Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Direito E Política>Lei Geral >Resumo de Doenças GRAVES QUE ISENTAM PORTADOR DO IMPOSTO DE RENDA

Doenças GRAVES QUE ISENTAM PORTADOR DO IMPOSTO DE RENDA

Resumo do Artigo   por:Eni Martin     Autor : Lei n.11052 e Receita Federal
ª
 

O artigo 1º. Da Lei 11052, de 29 de dezembro de 2004, publicada no DOU de 30/12/2004, prevê a isenção de desconto do imposto de renda pessoa física, por motivo de moléstia grave. Os portadores de doenças graves são isentos do Imposto de Renda desde que seus rendimentos sejam relativos a aposentadoria, pensão ou reforma, incluindo a complementação recebida de entidade privada e a pensão alimentícia. As doenças que dão direito a isenção mencionada são as seguintes: Aids; alienação mental; cardiopatia grave; cegueira; contaminação por radiação; doença de paget em estados avançados; doença de parkinson; esclerose múltipla; espondiloartrose anquilosante; fibrose cística; hanseníase; nefropatia grave; hepatopatia grave; neoplasia maligna; paralisia irreversível e incapacitante; tuberculose ativa.

Não gozam de isenção os rendimentos decorrentes de atividade, isto é, se o contribuinte for portador de uma moléstia, mas ainda não se aposentou. Somente aposentados, pensionistas e reformados têm direito a isenção quando portadores das doenças acima mencionadas; também não gozam de isenção os rendimentos decorrentes de atividade empregatícia ou de atividade autônoma, recebidos concomitantemente com os de aposentadoria, reforma ou pensão; a isenção também não alcança rendimentos de outra natureza como, por exemplo, aluguéis recebidos concomitantemente com os de aposentadoria, reforma ou pensão.

Para o início do processo dirija-se à Receita Federal para as informações de como fazer o procedimento. Deverão ser juntados documentos comprobatórios da doença e o paciente com esses documentos encaminhar-se-á ou ao posto de saúde do Estado, do Município ou INSS caso os rendimentos provenham do município, estado ou união, respectivamente. Lá o caso será confirmado pelo médico responsável e após o laudo correspondente deverá ser encaminhado ao órgão pagador do aposentado, pensionista, reformado portador das doenças acima mencionadas.

Publicado em: 01 maio, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Hepatopatia Crônica é caso para a isenção do IR? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Hepatopatia crônica é caso de isenção do IR? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Vendi um imóvel, sou portadora de neoplasia maligna, caso não compre outro imóvel, terei que pagar os 15% de imposto. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Diabético insulina dependente tem direito à isenção? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é espondiloartrose anquilosante. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    sou portador de 1 stente no coração. tenho direito a iseção no imposto Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    portador de stente no coraçao é isento Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    MINHA TIA RCB EM 2011 VALOR REFERRENTE AÇÃO JUDICIAL DE EX-COMBATENTE.ELA É CEGA DOS DOIS OLHOS. EM 2009, ELA RECEBEU UM LAUDO DO HOSPITAL DA MARINHA INFORMANDO O GRAU DA CEGUEIRA. É ISENTA DO IR. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quem faz hemodiálise tem direito ao desconto? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O "LUPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO DA ISENÇÃO? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.