Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Resumo de Agravo de Instrumento

Agravo de Instrumento

Resumo do Artigo   por:MargaretMary     Autor : Rinaldo Mouzalas de Souza e Silva (2006)
ª
 
Agravo de instrumento é um recurso processual que antes da reforma processual civil de 2005 e 2007 desafiava decisões interlocutórias unificando a regra para atacar tais decisões, sendo que hodienamente a regra é o agravo retido, e o agravo de instrumento se aplica apenas em situações especiais. O caput do art. 522, no Código de Processo Civil, dispõe: “Das decisões interlocutórias caberá agravo, no prazo de 10 dias, na forma retida, salvo quando se tratar de decisão suscetível de causar à parte lesão grave e de dificil reparação, bem como nos casos de inadmissão da apelação e nos relativos aos efeitos em que a apelação é recebida, quando será admitida a sua interposição por instrumento.
O Recurso de agravo cabe das decisões interlocutórias, podendo ser na forma retida ou por instrumento. Decisão interlocutória é o ato pelo qual o juiz, no curso do processo, resolve questão incidente. O recurso deve ser interposto no prazo de 10 dias, contados da intimação da decisão atacada, e segue o procedimento preconizado nos artigos 522/529, do CPC.
O agravo de instrumento será interposto perante o tribunal competente, através de petição com os seguintes requisitos, conforme previsão no artigo 524, I, a exposição do fato e do direito; II. as razões do pedido de reforma da decisão; III. o nome e o endereço completo dos advogados, constantes do processo. Já o recurso (a petição de agravo de instrumento), será instruido com fulcro no art. 525 do CPC.
Após a formação do agravo em prazo não superior a 30 dias da intimação do mesmo, caberá ao relator pedir dia para julgamento (art. 528 do CPC). Na hipótese do juiz comunicar que reformou inteiramente a decisão, o relator considerará prejudicado o agravo (art. 529).
Agravo de instrumento é a análise dos pressupostos necessários para suspender imediatamente a decisão proferida pelo juízo “á quo”, que defere medida liminar (antecipatória ou acautelatória), bastando para tal que estejam preenchidos os requisitos dos arts. 273 ou 798 do CPC. Contudo, é muito mais complexo obter do Tribunal “ad quem” a suspensão imediata da decisão liminar, porque deve a parte recorrente não apenas demostrar que o pleito da parte recorrida não preenchia os requisitos legais para sua concessão,mas também demonstrar o preenchimento de outros requisitos, os quais estão previstos nos arts 522 e 558 do CPC.
A principal diferença entre as tutelas é que o alvo da tutela antecipada é conceder o bem da vida que se objetiva com a pretensão deduzida em juízo, ao passo que a concessão de tutela acautelatória tem por escopo o de resguardar a situação das partes até a solução final do litígio.
É admissível a concessão de medida liminar em qualquer instância ou fase em que se encontra o litígio colocado ao conhecimento do Poder Judiciário, principalmente durante a tramitação do processo de conhecimento. É assim porque, não sendo este o entendimento tido como acertado, estar-se-ia aniquilando a efetivação do direito subjetivo das partes com prejuízo da prestação jurisdicional adequada garantida constitucionalmente (art. 5º, XXXV da CF).
Na verdade, o acesso ao Poder Judiciário somente estará garantido se a prestação jurisdicional for efetiva, tempestiva e adequada, arrolando-se para tanto em medidas de cognição sumária que, caso não sejam adotadas, poderão frustrar a prestação jurisdicional.
Indispensável comentar, a prevenção pelo Legislador Constituinte pela efetividade da prestação jurisdicional ao incluir ao art. 5º da CF, a partir da Emenda Constitucional nº 45, LXXVIII, "a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação". Portanto, deve o Magistrado, aplicar o princípio da proporcionalidade.
O legislador, através do art. 558, do Código de Processo Civil, outorgou ao relator a possibilidade de conceder efeito suspensivo nos casos de: a) prisão civil; b) adjudicação de bens; c) remissão de bens; d) levantamento de dinheiro sem caução idônea; e) em que possa resultar lesão grave e de difícil reparação, sendo relevante a fundamentação.
Em conseqüência, para que a parte recorrente possa suspender imediatamente os efeitos da decisão liminar proferida pelo Juízo de primeira instância, é imprescindível que a mesma atenda, imediatamente, aos requisitos para que o agravo seja processado na modalidade de instrumento, bem como para que lhe seja atribuído efeito suspensivo. 

Publicado em: 09 dezembro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    QUE SABER O QUE É SOLUÇÃO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO E NÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Decorrido 10 dias para contra razões, parte não contra razoou, o qual o próximo passo? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    se o agravo de instrumento foi encaminhado ao tst, ainda há outro recurso ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    contra decisão em impugnação do valor da causa favorável ao impugnante, qual o melhor recurso para o impugnado, o agravo retido ou de instrumento? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual é o tempo de tramitacao do agravo de instrumento? ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    agravo de intrumento é quando vc danifica o mesmo,é quando o instrumento foi agravado ok. quinta-feira, 29 de novembro de 2012
  1. Responda  :    30 dias segunda-feira, 22 de outubro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    o que é agravo de instrumento e quando cabe? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    é um recurso! cabe nas decisões que indeferem o pedido das decisões interlocutórias (ex: antecipação de tutela) no juízo de primeira instância, com o fito de reformar a decisão impugnada segunda-feira, 22 de outubro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    não intendi faça um resumo sobre Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O QUE É AGRAVO PREJUDICADO?? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    é agvavo de instrumento a suspençao do pagamento do asecurado do inss com tutela antecipada? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    oque siquinifica agravo de estrumento. Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. Aquelina Maria Barbosa

    Agravo de Instrumento

    Quais as alterações cabíveis nas ações juridicas das lei 9099 de 1995(Juizado Especial de Pequenas Causas, incluindo o Agravo de Instrumento.

    0 Classificação terça-feira, 29 de janeiro de 2013
X

.