Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Artes & Humanidades>Artes>Resumo de Análise "A Persistência da Memória" - Salvador Dali

Análise "A Persistência da Memória" - Salvador Dali

Resumo do Artigo Científico   por:laucc    
ª
 
A obra “A Persistência da Memória” foi assim nomeada devido ao fato de ser dificilmente esquecida. Segundo Dalí, as formas e cores de sua composição ficam gravadas na memória até mesmo de quem a observou apenas uma vez.

Os relógios flácidos foram idealizados por Dalí após jantar uma porção de queijo camembert, caracterizados por possuir consistência cremosa. Porém, o propósito de Dalí não foi o de persuadir pessoas a comerem relógios; eles conotam dois significados distintos: primeiramente, a relatividade do tempo e espaço (ambos maleáveis), característica notada também na marcação das horas, distinta nos três relógios, e na mosca pousada em um deles, indicando que “o tempo voa”. E subliminarmente, o contraste entre macio e duro, indicando impotência e erotismo, respectivamente. Podemos ver então a influência da teoria freudiana nas obras de Dalí, como seus estudos sobre instintos, onde estes seriam canais através dos quais a energia pudesse fluir. Essa energia seria aproveitável para os instintos de vida. "Sua produção, aumento ou diminuição, distribuição e deslocamento devem propiciar-nos possibilidades de explicar os fenômenos psicossexuais observados" ( 1905a, livro 2, p. 113 na ed. bras.).

As formigas representam decadência, e o ato de atacar o relógio como se este fosse um produto orgânico é outro sinal da sexualidade inserida na obra, onde estas buscam saciar os instintos citados acima.

Como em muitas obras, o rosto de Dalí está presente na pintura, sendo destacado no fundo preto.

O azul do céu e a cor de areia das rochas contrastam com o resto da figura. As linhas não seguem padrões estéticos nem direções significativas, traço marcante no surrealismo.

Publicado em: 17 dezembro, 2009   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    qual o proposito dessa obra? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    sobre a formigas a sexualidade o q tem aver Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual recurso o pintor utilizou para transmitir a sua menssagem Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que as imagens representa na tela Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    a imagem mostra uma cena real? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Não entendi sua pergunda!Essa é uma pintura surrealista,ela sobre sai a realidade e cai em uma esfera de liberdade onde não existe repressão da razão,Logo quebra o paradigma da ausência de racionalidade humana. sexta-feira, 14 de junho de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    porque os relogios marcam a mesma hora? porque o pintor fez essa opção? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais elementos da realidade aparecem nesse quadro? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    é uma pintura surrealista!!! fora da logica, entao nao precisa da realidade .-. segunda-feira, 18 de março de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    que ideia sobre o tempo esses relógios transmitem ao observador do quedro??? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Uma análise muito clara e perceptivel. (PS. Não uma pergunta mas apenas um pequeno comentário.) Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Cara venho que isso nub?? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.