Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Produtos>Crítica de Uso e funcionamento de um luxímetro

Uso e funcionamento de um luxímetro

Crítica do Artigo   por:soniasanches    
ª
 

O luxímetro é um aparelho que mede a intensidade da luz que chega ao seu sensor. Com isso, pode-se determinar uma grandeza denominada luminância de um determinado local. O comércio de dispositivos dessa natureza oferecem muitas diversificações e praticidades dos mesmos, como aparelhos portáteis, por exemplo.


Sendo assim para medir a densidade da intensidade da luz de um determinado local, usa-se o luxímetro digital.


É comum em laboratórios, o uso do luxímetro. Isso ocorre muito devido ao fato de se necessitar de um ambiente adequado à amostras e nesses locais, o controle sobre iluminação, temperatura entre outros é indispensável. O luxímetro opera nesse sentido, determinando o fluxo luminoso incidente de modo simplificado, consiste de um dispositivo com fotocélula, indicador de leitura e escala apropriada. A luz que chega ao luxímetro, deve fazê-lo em perpendicular, de modo a atingir a fotocélula.


Para muitos estudos, o luxímetro assim como outros dispositivos possuem diversas finalidades. Quando se deseja saber a que quantidade de luz um corpo está submetido, procede-se se colocando uma amostra deste corpo em uma célula, de
modo que a luz o percorra e após esse trajeto, chegue ao dispositivo. Um padrão de referencia é necessário. Assim essa medida é composta de duas partes: uma medição sem a célula com a amostra, e outra medição com a amostra na célula. A diferença entre os dois valores obtidos diz respeito à quantidade de luz a qual a célula foi exposta e a qual a célula absorveu.


Nesse processo, é importante destacar alguns fatores. O fato de a amostra na célula ter absorvido certa quantidade da radiação que lhe foi imposta não significa que ela terá necessariamente efeitos biológicos alterados. Pode-se ter também
algum erro nessa medida pelo fato de certa quantidade da luz ser espalhada, dependendo do formato da fonte luminosa. Isso significa que a quantidade de luz absorvida pela amostra conterá um erro na medida, podendo ser um pouco maior ou um pouco menor.


O luxímetro também pode ser utilizado em outros ambientes, como escolas, hospitais (principalmente maternidades), e até mesmo no ambiente residencial comum. A iluminação desempenha papel fundamental na ambientação de um local de trabalho, técnica muita utilizada por consultores de arquitetura.


Publicado em: 17 novembro, 2012   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.