Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Resumo de Origens da Psicologia

Origens da Psicologia

Resumo do Livro   por:VeraLorena     Autor : Muller
ª
 
O conceito de Psicologia, como ciência que trata do comportamento e dos processos mentais, é relativamente recente. Durante séculos, a Psicologia não conseguiu foros de ciência nem se constituiu como uma área distinta da Filosofia. A Psicologia era entendida como o estudo da alma. Aliás, o termo “psicologia” deriva das palavras gregas psiquê e logos, significando, etimologicamente, o estudo da alma ou da mente. A alma foi objecto de reflexão por parte de diversos pensadores da Antiguidade, nomeadamente Platão (427-347 a.C.) que defende que [“(...) a alma possui desde sempre a verdade (...) é capaz de uma reminescência que demonstra a sua existência anterior (...)”[1]] e Aristóteles que (384-232 a.C.) [“Considera que os pitagóricos e os platónicos, na sua preocupação de afirmar o carácter sobrenatural da alma, negligenciam as condições reais, físicas e orgânicas da sua existência (...)”[2]]. Os pensadores teciam brilhantes e aprofundadas considerações sobre os mistérios da alma e da consciência, mas não souberam dar o salto adequado para o terreno científico, onde as reflexões cedem lugar a hipóteses susceptíveis de ser controladas por factos observados na experiência. Só nos finais do séc. XIX, após diferentes estudos e teorias— como de S. Tomás de Aquino (1225- -1274) [“ (...) que vai buscar a Aristóteles as suas formas essenciais (...)”[3]], Descartes (1596-1650), J.
Locke
(1632-1704) [ “(...) vê na experiência e na razão as condições necessárias e suficientes do conhecimento (...)”[4] ]
, G. Berkeley (1685-1753), D. Hume (1711-1776), I. Kant (1724-1804), J. F. Herbart (1776-1841) ou H. Helmholtz (1821-1894) — é que a Psicologia se emancipa da tutela da Filosofia. O seu reconhecimento como ciência é feito quando deixa de se preocupar com a alma e elege outro objecto de estudo — após a teoria estruturalista de Wundt — permeável à observação e ao controlo experimental (Behaviorismo, Wats
[1] Muller, F. L. (1976), “História da Psicologia I-Da Antiguidade a Bergson”, I Parte, Cap. V. Publicações Europa América. [2] Muller, F. L. (1976), “História da Psicologia I-Da Antiguidade a Bergson”, I Parte, Cap. VII. Publicações Europa América. [3] Muller, F. L. (1976), “História da Psicologia I-Da Antiguidade a Bergson”, II Parte, Cap. XII. Publicações Europa América. [4] Muller, F. L. (1976), “História da Psicologia I-Da Antiguidade a Bergson”, III Parte, Cap. XVI, Publicações Europa América
Publicado em: 22 janeiro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    qual sua origem na psicologia na educação Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    ORIGEM DA PSICOLOGIA? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    A investigacao Socratica Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    e legitimo afirmar que a psicologia da educaçao teve sua origem na? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    psicologia - filosofia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual é a origem da psicologia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quem é o pai ou a mãe da psicologia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    oque é platão Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qua é a origem da spcoogia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    A origem da psicologia e suas implicações para a educação? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.