Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Artes & Humanidades>História>Resumo de A História de Dona Beija, a Feiticeira de Araxá

A História de Dona Beija, a Feiticeira de Araxá

Resumo do Artigo   por:LuizCarlosPereira     Autores: Wikipédia; com
ª
 

Ana Jacinta de São José (1800—1873), foi uma personalidade influente no século XIX na região de Araxá, Minas Gerais, e ficou conhecida pelo apelido de “Dona Beija”.

Nascida em Formiga, ela chegou a Araxá com os avós em 1805. À medida que se tornava moça, sua beleza ia causando inveja nas outras mulheres. Durante toda a vida, Dona Beija, irritou as mulheres e encantou os homens. Apaixonada pelo fazendeiro Manoel Fernando Sampaio, Ana tornou-se sua noiva. O noivo lhe deu o apelido de “Beija” por compará-la à à beleza da flor “beijo”.

Em 1815, o Ouvidor do Rei, Joaquim Inácio Silveira da Motta, fascinado por sua beleza, a raptou. Durante dois anos, Beija viveu como amante do ouvidor na Vila do Paracatu, até que ele, por obrigações com a Coroa, foi forçado a voltar para Portugal. Beija então retorna a Araxá ao receber a notícia que seu antigo amor Antônio havia casado com outra.

Chegando a Araxá, ela encontrou um ambiente hostil. A conservadora sociedade local não a via como vítima, mas como uma mulher sedutora de comportamento duvidoso. Tornou-se assim, uma pessoa indesejada e marginalizada.

Para vingar-se de Antônio, pelo casamento com outra, Ana resolveu prostituir-se e tornar-se amante de todos os homens casados com as mulheres que a condenaram.

Ajudada por amigos, construiu uma bela casa de campo, com o intuito de ali instalar um luxuoso bordel, conhecido como a “Chácara do Jatobá”. Dona Beija, deitava a cada noite, com um homem diferente que lhe pagasse bem. Ela se tornou célebre, atraindo os homens das regiões mais distantes, que a cobriam de dinheiro, jóias e pedras preciosas.

Conta-se que ela jamais esqueceu Antônio que permaneceu sempre o seu grande amor. Uma noite, movido pela embriaguez, Antonio invadiu a “Chácara do Jatobá” e D. Beija dormiu com ele, engravidou e deu à luz uma menina.

Foi Beija quem ordenou que matassem Antônio, a fim de vingar-se da família dele que era contra o caso amoroso entre ambos. Por esse fato, Beija foi levada à justiça, mas seria libertada com a ajuda dos seus fiéis amigos.

Beija então decidiu partir de Araxá com a filha em meados de 1853, num cortejo formado por carroças, a fim de transformar sua vida,se mudando para Bagagem. Passou a morar numa casa grande com uma senzala nos fundos. Dona Beija também chegou a tocar garimpo e ganhou muito dinheiro com os diamantes que encontrou.

Pouco antes de morrer, dona Beija deixou-se fotografar. Doente, se pôs de pé, apoiada numa cadeira.

Em 20 de dezembro de 1873 ela faleceu com tuberculose devido a intoxicação com metais utilizados no garimpo

A telenovela brasileira produzida pela Rede Manchete, Dona Beija, foi inspirada em sua vida e estrelada por Maitê Proença no papel titulo.

Publicado em: 05 julho, 2011   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Gostaria de saber mais informações e artigos sobre Dona Beija. Estou fazendo um trabalho de conclusão de curso sobre ela. Obrigada. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    dona beija levou uma surra Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    beija levou uma surra de rabo de tatu mandado por antonio Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.