Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Sociedade E Notícias>Comunicado De Imprensa>Resumo de Sao PAULO A BUENOS AIRES. DE CARRO!

Sao PAULO A BUENOS AIRES. DE CARRO!

Resumo do Artigo   por:Adalberto    
ª
 
(Veja outros artigos tão interessantes quanto este no site http://adalbertoantunesdemelo.blogspot.com)


AVENTURA: S. PAULO A BUENOS AIRES DE CARRO. DICAS UTILÍSSIMAS.          

Dois trajetos principais ligam São Paulo a Buenos Aires, e os dois  são igualmente  ricos em possibilidades turísticas: via Foz  do Iguaçu, passando pelo Paraná e pelo norte da Argentina, e via  Uruguai, passando pelo Sul do país.   A melhor opção é ir por um caminho e voltar pelo outro, escolhendo pelo menos três paradas em cada um deles.       
As estradas costumam ser boas durante boa parte do percurso, exceto 
no trecho da BR-101 que liga Porto Alegre a Florianópolis, tortuoso,  com buracos e alto fluxo de veículos de grande porte. O trecho entre Florianópolis e São Paulo está duplicado e em boas condições.       
As rodovias uruguaias, principalmente as que correm pelo litoral,  são bem conservadas e têm pouco tráfego; as da Argentina estão em  plena forma, ainda que haja movimentação mais intensa em alguns  trechos, inclusive de caminhões. 
Em Buenos Aires, o trânsito é difícil e exige atenção. Não mais do  que em São Paulo, mas os costumes e erros cometidos pelos motoristas são diferentes.     Nas grandes avenidas típicas da capital argentina, os portenhos não hesitam em trocar de faixa, tornando o tráfego mais bagunçado do que  o normal. Por outro lado, eles respeitam as sinalizações. A malha urbana da cidade não faz segredos, com vias retas, quarteirões 
quadrados e poucos desvios.      
Se a dúvida era quanto à qualidade do asfalto que liga as duas cidades, vá tranqüilo, portanto. Ele merece nota sete. A aventura, ainda assim, exige preparação. 
É essencial revisar o carro, verificar se é necessário trocar o óleo e os filtros, calibrar os pneus, organizar mapas e documentação --impreterivelmente com os  originais.     
Lembre-se de que o percurso total, contando ida e volta, soma sempre  mais de 5.000 km.   Acionar o seguro do automóvel deve ser o primeiro item dessa lista. 
Sem a chamada carta verde, concessão para uso do seguro em outros  países, que para ser tirada demora três dias, não é possível nem  mesmo passar pela fronteira.             
Por último, as malas. Elas devem levar roupa para situações de calor  intenso --Foz do Iguaçu e o norte da Argentina são quentes até no inverno --e de muito frio, pois em Buenos Aires e em todo o Uruguai a temperatura pode ser negativa com as frentes frias costumeiras,  ainda durante a primavera.  
Malas prontas, dá um frio na barriga sair de São Paulo. Mas voltar  com o trajeto completo e cheio de histórias na bagagem deixa, sem dúvida, um gosto de satisfação.             (condensado de artigo de Gustavo Fioratti - Folha de São Paulo)
Publicado em: 13 junho, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Olá, meu carro não tem seguro, preciso tirar algum documento no detram para entrar com o carro na Argentina? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.