Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Resumo de Necessidades Humanas. In: Subsídios à Criticas dos minimos Sociais

Necessidades Humanas. In: Subsídios à Criticas dos minimos Sociais

Resumo do Livro   por:CirlenePinho     Autor : Potyara A. P. Pereira
ª
 
No Brasil as políticas sociais tiveram trajetórias influenciadas por mudanças econômicas e política. Diferente das políticas sociais dos países capitalistas avançados, que nasceram livres de dependência econômica e do domínio colonialista. Para melhor explicitar as experiências brasileiras no campo das políticas de satisfação de necessidades a autora vai pontuar o período laisseferiano que se restringe a antes de 30, a economia é voltada para agro exportadora e o sistema político caracterizado pela ausência de planejamento social. A ação do Estado se limitava à resposta fragmentada em resposta as reivindicações dos trabalhadores; o período populista/ desenvolvimentista que vai de 30 a 64 ocorre apenas um remendo de planejamento central com a criação de Conselho de Comércio exterior, mas apenas os aspectos econômicos foram contemplados; no período de 64 a 85 é observado no conteúdo do Estado que ele deixa de ser organização populista para está centralizado no pacto de dominação entre a elite civil e militar; período de transição é marcado por concepção de proteção social na qual tanto os direitos sociais quantos os políticos receberam atenção especial; o período neoliberal vai incorporar um cenário que não comporta a excessiva presença do Estado, com a obsessiva política de contenção do déficit público e o equilíbrio orçamentário. As políticas sociais básicas perdem seu caráter universal e finalidade pública, o salário mínimo não atende a necessidades básicas e para completar Estados e Municípios estão obrigados em nome da defesa do plano real, a submeter-se a ajuste fiscal; criando-se programas de renda mínima; agravando-se o desemprego e a pobreza. Reduzindo as políticas sociais a necessidades de pobres mais necessitados.
Publicado em: 28 abril, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    como era a atuação do serviço social nesse periodo laisseferiano? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    politica publica não é sinônimo de politica estatal Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    critica do cap VII Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    resumo cap VII Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais foram as políticas sociais desse periodo? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    resumo do capitulo VI do livro necessidades humanas da potyara Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o resumo do resumo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quero saber sobre otimo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    porque a economia era voltada para a agroexportadora ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Uma economia agro-exportadora, è uma economia voltada para exportaçao de produtos agricolos. Pensar um pouco! Voltar um pouco na història, recordando que as atividades industrial no Brasil, teve inicio no perìodo colonial, e as atividades agricolas e o estrativismo absorviam os poucos capitais e a mao- de-obra; sò dando margem na quele perìodo as industrias caseiras,a agro-industria do acuçar, as pequenas industrias do litoral, e aos estaleiros em que se construiam embarcaçoes de madeira. sexta-feira, 26 de novembro de 2010
Comentário Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.