Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Vida DEPOIS DA VIDA

Resumo do Livro   por:Raymindbody     Autor : Raymond A.moody Jr.
ª
 

Capítulo 1. O Fenômeno da Morte: O Dr. Moody relata experiências de pessoas que foram ressuscitadas depois de terem sido declaradas clinicamente mortas pelos médicos; experiências de pessoas que após acidentes ou doenças graves estiveram perto da morte e pessoas que, enquanto morriam, contaram o conteúdo da experiência de morte.
1. Os relatos são semelhantes, mas não há exatamente iguais.
2. Muitos relatam vários componentes da experiência, nenhum relata a todos.
3. Nenhum elemento foi relatado por todas as pessoas, embora alguns sejam praticamente universais.
4. Não há elementos relatados em apenas um único caso.
5. A ordem em que as pessoas passam pelos estágios é variável.
6. O Número de componentes presentes é proporcional ao tempo de duração da morte clínica.
7. Algumas pessoas declaradas clinicamente mortas não relatam nenhum componente comum, isso não significa, porém que a experiência não tenha ocorrido.
Capítulo 2. A Experiência de estar morrendo

Inefabilidade - Os eventos vivenciados são difíceis de expressar através da linguagem comum.

Ouvir a notícia - Inúmeras pessoas relatam terem ouvido seus médicos declará-las mortas.

Sentimentos de Paz e Quietude - Mesmo após graves acidentes extremamente dolorosos.

O Ruído - Relatos de música, sinos, zumbidos, assobios como o vento, etc., são freqüentes.

O Túnel Escuro - Embora descrito de diversas formas todas têm o mesmo sentido.

Fora do Corpo - Um dos componentes quase universais é a sensação de sentir-se "fora do próprio corpo" assistindo a tudo.

Encontrando Outros - Presença de outros seres espirituais nas proximidades é relatada. Algumas pessoas falecidas recentemente também estão presentes nos relatos. Alguns seres são amorfos e outros apenas a voz está presente. Alguns identificaram os seres como "espíritos guardiãs".

O Ser de Luz - É o elemento mais comum  e que tem efeito mais profundo sobre o indivíduo. Nos relatos ninguém duvidou de que se tratasse de um Ser de Luz, o amor e o calor que emanam desse Ser está além das palavras e todos sentem uma atração irresistível para essa luz. A descrição do Ser de Luz em todas as culturas é totalmente invariável mesmo em culturas e religiões diferentes.

A Recapitulação - A Aparição do Ser de Luz inicia perguntas não verbais apresentando a pessoa uma recapitulação panorâmica de sua vida. Sua intenção é provocar a reflexão.

  A Barreira ou Limite - Durante suas experiências de quase morte, as pessoas relatam a morte como que pareciam estar se aproximando de uma espécie de fronteira ou limite de suas vidas.

 Voltando - Os relatos mais comuns logo após a morte é de desejo desesperado de voltar, após certa profundidade da experiência, não quer voltar, e resiste. Alguns choram por terem voltado a viver nesse mundo e sentem as sensações agradáveis da morte por muitos anos após.

Contar aos outros - Normalmente só relatam suas experiências a parentes próximos, certos de não serem compreendidos adequadamente dentro dos conhecimentos atuais da ciência.

Efeitos sobre a vida - Muitos relataram que suas vidas tinham se tornado mais significativas e profundas pela experiência e se tornaram mais preocupados com as questões filosóficas fundamentais. Há um notável acordo quanto às lições aprendidas. Quase todos insistem sobre a importância de cultivar o amor pelos outros, de uma forma única e profunda, outros acentuam a importância de buscar o saber, pois esse persiste pela eternidade. Suas visões deixaram-os com novos propósitos, princípios morais e determinação de viver eticamente.

Novas visões da morte - Todas as pessoas expressaram o pensamento que já não tinham medo da morte. Expressaram a morte como à transição de um estado para outro ou entrada para um estado superior de consciência ou de Ser. Alguns relataram a vida como um encarceramento onde não podemos compreender como nossos corpos são uma prisão e que a morte é uma libertação.

Capítulo III - Paralelos.
A Bíblia - O Relato mais próximo das experiências de quase morte é feito por Paulo quando fala sobre a natureza do "corpo espiritual" - a ausência de substância física - é acentuada, bem como a ausência de limitação. Paulo diz que enquanto o corpo físico era fraco e feio, o corpo espiritual será forte e belo.
Platão - Descreve a morte como a separação da parte incorpórea da pessoa viva, a alma, da parte física, o corpo e que esta está sujeita a menos limitações, o tempo não é senão o "reflexo irreal da eternidade".
O Livro Tibetano dos mortos - O livro contém uma longa descrição dos estágios pelos quais passa a alma depois da morte física, muito semelhantes aos relatos de quase morte e vai além incluindo estágios posteriores que nenhum dos pacientes relatou.
Emmanuel Swedenborg - Místico do século XVII descreveu em detalhes "visões" da vida depois da morte, não conhecia ainda o Livro Tibetano dos Mortos, só posteriormente traduzido.
Capítulo IV - Perguntas - O Dr Raymond Moody responde as várias dúvidas sobre as suas pesquisas sobre experiências de quase morte e explica detalhadamente os controles que realizou com relação à veracidade dos relatos dos pacientes.
Capítulo V - Explicações - São feitas explanações detalhadas sobre as explicações sobrenaturais,  naturais ou científicas: A Explicação farmacológica, fisiológica, neurológica e as explicações psicológicas relacionadas ao isolamento, sonhos, alucinações e ilusões.
Capítulo VI - Impressões - Nesta o Dr Moody Jr conclui pela necessidade de continuarem os estudos nas mais diversas áreas do conhecimento humano no sentido de desvendar cientificamente o que ocorre após a nossa morte.

Publicado em: 02 julho, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Em 2004 entrei em coma com apenas 10% do meu corpo a funcionar, enquanto tive em coma foi como se simplesmente tivesse a dormir, É normal? Sempre me disseram que só vamos quando for a nossa hora.. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    EU já li esse livro,gostei bastante ,mas não tenho minha opinião formada sobre o assunto Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    por acaso existe algum caso especial?se tem o que ele tem de especial? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    se morrermos voltamos outra ves? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Isso depende, meu caro colega, se houver necessidade, pois estamos aqui para sermos seres humanos melhor. quarta-feira, 20 de julho de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    encontramos sempre as pessoas que colhesemos ou so as mais proximas ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    as que escolhemos segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    somos 4 médiuns, se tem duvidas fale connosco, dedicamos imenso estudo nessa área, não é tão simples como muitos pretendem analisar Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como posso ter a certeza que vamos para outro plano?como posso saber se os meus pais estao bem?visto que ja partiram. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    em um estado em que os medicos falam que ele pode estar em um estado vegetativo.Obrigada Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Gostaria de saber se uma pessoa que sofreu um afogamento,ficou em coma induzido mas ja saiu do como mas não reage a nenhuma chamado.Gostaria de saber se ele tem conciencia ,e sentimentos mesmo estando Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como e que a sennhor comprirende as almas portugesas se a senhora nao fala portuges obrigado Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. agatha11

    vida depois da morte

    Interessante quando se veem comentários sobre a vida pos a morte fora do círculo espiritista ou espiritualista. Legal!!!

    0 Classificação domingo, 4 de setembro de 2011
X

.