Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Direito E Política>Resumo de Conceito da palavra Politica - Paradoxo?

Conceito da palavra Politica - Paradoxo?

Resumo do Livro   por:jmarques     Autor : Wesley Araujo
ª
 
A vida política Paradoxos da política A política é uma atividade própria para profissionais, ou um interesse e mesmo uma obrigação de todos? O paradoxo da política faz aqui sua aparição: é ela uma atividade específica de alguns profissionais da sociedade ou concerne a todos nós, porque vivemos em sociedade? A palavra política é usada para especificar a atividade do profissional — o político — ora para significar uma mobilização de reivindicações da sociedade e dirigida ao Estado. Podemos usar a palavra política em expressões como “política universitária”, “política da escola”, “política do hospital”, “política da empresa”, “política sindical”, não encontramos referência ao governo nem a profissionais da política. Pois elas se referem funcionalidade administrativa, organizacional nas finalidades econômica, educacional, saúde reivindicatória dependendo da entidade a que se refere. A palavra política é usada para referir-se a toda modalidade de direção de grupos sociais que envolva poder, administração e organização. 1. o significado de governo, entendido como direção e administração do poder público, sob a forma do Estado. 2. o significado de atividade realizada por especialistas — os administradores — e profissionais — os políticos — os partidos — que disputam o direito de governar, Neste segundo sentido, a política aparece como algo distante da sociedade, uma vez que é atividade de especialistas e profissionais que se ocupam com o Estado e o poder. A política é feita “por eles” e não “por nós”, ainda que “eles” se apresentem como representantes “nossos”; 3. o significado, derivado do segundo sentido, de conduta duvidosa, não muito confiável, contrários aos interesses da sociedade e obtidos por meios ilícitos. Este terceiro significado é o mais corrente para o senso comum social e resulta numa visão pejorativa da política. Esta aparece como um poder distante de nós (passa-se no governo ou no Estado), exercido por pessoas diferentes de, através de práticas secretas que beneficiam quem o exerce e prejudicam o restante da sociedade. Onde está o paradoxo? Na divergência entre o primeiro e o terceiro sentido da palavra política, pois o primeiro se refere a algo geral, que concerne à sociedade como um todo, definindo leis e costumes, garantindo direitos e obrigações, criando espaço para contestações através da reivindicação, da resistência e a desobediência, enquanto o terceiro sentido afasta a política de nosso alcance, fazendo-a surgir como algo perverso e maléfico para a sociedade.
A divergência entre o primeiro significado e o terceiro é provocada pelo segundo significado, isto é, aquele que reduz a política à ação de especialistas e profissionais. A política foi inventada pelos humanos como o modo pelo qual pudessem expressar suas diferenças e conflitos sem transformá-los em guerra, em uso da força e extermínio recíproco. No modo pelo qual os humanos regulam e ordenam seus interesses conflitantes, seus direitos e obrigações enquanto seres sociais. De outra forma, a política foi inventada como o modo pelo qual a sociedade, internamente dividida, discute, delibera e decide em comum para aprovar ou rejeitar as ações que dizem respeito a todos os seus membros. Como explicar, então, que seja percebida como algo que não nos concerne, mas nos prejudica, não nos favorece, mas favorece aos interesses escusos e ilícitos de outros? As pessoas, desgostosas e decepcionadas, não querem ouvir falar em política, recusam-se a participar de atividades sociais que possam ter finalidade ou cunho políticos, afastam-se de tudo quanto lembre atividades políticas, mesmo tais pessoas, com seu isolamento e sua recusa, estão fazendo política, pois estão deixando que as coisas fiquem como estão e, portanto, que a política existente continue tal qual é. A apatia social é, pois, uma forma passiva de fazer política. A palavra política égrega: ta politika
, vinda de polis
. Polis
é a Cidade, entendida como a comunidade organizada, formada pelos cidadãos nascidos no solo da Cidade, livres e iguais, portadores de dois direitos inquestionáveis, a isonomia (igualdade perante a lei) e a isegoria (o direito de expor e discutir em público opiniões sobre ações que a Cidade deve ou não deve realizar).
Publicado em: 05 novembro, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    em que sentido costumamos usar a palavra política? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual osignificado da politica mais corrente para o senso comun e social hoje? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    o que queremos dizer quando relacionamos a politica as atividades do governo? sábado, 17 de novembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    tentativa Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que queremos dizer quando relacionamos a política as atividades do governo? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que queremos dizer quando relacionamos a política as atividades do governo? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual é a visao do senso comum em relaçÃo À politica ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual significado de isegoria Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual o significado da politica mais corrente para o senso comum e social Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual eo significado da politica mais corrente para o senso comum e social Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual e o significado da politica mais corrente para o senso comum e sovial Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 2. nandy

    política

    O texto até que ficou bacana!!!

    0 Classificação terça-feira, 21 de agosto de 2012
  2. 1. aluno

    paradoxo

    esse texto é ridiculo

    0 Classificação sexta-feira, 2 de dezembro de 2011
X

.