Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Medicina E Saúde>Pediatria>Resumo de Adenomegalia

Adenomegalia

Resumo do Livro   por:wiew     Autor : Marcondes
ª
 
Adenomegalia
FISIOPATOLOGIA
- Estímulos: infecção, alergia, auto-imune, doenças malignas
- Proliferação: linfócitos, histiócitos, células dendríticas e de Langerhans
- Infiltração de células extrínsecas
ADENOMEGALIAS
- Incidência: 50-60% das crianças em consultas de rotina
- 30% nos primeiros 6 meses de vida: regiões occiptal e cervical: até 0,5 cm. Elas podem, não quer dizer
que seja doença.
- Quase 100% das crianças dos 6 aos 12 anos de vida: cervical e inguinal: até 1,5 cm. Até esse tamanho
não é uma doença propriamente.
CONDIÇÕES ANORMAIS
- Localização: gânglios supraclaviculares, epitrocleares, poplíteos
- Tamanho:
. > 1,5 cm reg. cervical e inguinal
. > 0,5 cm, outros locais
- Alterações na consciência, mobilidade (linfonodos reacionais são móveis, os da neoplasias são fixos aos planos profundos), aderências (2 ou mais linfonodos na mesma cadeias, aderidos, podem indicar situação mais grave)
ETIOLOGIA
- Antes de Iniciar a investigação
. IVAS: autolimitadas (não vão progredir)
. Podem persistir por períodos prolongados
. A maioria: localizada e relacionada a processos na área de drenagem.
- Anamnese:
. Ex: viagens a zonas endêmicas de D. Chagas, esquistossomose
. histórico familiar de hepatite B, contato com gatos, toxoplasmose
- Exame físico:
. febre, “rash” cutâneo, artrite, hepato/esplenomegalia
- Evolução clínica:
. modificações das características dos gânglios
. surgimento de outros sintomas e outros dados de exame físico
CAUSAS: VIRÚS
- IVAS
- Rubéola: principalmente nas regiões cervicais, mas são autolimitadas
- Sarampo: rara, praticamente erradicada, atinge várias cadeias
- Hepatite: não muito comum, também auto-limitadas
- Varicela: adenomegalia generalizadas
- Citomegalovírus: < 1 ano - muito frequente apresentação com hepatoesplenomegalia + adenomegalia
- Herpes vírus
- AIDS
CAUSAS: BACTÉRIAS
- Estreptococcias
- Estafilococcias
- TB, reação ao BCG infantil
- Micobactérias atípicas
- Bartonella hanselae: D. arranhadura do gato - adenomegalia próxima a lesão
- Difteria
- Brucelose
- Espiroquetas: sífilis
CAUSAS: PARASITAS
- Toxoplasmose: principalmente, generalizada
- Larva migrans visceral
- Calazar
- Malária
- D. Chagas aguda
- Esquistossomose aguda
CAUSAS: FUNGOS
- Blastomicose sul-americana
- Histoplasmose: quadro clínico rico - febre, hepatoespleno e adeno generalizada
- Candidíase generalizada
- Tularemia (axilar)
- Esporotricose (axilar)
CAUSAS NÃO INFECCIOSAS
1 - Doenças auto-imunes:
- Artrite reumatóide juvenil - principalmente
- Lúpus
- Anemias auto-imunes
2 - Doenças do soro: Febre, exantema, artralgias. Causada por determinados medicamentos.
3 - Doenças neoplásicas
- Linfoma de Hodgkin - inicialmente na região cervical
- Linfoma não Hodgkin - mais frequente nas crianças menores. Existem 3 tipos: Burkitt (mais frequente) - ao contrário do Hodgkin tem evolução rápida, células T em segundo lugar - comum adenomegalia em várias cadeias, anaplásico de grandes células em terceiro.
- Leucemias - LLA é o tipo que mais tem adenomegalia, LMA não há adeno (mas nem é comum...)
- Neuroblastoma: ocupa o 4o. lugar (1o. leucemia, 2o. tumor SNC, 3o. linfoma): agressivo, de evolução
rápida, geralmente começa na região medular da supra-renal, disseminação rápida, para ossos, massas
abdominais.. Também pode ter origem em outro qualquer local onde existam células do SNS (inclusive
mediastino, por isso relacionado com adenomegalia supra-clavicular)
- Rabdomiossarcoma: adeno localizadas próximos ao tumores iniciais.
4 - Histiocitoses:
- Histiocitose de células de Langerhans: antigamente chamada de histiocitose X
- Linfohistiocitose hemofagocítica: pancitopenia no hemograma, deve existir histiócitos na MO fagocitando
células normais. Quadro clínico de sepse.
- Doença de Rosai-Dorfmann
- Em crianças as manifestações pulmonares são infrequentes, mas são comuns lesões líticas (rx crânio). Ou
podem apresentam forma clínica disseminada (mais grave), que ocorre em crianças pequenas (< 2 anos),
e que lembra um quadro de leucemia linfóide aguda.
5 - Metástases
6 - Reticuloendotelioses:
- Doença de Gaucher. Frequente volumosa hepatoesplenomegalia associada a adenomegalia generalizada
- Doença de Niemman-Pick: Pode apresentar convulsões, déficit ponduro-estatural, atraso do
desenvolvimento...
- São consideradas doenças de acúmulo. Dx: MO (células anormais), Bx de fígado
7 - Drogas:
- Uso crônico de hidantoínas, fenilbutazona, alopurinol, isoniazida, pirimetamina
8 - Outras:
- Doença de Kawasaki
- Hipertireoidismo
- Sarcoidose
- Desnutrição Grave
DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL
- Cistos de ducto tireoglosso - aumento de volume da região cervical. US cervical é útil.
- Cistos branquiais
- Higroma cístico
- Cistos dermóides
- Cistos sebáceos
- Tumores
DIAGNÓSTICO
- Anamnese, hemograma
- VHS, PCR - inespecíficas, mas eventualmente pode ajudar
- Sorologias: toxoplasmose, citomegalovírus, EBV, herpes simples, HIV
- US cervical
- RX tórax, US abdominal, TAC tórax e abdome
- Biópsia Ganglionar: por agulha não funciona para o dx definitivo. Deve ser feita a céu aberto e se possível,
retirado por inteiro.
SEGUIMENTO DOS PACIENTES
- Biópsias inconclusivas
- Hiperplasia reacional inespecífica
Publicado em: 11 novembro, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    adenomegalia submaxilar esquerda com 22mm de diametro ?adedenomegalias junto do angulo da mandibula a directa com 17mm DE DIAMETRO? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é adenomegalia? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    adenomegalias nas regioes axilares Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    ADENOMEGALIA COMO TRATAR ESSA DOENÇA? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    6062866 sexta-feira, 4 de abril de 2014
  1. Responda   Pergunta  :    qual o tratamento para adenomegalia cervical Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual o tratamento para adenomegalias axial? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que e adenomegalia morfologicamente semelhantes poucos vascularizados com vasos com alta resistencia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    tenho adenomegalia reacional cervical à esquerda, as vezes cresce outras vezes diminui, porque e o que fazer, tem como tratar e curar Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    A 4 meses notei uma bola de +ou- 3cm na axila esquerda umas semanas antes tive crise de bronqujite e amamento minha filha so no sei direito fiz ultrasom e a avaliaçao poderia ser adenomegalia ele nao Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que significa adenomegalia retro-peritonial Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.