Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Artes & Humanidades>História>Resumo de A Revolução Francesa e a Teoria de Kant

A Revolução Francesa e a Teoria de Kant

Resumo do Livro   por:EliasFilho     Autor : Bobbio
ª
 
Atualmente, a responsabilidade do ser humano assume dois significados: o primeiro de levar em conta as conseqüências do próprio ato e; o segundo, responder pelas suas ações ante seu próximo.
Neste capítulo, o autor refere-se à ambigüidade da história, dizendo que hoje essa ambigüidade é maior do que nunca. Procura esclarecer se o mundo dos homens dirige-se para a paz universal ou para a guerra.
Norberto Bobbio enfatiza a idéia de um “sujeito universal”, ou seja, a atribuição de poderes próprios a um sujeito, diferente do homem singular, o qual permitiria apenas uma reconstrução conjetural, o que para Kant, seria apenas uma idéia ilusória.
Kant difere a história conjetural da história profética, sendo esta a única capaz de evitar a guerra, em harmonia com os direitos naturais do homem singular, de modo que aqueles que obedecem à lei, poderão sobre ela legislar. Ressalta, ainda, que se faz necessário uma autodisciplina do conflito para se alcançar a Constituição de um ordenamento civil universal, ou seja, uma cosmópolis, em que cada homem é cidadão do mundo, e não somente de um Estado particular.
Para o filósofo, além das relações entre Estados e Estados, deve haver uma relação entre cada Estado particular com os cidadãos de outros Estados, surgindo uma reciprocidade entre o Direito de visita do cidadão estrangeiro e o dever de hospitalidade do Estado visitado.
Concluindo, diz Kant que o direito Cosmopolita seria necessário para o surgimento de uma paz perpétua e criação de um direito público geral.
Para o autor, o único sinal de um seguro movimento histórico seria um reconhecimento e uma garantia, cada vez maior, dos direitos do homem.
Publicado em: 13 julho, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    hoje como se aplicaria a teria de kant Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual seria entao o paralelo da teoria de kant na revolucao francesa e os dias atuais Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual a relacao da teria de kant nos dias de hoje Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    teorias revolucao francesa e seus desdobramento Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.