mais estar entre os muros do templo, nem também tratar outra pessoa que não seja da religião com orgulhos como se fosse melhor ou mais salvo por causa de sua religião, pois não condiz com a humildade, igualdade e caridade pregada pela espiritualidade evoluída e pelas religiões.
Dessa forma, o dogma garante que os muros do templo religioso se expandam e fiquem cercando o espírito, a mente e o coração de cada fiel daquela religião.
Publicado em: 10 outubro, 2012   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.