Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Artes & Humanidades>Resumo de A Identidade Cultural na pós-modernidade

A Identidade Cultural na pós-modernidade

Resumo do Livro   por:lionessantos     Autor : Stuart Hall
ª
 
O livro compõe-se de seis partes: 1 - A Identidade em questão; 2 - Nascimento e morte do sujeito moderno; 3 - As culturas nacionais como comunidades imaginadas; 4 - Globalização; 5 - O global, o local e o retorno da etnia; 6 - Fundamentalismo, diáspora e hibridismo. Segundo Stuart Hall, as "velhas identidades" , que por longo tempo estabilizaram o mundo social, estão em declínio, fazendo surgir novas identidades e fragmentando o indivíduo. Na primeira parte do livro Hall trata das mudanças que vem ocorrendo nos conceitos de identidade e de sujeito. Stuart Hall desenvolve o argumento sobre identidades culturais sob o prisma de três concepções de sujeito: a) o sujeito do Iluminismo; b) o sujeito sociológico; c) o sujeito pós-moderno. O segundo capítulo trata do descentramento do sujeito resultando em identidades mutantes, inacabadas e até contraditórias. No capítulo 3, Stuart Hall discute as identidades nacionais como possibilidades de unificação e homogenização. O capítulo 4 põe em pauta a questão da globalização e as possíveis tensões entre o "global" e o "local" na transformação das identidades. O capítulo 5 examina os efeitos da globalização sobre as identidades. Aponta ainda para a possibilidade da globalização produzir, simultaneamente, novas formas de identificações globais quanto locais. O capítulo 6 faz uma abordagem sobre o fundamentalismo, diáspora e hibridismo. Segundo Stuart Hall, cada vez mais emergem-se identidades culturais que não são fixas, que estão em constante processo de transição. Hall conclui que, embora alimentada sob muitos aspectos, "a globalização pode acabar sendo fonte daquele lento e desigual, mas continuado, descentramento do Ocidente".
Publicado em: 16 março, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Oque diferencia a visão antropológica de cultura,da quela maioria de pessoas? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como conciliar poder disciplinar e o processo de individualização Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    COMO PODEMOS CARACTERIZAR O SUJEITO PÓS MODERNO Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Quais os processos sociais que promovem hibridismo e diáspora? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais as implicaçoes dessas alteraçoes identitarias para o processo de santificaçao? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual a contribuiçao dos efeitos da globalização Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como se constitui o sujeito do iluminismo? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    semelhante a ele mesmo, centrado nele proprio. domingo, 27 de novembro de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    cite a arugumentação do filosofo Roger Scruton, sobre o homem e a sociedade. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    tenho um trabalho para apresentar e não sei p de nada,queria algo relacionado aos topicos: *racismo cultural, * novas identidades que emergiram nos anos 70 e *globalização x cultura nacional Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quero saber rusumo do cap. III, as culturas nacionais como comunidades imaginadas Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.