Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Direito E Política>Política - Geral>Resumo de A Audácia Da Esperança

A Audácia Da Esperança

Resumo do Livro   por:Lopina     Autor : Barack Obama
ª
Este resumo foi traduzido de The audacity of hope
 

  Barack Obama - a mudança em que podemos acreditar. "um governo que represente verdadeiramente estes americanos - que sirva verdadeiramente estes americanos - vai implicar políticas diferentes. Políticas que terão de reflectir as nossas vidas como elas são de facto vividas. Não poderão ser políticas pré-embaladas, prontas a sair da prateleira. Terão de ser construídas a partir do melhor da nossa tradição e terão de lidar com os aspectos mais negros do nosso passado. Teremos de compreender como chegámos até aqui, a esta terra de facções em guerra e de ódios tribais. E temos de nos lembrar, apesar das nossas diferenças, de tudo o que partilhamos: esperanças comuns, sonhos comuns, laços que não se quebram." - retirado de Audácia da Esperança.
Em Julho de 2004, Barack Obama conquistou o coração da Convenção Nacional dos Democratas com um discurso dirigido aos americanos e que lhe deu notoriedade a nível nacional. Bastaram aqueles 20 minutos que durou o discurso para o catapultarem para a fama. Uma frase em particular chamou a atenção, aquela que nos recordou que a história americana, nos tempos mais difíceis, mostrou uma nação guiada pela esperança de um amanhã melhor  e pela vontade de o tornar uma realidade, ou aquilo que o Senador Obama chamou " a audácia da esperança".
No livro ''A audácia da esperança", que se tornou campeão de vendas na semana da sua publicação, o Senador Obama refere políticas de tipo diferente - uma política para aqueles que estão cansados da rivalidade existente entre os partidos políticos ou até entre membros do mesmo partido, o tipo de rivalidade que vemos nos congressos e nas campanhas eleitorais; uma política baseada na fé, na honra e na dignidade do espírito no coração da nossa ''experiência improvável na democracia''.
Também partilha as suas opiniões pessoais sobre a família, a fé e os valores, bem como a sua visão para o futuro que '' conserte um processo político que está avariado''. Escreve ainda, com uma franqueza surpreendente, sobre a adaptação da sua vida a senador, tentanto equilibrar as exigências do serviço público com a vida familiar, sobre a dificuldade constante em encontrar dinheiro para financiar a sua campanha, e sobre o seu empenho cada vez maior na religião.

No âmago do seu livro está a visão do Senador Obama sobre a forma como podemos abordar os problemas REAIS, ultrapassando as nossas diferenças e o que nos divide. Fala da crescente insegurança económica das famílias americanas, das tensões raciais e religiosas  nos organismos políticos, fala das ameaças transnacionais - do terrorismos às pandemias - que enfrentamos, quer queiramos quer não. Aborda também o papel que a fé tem na democracia - onde é vital e onde não deve nunca interferir.
Um senador e um advogado, um professor e um pai, um cristão e um céptico, e sobretudo um estudante da história e da naturaza humanas, o senador Obama escreveu um livro que tem poder transformador. Um livro que inspira gerações futuras. Um livro que faz as gerações mais velhas sonhar com um amanhã melhor para os seus netos. Um livro que apela à construção de uns Estados Unidos da América novos, mais fortes e unidos.
Só retomando os princípios que geraram a nossa Constituição, diz ele, podem os americanos consertar um processo político que está avariado, e restaurar uma ordem a um governo que, perigosamente, perdeu o contacto com milhões de americanos comuns. Os americanos que estão, e cito " à espera que os Democratas e os Republicanos os acompanhem."
Não há memória de nenhuma figura política ter gerado tanto interesse como Obama e há muitos que comparam o seu  ''appeal'' ao de uma estrela de rock. Com apenas 45 anos, Barack Obama terá certamente um papel importante no futuro da América.

Publicado em: 16 janeiro, 2009   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.