Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Estudos De Comunicações/Mídia>Resumo de Qualidade da Indústria Cultural no Brasil

Qualidade da Indústria Cultural no Brasil

Resumo do Livro   por:Nugen     Autor : Teixeira Coelho
ª
 
Mesmo que a Indústria Cultural possua a tendência de formar uma cultura homogênea, essa situação se mostra um pouco diferente no Brasil. Isto se explica pelo fato de que a disparidade econômica entre classes no Brasil é gritante. Então temos, por exemplo, uma TV que mostra entrevistas e debates ao lado de programas popularescos como shows de auditório e ainda com a apresentação de musicais e espetáculos. São gêneros de produção para uma sociedade onde existem as pequenas ilhas do que se pode chamar de consumo, uma substancial fatia da população com poder médio de consumo e por último, uma “honrosa” parte dos que não consomen uma ínfima parte necessária à sobrevivência. Outro aspecto dessa indústria é a presença do popular grotesco ou chulo. Isto acontece devido à falta de conflito entre os produtos ditos de cultura superior e os populares. Desde 1930, quando o Brasil começa a se desenvolver, não havia estímulo à produção desta cultura superior para opor-se às produções populares, como acontece em outros países. A solução era importá-las, o que não era de grande valia pois os produtos já chegavam aqui “deteriorados”. A produção cultural heterogênea que existe no Brasil é, em grande parte, dependente da cultura popular, o que faz seu traço grotesco ser mais marcante.
Teixeira Coelho cita a observação de Milanesi: no Brasil houve um salto da cultura oral para a de imagem, enquanto em outros países a etapa letrada fez a passagem entre estas duas formas de fazer cultura. Elementos estrangeiros na Indústria Cultural do país realmente estão presentes, mas o potencial dela em revelar aos seus “clientes” sobre temas nacionais é tão surpreendente que esses estrangeirismos por vezes passam despercebidos, ou “não colam”. Mesmo fazendo um conteúdo alienante, nem sempre tão forte (como em seriados feitos pela TV que mostram a realidade nacional), a audiência brasileira encontra na TV os fatos do seu dia-a-dia. Isto se dá não de maneira ideológica, mas porque a indústria cultural brasileira precisa se aproximar da audiência para alcançar o mercado. Em muitos casos, a TV brasileira é capaz de dissolver elementos vindos do estrangeiro com a mesma rapidez com que promove o nacional.
Publicado em: 15 junho, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    como e a industria cultural do brasil? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual seria uma boa medida para ajudar o povo brasileiro a ter uma cultura que não seja considerada como lixo? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como se desenvolvel a industria cultural no brasil? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.