Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Sociedade E Notícias>Espiritualidade>Resumo de Jesus CRISTO UM EXEMPLO DE RELACIONAMENTO SOCIAL

Jesus CRISTO UM EXEMPLO DE RELACIONAMENTO SOCIAL

Resumo do Artigo   por:EPIDEMIALITERARIA     Autor : FRED SOUTO
ª
 
Lucas 7.44-46: “E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta com suas lágrimas os regou e com seus cabelos os enxugou. Não me deste ósculo; ela, porém, desde que entrei, não tem cessado de beijar-me os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo; mas esta com bálsamo ungiu-me os pés”.
 Em todos os momentos de sua vida ministerial, Jesus sempre ensinou através do exemplo de relacionamentos. Neste trecho das Escrituras, Ele ouve o fariseu questionar a permissão a uma mulher pecadora, que, cheia de arrependimento, derrama sobre a sua cabeça um perfume caríssimo. Enquanto o fariseu olhava para o passado que a mulher representava, Jesus dá valor a atitude de arrependimento, que promove uma comunhão, assim, Ele restaura a dignidade daquela mulher. Enquanto o fariseu se preocupa em tentar manter a imagem de pecadora, afastando-a do convívio social, Jesus trabalha a relação entre as pessoas e como essa pode restaurar a comunhão entre elas e promover a libertação do pecado. Sempre foi o amor o maior elo de comunhão entre aqueles que seguem a Jesus. Se nós que fomos perdoados e limpos da mancha de morte que o pecado nos imputava, não pudermos olhar com misericórdia e compaixão para os que estão longe da graça de Deus, quem os fará? Precisamos ter em mente que a nossa maior missão na terra é de resgatar a comunhão com Deus e com os irmãos, reconciliando os homens com Deus e isto só será possível quando nós, transformados o coração e a mente pela presença do Espírito Santo, não limitarmos o agir da graça às nossas próprias fronteiras preconceituosas e pecaminosas. Aquele fariseu olhava o passado pecaminoso daquela mulher, como tantos hoje, que desejam perpetuar a mácula na vida das pessoas, impedindo que a graça de Deus se manifeste na vida de um pecador. Jesus, entretanto, se preocupa com o coração das pessoas e não com o que aparentam. Ele não perde a oportunidade de oferecer a libertação da prisão dos pecados, dos grilhões da morte, das cinzas de tristeza, para que todos possam usufruir da vida abundante e liberta que Ele nos dá. Esta também deve ser a nossa atitude: graça e não legalismo; amor e não ódio; oferta de perdão e não lembrança do pecado. Agindo assim, seremos considerados filhos de Deus.
Oração: Senhor querido, que as obras de nossas mãos possam revelar o perdão que tu nos concedestes. Que as nossas atitudes possam trazer libertação aos presos de corpo e de espírito, nunca impondo limites ao teu agir. É o que te pedimos em nome de Jesus. Amém!
Publicado em: 26 julho, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    me de um exemplo de relacionamento social na escola: Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.