Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Resumo de Análise do Homem

Análise do Homem

Resumo do Livro   por:NatachaThomaz     Autores: Fromm; Erich
ª
 
Reflexões sobre a obra Análise do Homem Erich Fromm, como um dos grandes psicanalistas e cientistas sociais do século XX, em suas obras abre caminho as reflexões sobre a essênca da alma humana, mais precisamente do homem contemporâneo, repleto de angústias existenciais e medos psicológicos, oriundos de todo um contexto econômico, político e social extremamente competitivo. A obra Análise do Homem, compõem a trilogia das teorias sobre a Psicologia social e humanista, expostas em O Medo à Liberdade e Psicanálise da Sociedade Contemporânea. As três obras tem como temática central a interação dos fatores psíquicos e socioeconômicos. Fromm tem como objetivo no livro analisar o homem moderno e o meio por ele construído, nesse sentido demonstra a superação de sonhos, enfatiza o homem que trabalha, que luta e que ao analisar o seu dia-a-dia percebe a superficialidade de suas ações, dvinndo então sentimentos de inquietação, dúvidas e angústias. A grande constatação do homem moderno é que domina cada vez mais a natureza, conceitos econômicos, tecnologias, enfim tem grande poder, mas é impotente na vida individual e em socedade, domina as estruturas em contrapartida desvia-se do significado maior da existência: o interior humano. Explicita na obra toda a indiferença que o homem tem em relação a si mesmo, trabalha, conquista espaços, Nações, poder político e econômico e quando analisa seu viver, sente-se vazio, não encontra sentido nas suas ações. O resultado é uma sociedade doente, individualista e competitiva. Ao finl da obra Erich Fromm, responde a pergunta inicial do livro: "Qual a razão de termos esperança?" responde que é justamente no fato de acreditar que todas as decisões estão nas maõs do homem, por isso "Está em sua coragem para ser ele mesmo e por si mesmo.", que podem enfrentar os grandes problemas morais da sociedade contemporânea.Rosicler Schäfer10/11/2008.
Publicado em: 10 março, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Oie meu nome é Bruna, sou academica do curso de Jornalismo, estou com dificuldades de entendimento do cap5 , o problema moral de hoje, você poderia me explicar dando enfase a este. ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Olá Bruna, o Capítulo 5 da obra destaca ideias relativas aos poderes morais do homem, se há um lado bom e um outro mau, acentuando que de acordo com Freud, a posição dualista de ideias opostas nas teorias psicológicas e filosóficas, geraram impulsos nos sociais. Salienta ainda, que o mal, não existe por si só , mas é a ausência do bem, é o fracasso em relação a realizar algo na vida. Assim, o autor abre espaço para a discussão da moral moderna que é não só uma dualidade,é transcender. quarta-feira, 19 de março de 2014
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.