Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Educação>Resumo de As diferentes fases da Educação no Brasil

As diferentes fases da Educação no Brasil

Resumo do Livro   por:netpinheiro     Autor : Maria Antonia de Souza
ª
 

AS DIFERENTES FASES DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

“Vamos cuidar das crianças, para fechar a torneira, enxugar
a água e não ficar enxugando a poça de analfabetos”.
        (Maria Clara de Piero)

O primeiro passo necessário é observar as alterações conceituais que o ensino vem sofrendo nos últimos tempos. Uma geração de jovens e adultos que não conseguiram completar o ensino fundamental deu ao EJA como educação compensatória voltada a uma reposição de escolaridade não realizada na idade devida. Pois, não é possível separar as gerações. O fracasso escolar e, com conseqüência, a exclusão, vem marcando o sistema oficial de ensino, gerando baixos níveis de alfabetização, a baixa-estima dos educandos, desestimulados, altas taxas de evasão escolar, e com isso alimentando cada vez mais a demanda no EJA.

              Sabendo que a sociedade contemporânea exige uma população com níveis crescentes de educação e que a Constituição Federal reconhece como direito público que o ensino fundamental obrigatório e gratuito seja assegurado a todos, não tem sido suficiente para garantir a demanda nas escolas. Talvez uns dos descasos são os dispositivos jurídicos que não tem mostrado interesse em impor ao Estado o cumprimento de sua obrigação com a educação.

              O analfabetismo atinge de formas diferenciadas; regiões, zonas rurais e urbanas, segmentos sociais em decorrência da diversidade étnica, econômica, social e cultural. O analfabetismo nos dias atuais são bem mais graves do que no passado, pois as exigências sociais de conhecimento mudaram. O problema social e econômico mantém o ciclo da pobreza analfabeta, principal ingrediente para a exploração no trabalho infantil e escravo, enquanto isso, gerações de jovens e adultos são privados do direito fundamental de transformar sua história pessoal e comunitária.

              Esse desafio somente terá resultado quando houver investimento na qualificação dos professores e na adequação do currículo à diversidade sócio-cultural dos alunos. Mas para isso devesse deixar para trás o contexto da educação compensatória e assistencialista. O investimento na educação para as crianças e jovens deveria ter um peso maior, para que no futuro a reposição de escolaridade não realizada na idade devida pelos adultos seja em menor quantidade, uma vez que o desenvolvimento humano passa necessariamente pela educação, para que seja garantido o acesso da criança à escola, do jovem ao emprego e do adulto à renda.

             A educação de jovens e adultos tenta tapar um buraco na exclusão social e a desmoralização do ensino. É preciso banir a idéia de ver o EJA como um trabalho emergencial, como se os resultados pudessem ser imediatistas, criando projetos provisórios, dando a entender que qualquer pessoa é capaz de desempenhar a função de educador de adultos, sem necessitar de formação, especialidade e atualização, desqualificando o educador, pois a educação como processo requer preparação, execução e avaliação.

              As salas de aula de EJA são heterogêneas. São jovens urbanos envolvidos em movimentos da cultura de massa, pessoas que buscam o diploma para uma promoção no emprego, migrantes da zona rural, fiéis que querem aprender a ler a bíblia. Por isso, a preparação das aulas deve ser direcionada no conhecimento que os alunos trazem, o que querem aprender e suas necessidades.  A sensibilidade do professor deve ser extremamente importante. Os altos índices de analfabetismo, evasão escolar e repetência aparecem correlacionados com o baixo nível sócio-econômico.

             Isto s

Publicado em: 07 maio, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    principais etapas da educação brasileira Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    gostaria de saber sobre as diferentes fases da educaçao no brasil Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    gostaria de saber as fases da educação no brasil Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    queria saber sobre as fases da educação no brasil Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais fases a educação brasileira passou até hoje ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Quais as fases da educação brasileira? quinta-feira, 28 de abril de 2011
Etiquetas :
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.