Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Artes & Humanidades>História>Resumo de Herodes, o Grande

Herodes, o Grande

Resumo do Livro   por:caligula     Autor : ANONIMO
ª
 
Herodes, o Grande (ou em hebraico Hordos הוֹרְדוֹס ), nascido em cerca de 73 a.C. e morto em 4 a.C., foi rei da Judéia entre 37 a.C. e 4 a.C., imposto pelo Império Romano. É conhecido principalmente pela oposição dos judeus ortodoxos de seu tempo e por ter buscado matar Jesus, de acordo com o Evangelho de São Mateus, um relato não sustentado pelos outros evangelhos. A maior parte do que conhecemos de sua vida nos é narrada pelo historiador judeu Flávio Josefo. Um dos problemas para Herodes era a falta de legitimidade do seu governo. O facto de ele não ser descendente do Rei David, ao contrário de Jesus (segundo os evangelhos), tornava difícil a tarefa de legitimar o seu "reinado". O seu receio levou-o mesmo a destruir os arquivos genealógicos de algumas das famílias nobres judaicas, potencialmente rivais. Numa tentativa de legitimar ainda mais o seu poder, Herodes casou com Mariana, a filha do alto sacerdote do Templo, uma descendente da dinastia hasmónea. Segundo Flávio Josefo, o receio de Herodes era tal que ele teve mesmo a ideia de mandar construir a fortaleza de Massada como local de refúgio para o caso de as massas se revoltarem e o trocarem por um descendente do Rei David.Influência política Herodes destronou os reis da dinastia hasmónea, que tinham governado Israel mais de um século. Essa dinastia tinha contado com o apoio dos saduceus. Por isso, Herodes era mal visto entre os saduceus. Em contrapartida, ele pôde contar com o apoio da facção moderada dos fariseus, conduzida por Hillel. Contou também com o apoio dos judeus da diáspora, mesmo naquela época de número considerável. Já a relação com os essénios era mais complicada. Por um lado, os essénios detestavam Roma e não aprovavam que Herodes governasse em nome de Roma. Por outro lado, Herodes era um amigo de Menahem, o essénio e respeitava os essénios.
Publicado em: 03 janeiro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. melize

    coisas

    voces poderia botar mais coisas sobre a vida de herodesz

    0 Classificação sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008
X

.