Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Sociologia>Resumo de EDUCAÇÃO INCLUSIVA E ESCOLA INCLUSIVA

EDUCAÇÃO INCLUSIVA E ESCOLA INCLUSIVA

Resumo do Livro   por:pericles0411     Autor : PERICLES BARBOSA
ª
 
A chamada Educação Inclusiva teve início nos Estados Unidos através da Lei Pública 94.142, de 1975 e, atualmente, já se encontra na sua segunda década de implementação.
Fora dos Estados Unidos a situação também não é diferente. O mais conhecido centro de estudos a respeito de Educação Inclusiva é o CSIE (Centre for Studies on Inclusive Education) da Comunidade Britânica, sediado em Bristol. É dele que tem partido os principais documentos a respeito da área da Educação Especial: 1. O CSIE - International Perspectives on Inclusion; 2. O Unesco Salamanca Statement(1994); o UN Convention on the Rights of the Child(1989); o UN Standard Rules on the Equalisation of Opportunities for Persons with Disabilities(1993). Um dos documentos mais importantes atualmente é o Provision for Children with Special Educational Needs in the Asia Region que inclui os seguintes países: Bangladesh, Brunei, China, Hong Kong, Índia, Indonésia, Japão, Coréia, Malásia, Nepal, Paquistão, Filipinas, Singapura, Sri Lanka e Tailândia. Mas, há programas em todos os principais países do mundo: França, Inglaterra, Alemanha, México, Canadá, Itália, etc.

* ESCOLA INCLUSIVA Por educação inclusiva se entende o processo de inclusão dos portadores de necessidades especiais ou de distúrbios de aprendizagem na rede comum de ensino em todos os seus graus. Da pré-escola ao quarto grau. Através dela se privilegiam os projetos de escola, que apresenta as seguintes características: 1. Um direcionamento para a comunidade - na escola inclusiva o processo educativo é entendido como um processo social, onde todas as crianças portadoras de necessidades especiais e de distúrbios de aprendizagem têm o direito à escolarização o mais próximo possível do normal. O alvo a ser alcançado é a integração da criança portadora de deficiência na comunidade. 2. Vanguarda - uma escola inclusiva é uma escola líder em relação às demais. Ela se apresenta como a vanguarda do processo educacional. O seu objetivo maior é fazer com que a escola atue através de todos os seus escalões para possibilitar a integração das crianças que dela fazem parte. 3. Altos padrões - há em relação às escolas inclusivas altas expectativas de desempenho por parte de todas as crianças envolvidas. O objetivo é fazer com que as crianças atinjam o seu potencial máximo. O processo deverá ser dosado às necessidades de cada criança. 4. Colaboração e cooperação - há um privilegiamento das relações sociais entre todos os participantes da escola, tendo em vista a criação de uma rede de auto-ajuda. 5. Mudando papéis e responsabilidades - a escola inclusiva muda os papéis tradicionais dos professores e da equipe técnica da escola. Os professores tornam-se mais próximos dos alunos, na captação das suas maiores dificuldades. O suporte aos professores da classe comum é essencial, para o bom andamento do processo de ensino-aprendizagem. 6. Estabelecimento de uma infra-estrutura de serviços - gradativamente a escola inclusiva irá criando uma rede de suporte para superação das suas maiores dificuldades. A escola inclusiva é uma escola integrada à sua comunidade. 7. Parceria com os pais - os pais são os parceiros essenciais no processo de inclusão da criança na escola. 8. Ambientes educacionais flexíveis - os ambientes educacionais têm que visar o processo de ensino-aprendizagem do aluno. 9. Estratégias baseadas em pesquisas - as modificações na escola deverão ser introduzidas a partir das discussões com a equipe técnica, os alunos, pais e professores. 10. Estabelecimento de novas formas de avaliação - os critérios de avaliação antigos deverão ser mudados para atender às necessidades dos alunos portadores de deficiência. 11. Acesso - o acesso físico à escola deverá ser facilitado aos indivíduos portadores de deficiência. 12. Continuidade no desenvolvimento profissional da equipe técnica - os participantes da escola inclusiva deverão procurar dar continuidade aos seus estudos, aprofundando-os.

* O CONCEITO DE INCLUSÃO A INCLUSÃO É: - Atender aos estudantes portadores de necessidades especiais nas vizinhanças da sua residência. - Propiciar a ampliação do acesso destes alunos às classes comuns. - Propiciar aos professores da classe comum um suporte técnico. -Perceber que as crianças podem aprender juntas, embora tendo objetivos e processos diferentes. -Levar os professores a estabelecer formas criativas de atuação com as crianças portadoras de deficiência. -Propiciar um atendimento integrado ao professor de classe comum. O CONCEITO DE INCLUSÃO NÃO É: - Levar crianças às classes comuns sem o acompanhamento do professor especializado. - Ignorar as necessidades específicas da criança. - Fazer as crianças seguirem um processo único de desenvolvimento, ao mesmo tempo e para todas as idades. -Extinguir o atendimento de educação especial antes do tempo. -Esperar que os professores de classe regular ensinem as crianças portadoras de necessidades especiais sem um suporte técnico. DIFERENÇAS ENTRE O PRINCÍPIO DA NORMALIZAÇÃO E DA INCLUSÃO

o princípio da normalização diz respeito a uma colocação seletiva do indivíduo portador de necessidade especial na classe comum. Neste caso, o professor de classe comum não recebe um suporte do professor da área de educação especial. Os estudantes do processo de normalização precisam demonstrar que são capazes de permanecer na classe comum.
o processo de inclusão se refere a um processo educacional que visa estender ao máximo a capacidade da criança portadora de deficiência na escola e na classe regular. Envolve fornecer o suporte de serviços da área de educação especial através dos seus profissionais. A inclusão é um processo constante que precisa ser continuamente revisto.
Publicado em: 06 julho, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    qual o perfil do professor da escola inclusiva? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    7442667 terça-feira, 6 de novembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    porque a educação inclusiva precisa ser continuamente revista? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Qual a diferença ideológica entre o princípio da integração e o princípio da normatização? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais são caracteristicas da educação inclusiva ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    caracteristicas individuais. domingo, 28 de abril de 2013
  1. Responda  :    quais as caracterisca da educação inclusiva terça-feira, 1 de maio de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    gostarei de saber a resposta certa. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    não será ingenuo colocar alunos com deficiencia somente na escola regular, sem acompanhamento especializado uma o que se pretende é o aprendisado desses alunos? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Na realidade os alunos que frequentam a escola regular, normalmente frequentam em outro período e em dias alternados escolas especiais, sendo assim o maior intuito ao coloca-los numa escola regular é o de SOCIALIZAR essas crianças, alem de colocar a escola em uma realidade do cotidiano. E mesmo que a criança não participe de alguma outra atividade em uma escola especial é dever e direito da escola regular buscar especialistas para bem atender essa demanda. ok. quinta-feira, 14 de março de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    qual a principal diferença ideológica entre o principio da normalização e o da integração? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    propiciar a ampliação do acesso destes alunos as classe comuns? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quero o resumo deste tema Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    "A educação inclusiva já é uma realidade na sua escola"? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    A educaçao inclusiva deveria ser uma realidade em todas as escolas, na verdade ela é apenas no papel. poque primeiramente devemos destacar que a educaçao inclusiva nao se resume apenas a matricula mas sim numa escola preparada e professores preparados. entao voltando a pergunta... ela é uma relalidade na minha escola, mas nao é levada a serio pelos administradores. nos nao devemos incluir somente por incluir!! sábado, 10 de setembro de 2011
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.