Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Internet E Tecnologia>Crítica de A Evolução da Moeda ao Longo da História

A Evolução da Moeda ao Longo da História

Crítica do Web site   por:LR    
ª
 
Desde as primeiras civilizações até meados do século VII a.C. não existia a noção de dinheiro como estamos acostumados a ver e lidar nos dias atuais. As pessoas adquiriam alimentos e objetos através de trocas, ou seja, escambo ou barganha. Por exemplo, uma pessoa que possuía terras e plantava arroz ou outro alimento qualquer, poderia plantar mais do que realmente precisava, sendo que os alimentos excedentes, este produtor poderia trocar por artigos produzidos por outros produtores. O gado bovino era uma excelente moeda de troca devida suas várias utilidades para quem o barganhava, como locomoção própria, reprodutibilidade e possibilidade de prestação de serviços. Assim como o gado, o sal também foi utilizado como moeda de troca devida sua dificuldade de obtenção, para a época, e grande importância na conservação dos alimentos. Destas duas práticas originaram-se palavras como pecúlio (dinheiro acumulado) – derivado da palavra latina pecus (gado), capital (patrimônio) – palavra derivada latim capita (cabeça) e salário (remuneração paga ao empregado, por empregador) – originada da utilização do sal para o pagamento de serviços prestados em Roma. Entretanto, com o tempo tudo foi mudando e as mercadorias que eram utilizadas como moedas foram perdendo sua força assim que o homem descobriu a possibilidade de trabalhar com o metal, que naquele tempo era muito utilizado na fabricação de utensílios, como ferramentas e armas, entre outros.
O homem descobriu, então, que era muito mais fácil carregar ouro em barra (a princípio) do que carregar mercadorias para se fazer trocas, pois este ocupava menos espaço. Com o tempo o formato, tamanho e composição das moedas foram sendo aprimorados até que se chegassem ao formato da moeda que conhecemos nos dias de hoje. Entretanto, a moeda em forma de cédulas feitas de papel só surgiu no período da Idade Média. Com o intuito de facilitar mais ainda as transações comerciais, os negociantes da época inventaram uma espécie de recibo para não ter que carregarem suas riquezas de um lugar para o outro, ou seja, as pessoas poderiam guardar suas riquezas com ourives ou igrejas da região, que em troca lhes emitiam os recibos. A partir da idéia do recibo surgiu à moeda de papel, que por sua vez também sofreu varias transformações. E a partir da idéia dos negociantes de guardarem seus pertences nas igrejas e ourives, surgiu a idéia de Banco. Assim, o dinheiro evoluiu para forma que conhecemos hoje, um processo que levou cerca de 2000 anos.
Publicado em: 02 outubro, 2006   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    como a moeda se desenvolve Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    mas como surgiu? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    sei la segunda-feira, 17 de janeiro de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    de que material era a primeira moeda Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. carlos

    a moeda

    é esse texto é bem formativo para mim

    0 Classificação sexta-feira, 21 de outubro de 2011
X

.