Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Educação>Resumo de O sorriso de Mona Lisa - Filme

O sorriso de Mona Lisa - Filme

Resumo do Artigo   por:Jonesgbr     Autor : Jones Godinho
ª
 
A personagem de Julia Roberts, Katherine Watson, cruza os Estados Unidos para lecionar História da Arte em uma das mais conceituas escolas de formação feminina da América – a Wellesley College. O filme se passa de 1953/54, período em que a mulher era realmente educada para ser “Amélia”, e a professora em meio a sistemas e conceitos tradicionais, tenta e, posteriormente consegue mudar opiniões motivando as alunas a um auto-questionamento.O filme faz referência a Mona Lisa, obra de Leonardo Da Vinci, também conhecida como A Gioconda, famosa pelo seu sorriso enigmático, onde alguns julgam ser Isabella de Aragão, e que estaria triste por ter um marido alcoólatra e que freqüentemente a espancava, sendo considerada a mulher mais infeliz do mundo. Teorias à parte, o filme mostra uma dualidade, de um lado a alegria e a satisfação aparente das alunas e de outro, a difícil tarefa de romper com os preconceitos e tradições alienantes. Vemos mulheres que aparentam ser felizes, apesar de não o ser, e esposas que são ressonâncias da vida de seus maridos, permanecendo sem identidade própria. A escola, porém, respondia ao ideal social da época. O Contexto Atual Se antes, ou melhor, na história do filme, a escola vivia dentro de um contexto social, em uma época onde tudo era padronizado, desde a maneira de vestir, de falar e de sentar, hoje, também a escola deve procurar pautar seus métodos de ensino, tendo como base a diversidade, onde não somos iguais, somos cada vez mais diferentes. Vivemos em uma sociedade multicultural, para tanto, deve-se educar o ser humano multiculturalmente, capaz de ouvir, de analisar, de manifestar-se, de agir independente e conscientemente, prestando atenção ao diferente e respeitando-o. Este filme nos leva a questionar o papel da escola nos dias de hoje. Será que a escola e os professores devem fazer com que seus alunos simplesmente repitam o que fazem ou fizeram, aquilo que consideram moralmente certo, ou será que não pode-se ensinar holisticamente nas formas de aprendizado e educação. Percebe-se que todo o esforço de Katherine será dirigido para levar as alunas a se interessarem vivamente por Arte Moderna, a irem além das tradições, e através deste interesse, construírem a si próprias enquanto pessoas que tem opiniões pessoais, que gostam ou odeiam, e que se posicionam sobre o que está à sua volta, em vez de seguir padrões estabelecidos.
É possível identificar também os principais problemas estruturais, bem como as dimensões qualitativas importantes desses problemas, como a ineficiência dos pouco e mal estruturados programas de capacitação docente. Romper com paradigmas de que só é certo aquilo que é comumente aceitável, deve ser uma das metas dos educadores do século XXI, pois não se pode conceber a escola como um espaço alheio à sociedade, já que esta evolui a cada dia. Deve-se propor analisar criticamente os currículos monoculturais atuais e procurar formar criticamente os professores, pois são nestes que se encontram as principais barreiras e entraves. Professores que dirigem escolas, coordenam os trabalhos e atividades pedagógicas, pensam e estruturam a participação dos pais e dos alunos na escola, bem como o envolvimento da escola com a comunidade, precisam favorecer o crescimento cultural, e isto só ocorre num período de formação, experiências, vivências e leituras, pois são estes fatores que vão ampliar a visão, tirar as escamas e os entraves que impedem os professores e conseqüentemente as escolas, de progredirem rumo ao conhecimento global. As alunas do Wellesley College, acostumadas com suas tradições, crenças e princípios, viviam de forma pacata e tranqüila, reproduzindo simplesmente o que seus pais queriam e achavam que era o correto, estavam apáticas frente aos acontecimentos do mundo, já que viviam em regime de internato, mas não somente por isso, estavam conformadas a pensamentos, idéias e ensinamentos pensados por uma cl
Publicado em: 22 fevereiro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    elaesta sorrindo, mas nao esta feliz. comente essa frase usanda pela professora se referindo a obra de leoardo da vinci, mas direcionando as qustoes sociais da epoca em que o filme aconteceu Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Qual a camada da sociedade é atendida pelocolégio onde a ação do filme o sorriso de mona lisa se desnvolve? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    onde o filme foirealizado Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    trilha sonora do filme Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    uma citação longa e uma citação curta, que as faz e o local Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    uma citação longa e outra curta do filme Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual o papel da escola no filme? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    rsrsrsrs quarta-feira, 17 de outubro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    qual a imagem empreendedora do filme? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que incomodava a professora na instituiçao em que ela trabalhava ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que incomodava a professora na nitroduçao em que ela trabalhava? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.