Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Medicina E Saúde>Resumo de infecção do trato urinário

infecção do trato urinário

Resumo do Livro   por:michellepimenteldasilva     Autor : michelle pimentel
ª
 
Infecções do trato urinárioClassificação das infecções do trato urinário1- Síndromes Clinicas- Bacteriúria assintomática: Quando temos a cultura de urina com presença de germes, eles só são valorizados quando temos uma contagem de colônias superior a 100.000 colônias por ml . I é um número significativo p germes iguais ,entretanto, qcultura com mais de um germe diferente devemos pensar em contaminação- Cistite: processo infeccioso da bexiga, sintomatologia urinária baixa- Pielonefrite aguda: Pode ser ascendente, inicia a partir de um quadro de infecção urinária baixa e vamos Ter disúria, polaciúria, estrangúria, febre, calafrios e dor lombar . Processo infeccioso ascendente que no final toma o sistema pielocalicial e o parenquima renal.- Na pielonefrite aguda descendente não vamos Ter esse quadro de infecção urinária baixa. Podemos Ter dor lombar e febre. Isso acontece ,em geral, quando temos um processo infeccioso sistêmico e esses germes são eliminados pelo sistema urinário- Quando temos uma infecção urinária tipicamente inerente podemos valorizar qualquer número de germes numa cultura, ou seja, se o doente tem febre , calafrios , dor lombar e tem 50.000 colônias de determinado germe na urina podemos valorizar isso como sendo uma infecção urinária.- Se temos uma contagem de colônias igual ou superior a 100.000 germes por ml de urina , isso é valorizado desde que você repita a cultura e se isole os mesmos germes e a mesma quantidade de germes ( mais de 100.000 colônias) - Bacteriúria assintomática significativa: Valorização de contagem de colônias em indivíduos que não tem sintomas. Existem grupos de doentes que frente a achados como o exemplificado no item anterior necessitam de tratamento embora não haja sintomas- Prostatite: processo inflamatório da próstata a partir do qual se tem sintomatologia praticamente igual a da cistite com algumas diferenças no sentido que são doentes que se queixam do peso perineal e tem infecção no exame de urina. É diagnóstico diferencial de cistite quando temos um paciente do sexo masculinoEntão temos infecções do trato urinário complicadas e não complicadas- Complicadas são aquelas que a partir do processo infeccioso se tem não só o problema de pielonefrite, mas também o comprometimento do parênquima renal , abcessos perinefricos, presença de formações de focos sépticos dentro do parenquima renal (abcessos renais) - Não complicadas seriam apenas o processo de cistite ou pielonefrite simplesBacteriúria signifcativa: Cistite: infecção do trato urinário inferior – é o quadro de infecção sintomática da bexiga Pielonefrite aguda: infecção do trato urinário superior – refere-se a infecção sintomática do rim Prostatite aguda : Dá um quadro que lembra a cistite mas a sensação de peso no perineo e freqüentemente é incluída no conceito de infecção do trato urinárioAlém da classificação conforme o local afetado as UTI’s podem ser1. Complicadas2. Não complicadas , dependendo da presença ou ausência de bactéria associada a alterações funcionais , metabólicas ou estruturais do trato urinário - Necrose papilar é uma doença comum nos diabéticos mas não é exclusiva dos diabéticos .Pela infecção temos a verdadeira destruição de papilas e por isso temos hematúria e as vezes pode ser acompanhada de oligúria e anúria por uma dessas papilas renais necrosadas sendo eliminadas pelo túbulo coletor podendo obstruir os túbulos excretores e causar anúria- Ë um quadro clinico típico: hematúria, diurese mantida , ascensão progressiva das escórias nitrogenadas , quadro de acidose metabólica associado, dor lombar e febre ,então , o primeiro diagnóstico tem que ser de papilite necrotizanteFatores predisponentes a infecções1.
Crianças- Anomalias congênitas2. Adulto feminino- Atividade sexual - Diafragma- Hábitos miccionais ( as pessoas não vão ao banheiro e ficam, prendendo a urina favorecendo infecções do trato urinário)- Alterações anatômicas do assoalho pélvico (cistocele: prolapso da bexiga)3. IdososImobilidadeMasculino: Alterações prostáticas4. Indepentende do sexo – idade- Obstrução urinária : A obstrução pode ser extrínseca ou intrínseca - Doenças neurológicas :trauma de medula e bexiga neurogênica, dificuldade de esvaziamento - Instrumentação- Diabetes Mellitus- Litíase- Alterações anatômicas: duplicidade do aparelho pielocalicial, duplicidade ureteral5. Genético- Em todas as faixas temos que buscar infecção do trato urinário. É mais comum na mulher na fase sexual ativa “ e daí para frente” , nos idosos e no sexo masculino depois dos 50 anos. Os principais germes do trato urinárioInfecção ascendente ocorre por germes gram negativos principalmente E. coliInfecção descententes ocorrem por germes gram + e - Enterobactérias são os agentes mais frequentes . E. coli- responsável por 80% das infecções não complicadasA seguir por ordem de freqüência- Staphylococcus saprophyticus 10%- Klesbsiela 3%- Proteus mirabilis 2%- Enterococcus menos que 1%Sedimento urinário- Lembrar que glitter cels ( ou células cintilantes) significa processo inflamatório das vias urinárias- Nos sedimentos urinários podemos Ter nos cilindros que são moldes tubulares, piócitos que são leucócitos degenerados-Cilindros podem ser hemáticos , granulocíticos, hialinos, com elementos figurados , cerios com degeneração, piocitários. Isso pode ser decorrente das vias urinárias baixas, mas quando se tem cilindros piocitários pensamos mais seriamente em uma infecção- No sedimento normal encontramos de 0 a 3 hemácias. De 3 a 5 leucócitos . - piócitos é em torno de 0 a 3 e quando começa a Ter valores maiores que 6 a 10 torna-se patológico. Cálculo do clearance ou Equação de CocKcroft GaultClearance = (140-idade)x peso/ [ 72 x cr sangue ] Cr sangue = creatinina do sangueMultiplica por 0.85 quando for paciente feminina - faz-se o cálculo colhendo urina de 24 horas. vn:normais fica entre 80 e 120 ml/min. - Podemos fazer o clearance estimado com a urina de 2 horas
Publicado em: 27 junho, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    fiz um exame de cultura, há 48 horas, porém o médico antes do resultado, já prescreveu o Cipro. O número de colonias apresentado era de 1 milhão. Devo voltar a fazer um novo exame ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Minha filha tem 6 anos de idade e o resultado de exame de urina dela depois de muita febre foi tudo normal, porém os Leucócitos:176.000, o que isso significa? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    sou mulher de 36 anos e meu exame deu piocitos em bloco. O que significa Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quando a contagem de colonia foi 40000 é grave Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é grumo piocitarios Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Meu exame de urina rotina jato medio deu 4600 leucocitos degenerados, no resto tudo normal. O que significa? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o homem que é diagnosticado com grumos piocitarios tem dificuldades para engravidar uma mulher Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Um paciente fez um sumário de urina que deu normal com raros piócitos e uma urocultura com Escherichia coli e 156.000 colônias.O que pode ser isso?Sim,uréia,creatinina e hemograma normal.Esclareça! Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    estou gravida fiz exame de urina e resultado foi nitrito positivo e piocito 60-80/c.tem algum risco para o bebe Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é grumo piocitário Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.