Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Medicina E Saúde>Resumo de PSEUDOLALIA: Uma Enfermidade Grave

PSEUDOLALIA: Uma Enfermidade Grave

Resumo do Artigo   por:RosedeCastro     Autor : Nilbe Shlishia
ª
 
PSEUDOLALIA: Uma Enfermidade Grave A pseudolalia é uma doença grave. Trata-se do vício compulsivo de mentir. Segundo psiquiatras e psicólogos, a prática freqüente de viver uma situação imaginária pode ser o resultado de uma profunda insegurança emocional, além de traumas de infância. A atitude funciona como um mecanismo de autodefesa para pessoas que apresentam um quadro de carência acentuada. As pesquisas revelam também, que uma pessoa que carrega o vício de mentir pode não conseguir se controlar, tornando-se semelhante a quem tem o vício de jogo ou é dependente de drogas ou álcool.
Crianças vítimas de uma educação julgadora, imposições, disciplinas rígidas e que por vezes vivem dominadas com autoritarismo são fortes cândidas à doença.
A doutora Leila Cury, formada em Psicologia Clínica e pós-doutorado pela USP, afirma que a mentira é um grande problema quando denuncia uma dificuldade na aceitação da própria realidade e que existem pessoas que chegam ao ponto de não saber mais o que é a verdade e que embora o assunto seja mais voltado para a criança, há muitos adultos vivendo o problema, o que, segundo ela, torna a situação ainda mais grave.
Para ela, o perigo é quando a mentira começa a ser freqüente e a criança passa a incriminar outras pessoas. A solução que ela apresenta é que a primeira atitude não é a de se alarmar nem criar um clima de castigos, punições e interrogatórios. Ela recomenda valorizar o fato de a criança admitir é muito importante, além de passar para elas que a verdade, ainda que pareça uma coisa muito ruim em determinadas ocasiões, é sempre a melhor solução.
Ela ressalta que os pais não devem acobertar ou proteger ao saber de um erro desse gênero. Isso é muito prejudicial e a criança vai continuar fazendo sempre porque ela não tem o limite que a realidade impõe.
A médica trabalha com psicoterapia e psicodinâmica, em abordagens psicocomportamentais. A doutora Leila exerce suas funções juntamente com a família da criança para melhorar a relação e explica sempre à criança, adolescente ou jovem que eles vão viver sempre melhor com a própria realidade aceitando a si mesmos e deixa bem claro que eles podem mudar o que desejam para as suas vidas.

Rose de Castro - Ghost Writer e Poeta
Publicado em: 15 fevereiro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    bom dia .sou maê de um adolecenti de 16 anos .e eta com essea doença ,bom quem eu deveria procurar ? pisicologo ou pisiquiatra ,nossa ele perdeu a nosaõe eu com a minha presaõ alticima,acada mentira Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    bom dia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como trata-lo sabendo que ele mente e que estar certo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Quando pego alguma mentira do meu marido por mais futil que seja ele se defende com nervosismo exemplo tenho certeza que ele fez algo pois eu vi,mesmo assim ele continua mentindo isso é normal Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como posso saber se sou um desses??? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    oi, por favor meu namorado sofre dessa doença, onde posso encontrar um tratamento, e o que devo fazer para ajudá-lo. ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    doença grave sai fora..... sábado, 23 de junho de 2012
  1. Responda  :    O que irá diferenciar a mentira patológica ou pseudolalia da mentira branca – aquela socialmente aceita – é a ausência de culpa, a intencionalidade e a freqüência com que o indivíduo pratica o ato. Mas é preciso esclarecer: a pseudolalia não é uma doença, e sim o sintoma de outras patologias mentais. Pessoas submetidas durante a infância a altos índices de disciplina, assim como indivíduos com baixa auto-estima, são mais propensos a desenvolver o sintoma. Acredito que um psicologo ajude. sexta-feira, 9 de março de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    preciso de ajuda urgente, minha amiga tem 43 anos e tem esta doença por favor me responda obrigado ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    O que irá diferenciar a mentira patológica ou pseudolalia da mentira branca – aquela socialmente aceita – é a ausência de culpa, a intencionalidade e a freqüência com que o indivíduo pratica o ato. Mas é preciso esclarecer: a pseudolalia não é uma doença, e sim o sintoma de outras patologias mentais. Pessoas submetidas durante a infância a altos índices de disciplina, assim como indivíduos com baixa auto-estima, são mais propensos a desenvolver o sintoma. Ajudei? sexta-feira, 9 de março de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    onde encontrar o livro sobre pseudolalia ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Além do autor que cito no artigo, tem também a Leila Cury, Livre Docente, que já tratou vários casos de pseudolalia que afirma que a compulsão pela mentira é uma distorção. sexta-feira, 9 de março de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    ola gostaria de saber qual seria a cura para isso, obrigada ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Acredito que sim através da psicoterapia e psicodinâmica. sexta-feira, 9 de março de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    Em qual livro encontro essa definição de Pseudolalia? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Além do autor que cito no artigo, tem também a Leila Cury, Livre Docente, que já tratou vários casos de pseudolalia que afirma que a compulsão pela mentira é uma distorção sexta-feira, 9 de março de 2012
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.