Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Psicologia>Resumo de Id, Ego e Super Ego

Id, Ego e Super Ego

Resumo do Artigo   por:Caramuru666     Autor : Freud
ª
 
A SEGUNDA TÓPICA

O aparelho psíquico é formado por três estruturas:

• Id: conjunto de energias psíquicas que determina os desejos do sujeito
• Ego: estrutura onde está todo conhecimento que o indivíduo possui de si e sobre o meio
• Superego: estrutura que se desenvolve a partir do conhecimento mora e valores do indivíduo. Representa a mora dentro do indivíduo.

Ao nascer, o indivíduo possui apenas o Id. Nas primeiras experiências, o bebê vai aprendendo e adquirindo conhecimento do mundo começando assim a estruturar seu ego. Enquanto o Id é uma estrutura inata, o ego e o superego são estruturas adquiridas. O ego está relacionado a fatos reais, concretos e é capaz de controlar, conter o desejo sem reprimi-lo. Já o superego está relacionado a fatos morais e pode recriminar o ego, no que é denominado auto-recriminação.
Ao se estruturarem, o ego e o superego recebem energias libidinais e agressivas, assim, todas as estruturas apresentam os dois tipos de energia.
Qualquer uma dessas três estruturas atuam nas três regiões do A.P., porém, o ego atua predominantemente no consciente e pré-consciente, o id predominantemente no inconsciente e o superego no consciente.
O princípio de funcionamento do Id é o PPP, que é um processo atemporal, ou seja, os sentimentos vivenciados são sentidos da mesma forma, não possui uma lógica racional e não há ordem dos acontecimentos. Dois mecanismos se destacam neste processo: a condensação e o deslocamento.
Já o princípio de funcionamento do ego é o PPS que é um processo temporal, possui uma lógica racional, os acontecimentos estão ordenados e é responsável por diversos mecanismos de defesa.
A partir destes dois processos, Freud definiu o Princípio do Prazer e o Princípio da Realidade.
O princípio do prazer é o princípio pelo qual o indivíduo busca fugir do desprazer indo em direção ao prazer (sem que necessariamente o alcance). Fugir do prazer significa o alivio de uma tensão, a satisfação de uma pulsão. Uma criança que não tem as estruturas egóicas plenas funciona basicamente apenas por este princípio, o que importa para si é apenas descarregar as pulsões.
Com o amadurecimento das estruturas egóicas, o Princípio da razão ou da Realidade passa a funcionar, colocando a realidade frente aos desejos do indivíduo.
Os impulsos de vida e morte estão funcionando segundo a compulsão e a repetição. O processo de repetição é maior e está além do princípio do prazer. Por exemplo, se o impulso de morte é responsável por matar o indivíduo, tal processo se repetirá mesmo contra a vontade do indivíduo, pois ele supera o Princípio do prazer. Já a compulsão à repetição é uma forma de funcionamento que transcende a do princípio do prazer. As coisas vão se repetir sendo ou não prazerosas. E esta compulsão se dá através do processo conhecido como transferência. Graças a essa compulsão a repetição, a normalidade e a patologia podem se estabelecer, sendo possível assim se compreender um indivíduo em tais aspectos.
Embora Freud não tenha falado, está implícito que o superego funciona por um Princípio Moral.
Publicado em: 16 junho, 2009   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    não entendi direito sobre id, ego e super ego? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    me explique: porque o ego siguinifica "eu" ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Ego é "eu" em latim. quinta-feira, 20 de dezembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    eu queria saber sobre a bibliografia id, ego e superego - psicanálise de freud ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Nas obras psicológicas completas, você pode procurar um volume com o título "O Ego e o Id" quinta-feira, 20 de dezembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    ESTE RESUMO E COMPLETO? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    QUERIA UMA HISTORINHA DO ID EGO SUPEREGO Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O que é A.P.? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Aparelho Psiquico quinta-feira, 20 de setembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    me explique como atua o ego pernate a moral e perante o as normas juridicas? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    O EGO ATUA PREDOMINANTEMENTE NO CONSCIENTE, LOGO ELE TEM O PODER DE DISCERNIMENTO DAS ATIVIDADES QUE DESENVOLVE, NÃO HA UM MEIO TERMO QUE DEIXE DUVIDAS PARA A EXECUÇÃO DE SEUS ATOS NA VIDA SOCIAL, LOGO ELE TEM DOMINIO SOBRE AS FASES QUE SE SEGUEM NA VIDA JURIDICA. COM ISSO ELE ATUA DE MANEIRA PAREADA COM A MORAL, E AGINDO DE MANEIRA RACIONAL COM A MORAL LOGO ELE TAMBEM ESTA PRE-DISPOSTO A TER UM EQUILIBRIO SOCIAL E JURIDCO. sexta-feira, 27 de julho de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    exemplo sobre o superego ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Não fazer cocô em público é um exemplo do superego agindo. Id==> desejo de defecar. SuperEgo==> É proibido defecar em público. Ego==> "Estou apertado, vou procurar um banheiro". Claro que é um exemplo tosco e exagerado, mas vale sempre para quando os desejos mais primitivos são refreados em nome da moral, por ex: não xingar a professora, obedecer os pais, o guarda, não andar nu pelas ruas, etc. quinta-feira, 20 de dezembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    o que que dizer id ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    sei lá vei kkkk quarta-feira, 22 de maio de 2013
  1. Responda  :    Id significa "isto" quinta-feira, 20 de dezembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    como posswo saber se tenho a doença emocional afetiva da personalidade ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    AS VZS DESENVOLVEMOS CERTOS DISTURBIOS EMOCIONAIS Q ACABAMOS NÃO PERCEBENDO, OU NÃO CONSEGUINDO IDENTIFICAR, DIANTE DISTO E IMPORTANTE FZR UMA INTROSPECÇÃO PARA ANALISARMOS MELHOR OS NOSSOS COMPORTAMENTOS, PRINCIPALMENTE NO QUE TANGE A RGRS SOCIAIS, OU SEJA, SE AKILO QUE FAZEMOS COMUMENTE E TIDO COMO NORMAL, OU SE SOMOS OS UNICOS NO MEIO SOCIAL QUE FAZEMOS, HABITOS QUE PRA NOS E TIDO COMUM PODE SER PRA OUTRAS PESSOAS COM ESTRANHOS, E ANALIZAR SE VC E UMA PESSOA SOCIAVEL, DAI JA E FACIL PRA SABER sexta-feira, 27 de julho de 2012
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.