Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Medicina E Saúde>Patologia>Resumo de Sangue nas Fezes

Sangue nas Fezes

Resumo do Artigo   por:LuizCarlosPereira     Autor : Dr. Pedro Pinheiro
ª
 
A presença de sangue nas fezes, seja vivo ou digerido, sempre causa grande apreensão. Existem várias causas para hemorragia digestiva e vários tipos de apresentação para fezes com sangue.
Fezes com sangue vivo normalmente indicam hemorragia digestiva baixa, enquanto que fezes escuras, com sangue digerido, são em geral, devido a hemorragia digestiva alta.
Com sangue digerido recebem o nome de melena. São negras, pastosas, semelhante a piche e com odor muito forte. Às vezes apresentam raias de sangue não digerido ao redor.
Muitas vezes a quantidade de sangue perdido é pequena e se mistura com as fezes, passando despercebida pelo paciente. Apesar do volume ser pequeno, o fato de ser constante leva à anemia.
A presença de sangue nas fezes, perceptível ou não, pode significar uma série de doenças, desde as mais simples como hemorróidas, até as mais graves como câncer de intestino. Vejamos as mais comuns:
1- Úlcera gástrica ou duodenal
São causadas principalmente pelo uso crônico de anti-inflamatórios  e/ou infecções pelo H. pylori (Helicobacter pylori).
Como ocorrem na parte alta do trato digestivo, costumam se apresentar como melena. Porém, a quantidade de sangue perdido pode ser tão grande que não há tempo para digeri-lo, levando a evacuação de sangue vivo.
O sangramento por uma úlcera pode ser pequeno o suficiente para o doente não reparar, caindo naquele grupo que apresenta anemia sem sangramento evidente. Pode também se apresentar com sangramento abundante, inclusive com vômitos sanguinolentos.
2- Diverticulose
Divertículo é uma protusão da parede do intestino. São pequenos sacos que ocorrem principalmente na parede do cólon por enfraquecimento da musculatura do mesmo. É muito comum após os 60 anos e normalmente são múltiplos ao longo do intestino grosso. São lesões benignas, mas que podem sangrar ou inflamar se ficarem obstruídos por fezes.
Os divertículos costumam causar sangramentos indolores, vivos e volumosos. É das principais causas de sangramento abundante em idosos.
3- Câncer
Aproximadamente 10% das hemorragias digestivas em pessoas acima dos 50 anos são secundárias a tumores do intestino. Os sangramentos tumorais costumam ser de pequena quantidade e também podem passar despercebidos.
Alguns sinais podem indicar um maior risco de sangramento neoplásico: fezes em fita, ou seja, com diâmetro pequeno, alterações dos hábitos intestinais como constipação intestinal de início recente, emagrecimento associado a anemia em doentes idosos, etc.
4- Inflamação intestinal
Qualquer doença que cause inflamação nos intestinos pode levar a sangramento nas fezes. Isto vale desde intoxicações alimentares com diarréia sanguinolenta até as chamadas doenças inflamatórias intestinais que compreendem a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. Nestes casos o sangramento normalmente vem acompanhado de diarréia de grande intensidade e febre.
5- Angiodisplasia
São dilatações e enfraquecimento da parede dos vasos da mucosa do intestino, que por ficarem mais expostos e mais frágeis, rompem-se com facilidade. É mais comum após os 60 anos e pode causar desde sangramentos volumosos até um quadro onde o paciente não apresenta nenhuma perda sanguínea e sequer suspeita que possua alguma alteração.
6- Sangramentos retais de pequena quantidade.
Pequenas quantidades de sangue nas fezes ou mesmo sangramentos detectáveis somente à passagem do papel higiênico são muito comuns. Em 90% dos casos, a etiologia é benigna. As principais causas são:
- Hemorróidas
- Fissuras anais
- Pólipos intestinais
- Proctites
- Úlceras no reto
- Câncer
- Endometriose intestinal
As mais comuns são Hemorróidas e fissuras anais. A primeira se manifesta com sangramentos de pequena quantidade que envolvem o final das fezes, através de pingos de sangue que ocorrem após a evacuação ou manchas de sangue no papel higiênico após a limpeza do ânus. A hemorróida quando grande pode ser facilmente vista pelo próprio paciente.
A fissura anal normalmente causa sangramentos associado a evacuação, que costuma ser bastante dolorosa. A distinção entre hemorróidas e fissura é facilmente feita pelo exame físico.
Apesar do pequeno volume, esses sangramentos quando ocorrem de forma crônica podem levar a anemia.
A investigação das hemorragias digestivas é normalmente feita com um método endoscópico. A colonoscopia para sangramentos no cólon e a endoscopia digestiva alta para sangramentos no esôfago, estômago e duodeno.
Infecções intestinais também são causas de sangue nas fezes, porém não costumam ter sangramento abundante. São comuns outros sinais e sintomas associados, principalmente febre, diarréia e vômitos. As parasitoses intestinais podem ocasionalmente se apresentar com sangue misturado às fazes.

Publicado em: 12 fevereiro, 2011   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    tratamento da diverticulose Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    minha filha tem 16 anos há aproximadamente seis anos trem sangramento "vivo" anal, já fez colonoscopia, segundo o médico ela tem inflamações no inicio do reto e naõ vale apena operar agora.o q.acha? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Que tipo de problema posso ter quando a sanita fica cheia de pingos de sangue juntamente com as fezes? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    melena em idoso e sinal do fim Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    que tipo de medico devo procurar ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Como depende muito dos sintomas apresentados, procure um clinico geral. Um abraço e boa sorte! quarta-feira, 3 de agosto de 2011
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.