Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Ciência Política>Resumo de Concepção Marxista sobre o Estado

Concepção Marxista sobre o Estado

Resumo do Livro   por:PauloMenezes     Autor : Paulo Menezes
ª
 
Concepção Marxista sobre o Estado A luta armada derrubou os resquícios de uma sociedade feudal na Europa e conseguiu implantar a base de uma sociedade que permanece até hoje com os ideais liberais burgueses. Tais ideais baseados em princípios, como a divisão de poderes, além disso, o Estado se submeteria ao direito que garantiria ao indivíduo direitos e liberdades inalienáveis, especialmente o direito de propriedades. Essa sociedade aparenta certa igualdade de direitos e deveres entre os indivíduos que dela participam. O alemão Karl Marx, no entanto percebe que a situação social não é assim tão igual e busca, além de respostas, soluções para os problemas sociais advindos do modo de produção capitalista. Segundo Lênin: “[...] a questão do Estado é uma das mais complexas, mais difíceis, e, talvez, mais embrulhada pelos eruditos, escritores e filósofos burgueses [...] Todo aquele que quiser meditar seriamente sobre ela e assimilá - la por si, tem de abordar essa questão várias vezes e voltar a ela uma ou outra vez, considerar a questão sob diversos ângulos, a fim de conseguir uma compreensão clara e firme.”. A importância da questão do Estado não se restringe a Lênin, Marx entende uma contradição entre os interesses da sociedade civil e do aparelho estatal e essa divergência tem sua origem na propriedade privada. A teoria marxista de política implica numa rejeição categórica de uma determinada concepção segundo a qual o Estado seria “agente da sociedade como um todo” e do “interesse nacional”. Dessa maneira qualquer governo, para Marx, sob qualquer forma (seja democrático, seja ditatorial) estaria sempre voltado a cumprir os interesses gerais das classes dominantes. Isso demonstra que o Estado é um dos responsáveis pela contradição entre Estado e trabalho, ou seja, uma das formas de oposições de classes. Classes essas, que para Engels, são “produtos das relações econômicas da sua época”. A base da sociedade é a produção econômica. Sobre essas bases econômicas se ergue uma superestrutura, o estado e as idéias econômicas, sociais, políticas, morais, filosóficas e artísticas. Marx queria a inversão da pirâmide social, isto é, pondo o poder na maioria, os proletários, que seriam a única força capaz de destruir a sociedade capitalista e construir uma nova sociedade sem classes, a comunista. Para Marx os trabalhadores estariam dominados pela ideologia da classe dominante, ou seja, as idéias que eles têm de mundo e da sociedade seriam as mesmas idéias que a burguesia espalha.
O capitalismo seria atingido por crises econômicas porque ele se tornou o impedimento para o desenvolvimento das forças produtivas. Seria um absurdo que a humanidade inteira se dedicasse a trabalhar e a produzir a um punhado de grandes empresários. A economia do futuro que associaria todos os homens e povos do planeta, só poderia ser uma produção controlada por todos os homens e povos. Para Marx, quanto mais o mundo se unifica economicamente mais ele necessita do socialismo. Seu pensamento político criticou os outros movimentos socialistas por terem um caráter reformador e não transformador. Marx e Engels não defendiam uma melhora nas condições de vida do proletariado, mas a própria emancipação do proletariado, o fim da condição proletária. Desse modo não se tratava de amenizar a exploração, mas aboli-la. Para Marx o desenvolvimento do capitalismo cria várias contradições, entre elas a proletarização que será o exército que irá destronar a burguesia. Entretanto, as mudanças do Estado ao longo da história se deram devidas a mudanças sociais. Essa conclusão se deve ao fato de em cada período a luta entre capital e trabalho é herdada do período anterior o que inclui a própria organização estatal. Marx entende o Estado como resultado das lutas anteriores, o que o torna em constantes mudanças trazidas pela lutas anteriores. Deste modo o Estado é definido como resultado das conquistas de lutas anteriores, portanto o Estado atual é resultado das modificações impostas pelas lutas atuais e anteriores. Alguns falam que as idéias de Marx estariam ultrapassadas ou até mesmo superadas, no entanto uma pesquisa recente feita na Inglaterra pela rádio BBC apontou Karl Marx como o maior filósofo de todos os tempos.Escreva o seu resumo aqui.
Publicado em: 09 novembro, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    nao entendi nada Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    segundo Mark como que a questao social esta presente em nossa sociedade/ Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    para marx, como que a questao social esta presente em nossa sociedade? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    opção correta no que se refere às concepções de Karl Marx Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    A teoria marxista de política implica numa rejeição categórica Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quero uma explicação sobre o marxismo e o estado Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    definicao de estado segundo a resposta marxista ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    O sistema de governo de marx? segunda-feira, 18 de junho de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    a istituicao do pode ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    aprenda a escrever 1° segunda-feira, 2 de abril de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    Qual o conceito de estado para Karl Marx? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    para marx o estado é uma instituição q visa manter o bem estar das classes dominantes, nesse caso, a burguesia. quarta-feira, 3 de agosto de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    o pensador marx borda forma de enfrentar as desigualdades sociais?? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Sim! A ideia de Marx era inverter a piramide social. Pondo o pode na mão da maioria, o proletariado, que segundo ele são os únicos capazes de acabar com o sistema capitalista, e construir uma nova sociedade, sem classes, a comunista. quarta-feira, 3 de agosto de 2011
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.