Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Direito E Política>Lei Geral >Resumo de RECUPERAÇÃO DE ESTUDOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DA LDB

RECUPERAÇÃO DE ESTUDOS DE ACORDO COM A NOVA LEI DA LDB

Resumo do Livro   por:RenatoZorzo     Autor : Tiago Vieira Alves
ª
 
De acordo com a Lei 9.394/96 que se refere à educação de nossos pais, diz esta lei não esta comprometida com qualquer educação nem com qualquer tipo de aprendizagem, entretanto se refere a uma educação que esteja comprometida com a qualidade na sua aprendizagem. (inciso IX dos artigos 30 e 40, inciso II e 10 do artigo 36 Um principio muito importante que esta nesta lei, diz respeito à recuperação dos estudos, a autonomia da definição da escola de sua proposta pedagógica e do compromisso dela e de seus profissionais com a aprendizagem de seus alunos A análise da Lei 9.394 permite concluir, portanto, que ela considera a autonomia, a flexibilidade e a liberdade como meios necessários ao resgate dos compromissos da escola e dos educadores com uma aprendizagem de qualidade. Cabe à escola, e somente a ela, fundamentada no princípio de sua autonomia e no seu direito de definir a sua proposta pedagógica (inciso I do art. 12), onde o processo de verificação da aprendizagem é um dos elementos de maior importância, decidir sobre formas e procedimentos a serem utilizados na avaliação da aprendizagem dos alunos. Entretanto, no exercício desse direito, a escola deve considerar a participação dos docentes da escola nessa definição, não somente por uma exigência da lei (art. 13), mas também pelo reconhecimento decorrente das inúmeras pesquisas realizadas sobre a escola de que a com participação dos docentes na definição "da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino" são uma das melhores formas de se obter um "padrão de qualidade" no processo ensino- aprendizagem. Consequentemente, a liberdade, a autonomia e a flexibilidade que a Lei 9.394, no seu Capítulo II, oferece à escola e a seus profissionais é uma excelente oportunidade para que os educadores façam uso de sua criatividade para então gerarem formas e procedimentos avaliativos adequados às características de seus docentes e discentes, dos objetivos de sua proposta pedagógica, e que sejam capazes de produzir uma aprendizagem de qualidade, pois este deve ser o principal objetivo de qualquer processo de avaliação da aprendizagem Dentro desta questão, insere-se como parte e como consequencia do processo de avaliação da aprendizagem: a recuperação de estudos, que diz a respeito que é direito daqueles que não conseguiram aprender com os métodos adotados pela escola, em um determinado tempo, que terão uma nova oportunidade de aprender o conteúdo que o mesmo não teve aproveito.
De acordo com a lei os incisos IV e IX do art. 3º, a escola deve Ter uma tolerância conjunta com os educadores com aqueles alunos que algum momento do processo de ensino aprendizagem tiveram algum tipo de dificuldade de aprendizado. Temos que levar em consideração de que os alunos são seres humanos e de repente em algum momento da fase de ensino aprendizagem, eles não se adaptaram com a forma de ensino rotineiro empregado pelo educador, sendo assim o professor devera em conjunto com a escola desenvolver algum método para acolher estes alunos com problemas.
Ao referir se aos docentes a lei recomenda aos estabelecimentos de ensino "prover meios para a recuperação dos alunos de menor rendimento" (inciso V do art. 12), e aos docentes que devem zelar pela aprendizagem dos alunos inciso III do art. 13. Também deve se estabelecer estratégias de recuperação dos alunos com menor rendimento. Esses dois determinantes legais, a nosso ver, permitem verificar o reconhecimento dos legisladores de que nem todos os alunos têm as mesmas condições para aprendizagem e que um ou alguns alunos de uma determinada turma podem ter carências físicas, psicológicas, cognitivas ou afetivas, a maior parte delas decorrentes ou do contexto sócioeconômico familiar no qual nasceu e vive, ou escolar no qual estuda que impedem muitas vezes que tenham o mesmo desenvolvimento, num determinado tempo, que a maioria de seus colegas. Há muito tempo as pesquisas vêm demonstrando que o êxito ou o fracasso escolar é função de fatores encontrados tanto no contexto organizacional da escola quanto no familiar, entre os quais se incluem, obviamente, os sócio-econômicos. Este conjunto de fatores se integram e se articulam durante a prática dos docentes e discentes num processo de interação, influenciando-se mutuamente e determinando quase sempre o fracasso ou êxito de ambos em suas atividades na escola (Mello, 1983; Vygotsky, l989). A lei corrobora esta conclusão quando, por um lado, em decorrência dos fatores extra-escolares, determina a adequação do ensino às "condições do educando" (inciso VI do art. 4º), mas, por outro, considera a possibilidade de que fatores intra-escolares (métodos, técnicas, características dos professores e da escola, etc.) possam ser responsáveis pelo fracasso dos alunos (inciso V do art. 12, inciso IV do art. 13 e letra "e" do inciso V do art. 24). Entendemos, portanto, que a legislação citada fornece aos educadores meios capazes de neutralizarem os malefícios causados aos alunos pelo uso de métodos e técnicas que se mostrem incapazes de conseguir que todos eles aprendam razão pela qual define e determina que caiba à escola e aos seus educadores "prover meios para a recuperação dos alunos de menor rendimento".
Publicado em: 20 março, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    O aluno tem direito a recuperação da prova Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    de acordo com a lei 9.394/96como deve ser a avaliação no contexto escolarar atual? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Meu filho foi reprovado em 2013 na disciplina Português, por que a escola não propôs meios de recuperação, simplesmente expôs os conteúdos para serem estudados em casa. Diante a Lei foi certo ou errad Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    É obrigado fazer a recuperação de cada nota inferior a média da escola? Que lei determina isso? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    É verdade que a nota da recuperação final obrigatória é 5,0, mesmo que a escola tenha em sua proposta pedagógica média 6,0 durante todo o ano letivo? Se assim for, onde posso conferir esta obrigação? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    minha filha esta a três anos fazendo recupração do nono ano e perde ela ja esta com desenove anos o que devo fazer Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qualquer aluno tem direito a reuperação ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    todos aqueles que demostrarem dificuldades na aprendizagem! porque se eu dectecto que meu aluno esta tendo uma dificuldade cabe a mim como educador sondar , analisar e propor metos e aferiçoes das dificuldades usanda a flexibilizaçao para transpor as dificuldades aluno. domingo, 3 de fevereiro de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    posso colar na justiça,o colegio que paquei o ano todo e reprovou meu filho em cinco materias? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Boa tarde! Em primeiro lugar uma escola não reprova nínguém, o aluno se autoreprova. E descupe-me a sinceridade, mais me adimiro muito da senhora como mãe "acobertar" o seu filho, querendo mover uma ação de processo sobre a escola, sendo que o que deveria ser feito é a senhora disciplinar o seu filho, colocando regras na sua casa fazendo com que ele estude mais e assim passe de serie. quarta-feira, 6 de março de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    a escola particular tem o direito de ? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    trabalhar e recumperar oa alunsos em sittuaçoes de dificuldades.. domingo, 3 de fevereiro de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    direitos do aluno sobre aula de recuperação ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    todo aluno tem este direito , como todas as instituiçao de ensino tem este dever. cabe portando primar pelos ditames da lei diretrizes e base da educaçao no ambito organizaçao pedagogica, principios de liberdade e compromisso ensino com qualidade. domingo, 3 de fevereiro de 2013
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.