Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Medicina E Saúde>Oncologia De Radiações>Resumo de Riscos ocupacionais químicos

Riscos ocupacionais químicos

Resumo do Artigo   por:Zeni     Autores: XELEGATI R; ROBAZZI MLCC; MARZIALE MHP; HAAS; VJ.
ª
 
Xelegati R; Robazzi MLCC; MARZIALE MHP; HAAS, VJ. Riscos ocupacionais químicos identificados por enfermeiros que trabalham em ambiente hospitalar. Rev. Latino-am. Enfermagem, v.14, n.2, mar./abr., 2006. Xelegati et al. (2006) realizaram um estudo quantitativo objetivando identificar entre enfermeiros com quais substâncias químicas eles têm contato ocupacional, quais aquelas que podem causar problemas à sua saúde e que alterações condizem com as que podem ser ocasionadas por produtos químicos. Um questionário foi respondido por 53 enfermeiros (47 do sexo feminino e seis do sexo masculino) que mencionaram estarem expostos principalmente aos antibióticos e benzina (100%), iodo (98,1%) e látex-talco (88,7%); as principais substâncias causadoras de problemas de saúde citadas foram antineoplásicos (86,7%), glutaraldeído (79,2%) e óxido de etileno (75,5%); as alterações à saúde descritas foram: lacrimejamento, reações alérgicas, náuseas e vômitos, não mencionando outros problemas de saúde que podem ser ocasionados pelos produtos citados. Outro fato preocupante, levantado por Xelegate et al., foi a predominância da faixa etária entre 20 e 30 anos (49%), idade fértil que pode sofrer alterações na reprodução devido à exposição a certos agentes químicos. Os 53 enfermeiros deste estudo identificaram, como principal problema proveniente da manipulação dos antineoplásicos, as alterações sangüíneas. No entanto, tais drogas são responsabilizadas por vários problemas de saúde, principalmente com a reprodução humana. Os riscos da exposição ocupacional envolvem a inalação de aerossóis, o contato direto com a pele e mucosas e a ingestão de medicações e alimentos contaminados por seus resíduos, que podem provocar danos à saúde, como alterações cromossômicas, mutagenicidade, infertilidade, aborto, disfunções menstruais e sintomas imediatos como tontura, cefaléia, náuseas, alterações de mucosas e reações alérgicas.
Enfermeiras que as manipulam apresentam, com maior freqüência, irregularidades menstruais e amenorréia. Podem ocorrer abortos espontâneos principalmente no primeiro trimestre de gravidez; além de anormalidades cromossômicas e malformações congênitas. Irritações na pele, mucosas e olhos, queda de cabelo e de resistência imunológica, aumento da resistência à ação de drogas, faringite, rouquidão, herpes e desenvolvimento de câncer, foram encontrados. Os riscos podem advir das excretas dos pacientes submetidos aos tratamentos quimioterápicos, já que uma parcela dessas substâncias permanece inalterada ou sob a forma de metabólitos inativos, podendo ser encontradas nas fezes, urina e vômito dos pacientes. Os autores concluíram que os profissionais de saúde necessitam adquirir maior conhecimento quanto aos riscos ocupacionais químicos, que poderiam ter recebido na graduação/ou nos cursos de educação continuada.
Publicado em: 14 março, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    quais as principais doênças ocupacionais ocasionadas por riscos químicos Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    GOSTARIA DE SABER SE OS TRABALHADORES FRENTISTAS DE POSTOS DE GASOLINA TEM DIREITO A APOSENTADORIA ESPECIAL. ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    O resumo que disponibilizei fala apenas de riscos de pessoal da saúde. A melhor opção seria consultar um advogado ou o site da Previdência Social. quarta-feira, 27 de outubro de 2010
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.