Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Direito E Política>Lei Geral >Resumo de Direito Empresarial [Introdução e Empresário Individual]

Direito Empresarial [Introdução e Empresário Individual]

Resumo do Livro   por:rcorreas     Autor : Diversos
ª
 

INTRODUÇÃO

1) Fontes

1.1) Do Direito:

a) Formais - regras jurídicas aplicadas a casos concretos.

b) Materiais - contribuem para elaboração de leis.

1.2) Do Direito Empresarial

a) Primárias, diretas ou imediatas - C.C. e leis especiais.

b) Secundárias, indiretas ou mediatas - doutrina, jurisprudência, analogia, costumes, princípios gerais ao direito, tratados e convenções internacionais.

2) Empresário

2.1) Conceito (art. 966, CC):

Quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para produção ou circulação de bens e serviços.

2.2) Requisitos:

a) Capacidade (art. 972, CC);

b) Exercício de atividade econômica organizada (art. 966, CC);

c) De forma profissional e habitual (art. 966, CC).

2.3) Conceito:

Enquanto os sócios realizarem sozinhos a atividade fim da sociedade, não haverá empresa.

A empresa existe quando as pessoas coordenadas na sociedade; ou os bens e materiais utilizados na produção e/ou na prestação de serviços operados pela sociedade, suplantam a atuação pessoal dos sócios.

Se os próprios sócios, ou principalmente os sócios operam diretamente o objeto social exercendo eles próprios a produção e/ou circulação de bens, ou a prestação de serviços, trata-se de uma sociedade simples.

3) Empresário rural:

3.1) Requisitos:

a) Principal atividade exercida tem que ser rural;

b) Optar pela inscrição de seus atos no Registro Público de Empresas Mercantis*.

*Diferente do empresário comum, o empresário rural só será considerado como tal após o devido registro no órgão competente. (natureza constitutiva)

--------------------------------------------------------

EMPRESÁRIO INDIVIDUAL

1) Definição:

Pessoa física que se obriga através de seu próprio nome, responde com seus bens pessoais, assume responsabilidade ilimitada, incide pessoalmente em falência, e pode pleitear sua recuperação judicial ou extrajudicial.

Seu patimônio é único e indivisível.

Quando casado:

a) responderá com os bens comuns até o limite da meação;

b) não necessita de outorga uxória para a alienar ou gravar imóveis que integrem o patrimônio da empresa.

É necessária inscrição no Registro Público de Empresas Mercantis, para a sua regularidade.

A firma individual não confere personalidade jurídica distinta da do cidadão que a opera.

2) Nome Empresarial:

Nome completo do empresário, ou abreviado, sendo vedada a exclusão de componentes do nome, a abreviação do último sobrenome e das expressões que indiquem parentesco.

3) Capacidade:

O menor emancipado, não responde criminalmente por crimes falimentares, exceto quando agir de má-fé (fazendo se passar por maior), neste caso fica sujeito às medidas sócio-educativas de reparação do dano causado, regidas pelo ECA.

3.1) Interdito e Incapaz:

a) Somente podem exercer empresa mediante autorização judicial para CONTINUIDADE;

b) Os bens anteriores a sucessão ou interdição, desde que não façam mais parte do acervo da empresa, não respondem pelas obrigações contraídas;

c) Os representantes ou assistentes respondem pessoalmente;

d) Caso o representante ou assistente for legalmente impedido de execer empresa, este deverá nomear, com autoização judicial, um ou mais gerentes.

4) Obrigações:

a) Inscrição - Registro Público de empresas Mercantis (art. 968, C.C.);

b) Escrituração - Seguir um sistema de contabilidade, com base no livro de escrituração (art. 1.194, C.C.);

c) Levantar anualmente o balanço patrimonial e o de resultado econômico - Para demonstrar a situação real da empresa, indicando seu ativo e passivo (art. 1.188 e 1.189, C.C.).

------------------------------------------------------

Meus outros resumos:
http://pt.shvoong.com/writers/rcorreas/

Publicado em: 17 maio, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    o que diferencia o conceito enpreendedor do conceito de empresario informal Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Sou empresário em nome individual passando factura/mensalmente, sempre do mesmo valor a uma só empresa desde 1997. A empresa pretende prescindir dos meus serviços. Tenho direito a subs. desemprego ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual o problema que poderá ocorrer quando um microempreendedor individual, ao se registrar poder ter os poderes de sua sociedade ilimitada? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    e para ter um pequena empresa como que faz Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    QUANDO UMA EMPRESA SOBRE UMA AÇÃO TRABALHISTA, EXISTE ALGUMA MANEIRA DA MESMA SE DEFENDER CORRETAMENTE, OU A LEI SEMPRE FAVORECE O TRABALHADOR ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o meu esposo tem uma empresa no ramo da construção civil, ele está preso há 01 mês, e eu como esposa não tenho condições de tocar a empresa,como devo proceder em relação aos funcionários? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como a pessoa é considerada empresário nos moldes do direito empresarial? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    empresário rural só pode ser exercido por empresario individual Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    joão carlos possui incapacidade civil relativo em virtude de sua idade. apesar disso, ele pode constituir uma empresa individual ?de que forma ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    osny brito - unifap quarta-feira, 19 de outubro de 2011
  1. Responda  :    sim, conforme o professor sergio campinho, o relativamente incapaz obtem a aquisição prematura da capacidade "estabelecimento civil ou comercial" cc, art.5, passando a pleno gozo da capaciade civil, sendo permitido exercer a atividade empresaria, devendi a prova da emancipação ser levada a registro na junta comercial. No entanto não responderia por crime falimentar. quarta-feira, 19 de outubro de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    qual a distinção entre denominação e razão social? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.