Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciências Sociais>Resumo de O Capital em Pierre Bourdieu: para além da visão economicista

O Capital em Pierre Bourdieu: para além da visão economicista

Resumo do Artigo   por:PabloSantos     Autor : Pablo Silva Machado Bispo dos Santos
ª
 
A noção de capital se tornou célebre com a teoria marxista. Até hoje muitas das análises em sociologia tem como referência a noção de capital cunhada por Karl Marx, porém o poder explicativo desta noção (se é que era tão grande já em seu início) não serve para compreender muitos fenõmenos sociais. Com vistas a resolver este problema teórico, Bourdieu amplia a noção de capital e faz assim com que possamos compreender trocas simbólicas ocorridas em outros campos, guardando algum tipo de analogia com a economia, na medida em que o capital é definido de forma genérica como um recurso (estrutura estruturante) que rende lucros para quem o possúi.
Para Bourdieu existem diversos tipos de capital (cultural, econômico, simbólico...) e estes tipos de capital tem um valor maior a partir do campo a que esteja referido.
Por exemplo, quando falamos das relações entre os indivíduos do campo econômico e das disputas ocorridas no mundo dos negócios, o capital econômico obtém prevalência nas estratégias de distinção e nas disputas entre estruturas e agentes. Em um campo dominado pelas leis da transmissão cultural (como o campo literário ou o campo acadêmico), no entanto, o campital econômico não possui a mesma prevalência do capital relativo à illusio deste campo (o capital cultural).
Deste modo, podemos entender de maneira mais direta o modo como os sujeitos se relacionam com o mundo social (e mais particularmente com os campos em que transitam). Para maiores informações sobre isto, ver meu artigo intitulado: "Pierre Bourdieu e O Mundo Social em três dimensões".
Publicado em: 11 dezembro, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.