Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Antropologia>Resumo de Crash no limite

Crash no limite

Resumo do Filme   por:canema    
ª
 
Crash no limite
Até que ponto você se conhece?
Crash no limite é um filme estadunidense e alemão de 2004, do gênero drama, com a duração de 112 minutos, dirigido por Paul Haggis.
O filme se passa na cidade de Los Angeles e mostra vários personagens como uma dona de casa e seu marido promotor público de alta sociedade, um lojista persa, um casal de detetives da policia ele afro americano e ela uma latina que também são amantes, um diretor de televisão afro americano e sua esposa, um mexicano especialista em chaves, dois ladrões de carros da periferia, dois policiais sendo um deles novato e um casal coreano, esses personagens acabam se aproximando indiretamente a maioria dos personagens retratado neste filme são prejudicados de alguma forma por sua etnia e por seu nível social e acabam se encontrando em situações que os fazem examinar o seu próprio ser e principalmente os seus preconceitos.
O filme Crash não possui uma trama central, mas várias tramadas por contigüidade. Assim, tudo se une como um quebra-cabeça de vários destinos que se chocam ou tocam aparentemente por acaso. Nesses termos, um casal branco formado pelo promotor Rick (Brendan Fraser) e sua esposa Jean (Sandra Bullock) são, logo no início do filme, assaltados por uma dupla de negros (Larenz Tate e Ludacris). Paralelamente, existe uma família persa, cuja loja é assaltada e depredada depois que o dono se recusou a trocar uma porta com defeito, apesar das recomendações do chaveiro hispânico Daniel (Michael Peña). Além disso, há o diretor negro de cinema Cameron (Terrence Howard), cuja esposa negra é humilhada por um policial truculento (Matt Dillon) em uma operação de revista na rua. Este policial tem como parceiro de serviço o jovem policial Hanson (Ryan Phillippe), que condena a atitude do colega em um primeiro momento, mas comete o assassinato, motivado por preconceito racial, de um dos assaltantes negros do início do filme que, ao final, revela ser o irmão mais jovem do investigador de polícia interpretado por Don Cheadle que, por sua vez, tem um relacionamento não assumido publicamente com uma investigadora hispânica, que é a sua parceira de trabalho.
O filme crash no limite está associado aos ódios sociais, cultural e xenófobo que existe na sociedade americana. Crash é um filme bem elaborado e corajoso que mostra todo tipo de preconceitos da sociedade americana, que esta presente na construção da individualidade e em ações do cotidiano, podendo aparecer em qualquer momento, apesar de as pessoas tentarem esconde-los, com a rapidez da vida moderna, em algum momento, todos perdemos o controle e acabamos por reproduzi-los.
Crash trabalha a complexidade do ser humano, relevando seus limites, suas contradições e suas diferentes atitudes quando sujeito a um determinado momento.A principal intenção do filme é nos fazer pensar sobre os preconceitos existentes no mundo moderno. O silencio é o que estamos acostumados a fazer sobre esses fatos que nos ilude a ponto de fazer supor que eles não existem ou que não possuímos responsabilidades sobre eles assim, equivocadamente, passa-se a acreditar que eles são valores naturais dos seres humanos. Deste modo, nega-se a debatê-los e eles se tornam um assunto deixado de lado pela maioria, quando deveriam ser combatidos, A desvalorização ou inferiorização de determinados grupos sócias estão presentes na ordem do dia podendo aparecer quando se teme algum individuo por agir de modo não-convencional nas ruas, ou quando se prejulga o caráter ou idoneidade de alguém por usar tatuagens.
A pessoa moderna é marcada por um paradoxo ao mesmo tempo em que é alçado a preservar a sua autonomia e a livre expressão de si, deve varias vezes estrategicamente ou forçadamente cancelá-las em nome da manutenção de uma esfera mínima de segurança pessoal ou social. No filme o tal paradoxo é trabalhado a partir de uma montagem rápida e fragmentada, ultilizando-se de personagens comuns, de classes e personalidades diferentes, que terão sua historia unidas por algum incidente.
No filme existe varias cenas marcadas pela violência das diversas formas de preconceito existentes na sociedade capitalista americana em muitas delas o diretor traça sobre muitos temas sócias com os quais as pessoas varias vezes não conseguem lidar, pois não querem se sentir responsáveis pelos efeitos potencialmente destrutivos ou frustrantes de sonho americano para a maioria das pessoas no entanto o diretor não propõe uma reposta para os temas sócias mais sim um convite para ao espectador para uma reflexão sem maquiagem.

Publicado em: 04 agosto, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    quais os quatro principais temas focados no filme colisão? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    explique a expressão ''no limite'' Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    esse filme é que tem um pai que diz ter uma capa invisivel e coloca na filha e alguem atira nela e ela diz que a capa funciona? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    sim mas nao era uma capa era um ajo protetor sábado, 30 de março de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    um serralheiro mexicano Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    um dono de uma loja de origem árabe Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    cite que ponto voce conhece relacione esta frase ao filme crash no limite Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    digito se eu quiser Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como é a personalidade das personagens principais? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Qual a solução para vencer o preconceito? ( 3 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    Eu acho que tudo se parte da classe social das pessoas até porque a partir do momento em que uma pessoa negra tem as mesmas condições que uma pessoa mais clara não iria existir diferença. Querendo ou não as pessoas mais bem empregadas são conhecidentemente as mais claras já tiramos daí o pq as pessoas claras se dizem melhor que as negras! sexta-feira, 17 de agosto de 2012
  1. Responda  :    SABER RESPEITAR AS DIFERENÇAS DO MUNDO . POIS SE TUDO FOSSE TÃO IGUAL NÃO TERIA GRAÇA POIS SÃO AS DIFERENÇAS QUE MOVEM O MUNDO sábado, 28 de abril de 2012
  1. Responda  :    A forma de vencer o preconceito é não jugar os outros pela sua aparência e sim pelo que é de verdade. domingo, 8 de abril de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    o que significa no limite em portugues Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.