Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Artes & Humanidades>Resumo de Paixão proibida

Paixão proibida

Resumo do Artigo   por:AnitaMatos     Autor : ANita Matos
ª
 
Paixão proibida
O destino nos desafiou, nos lançou ao outro e nos traiu logo de imediato... Antes era só amizade tranqüila, serena, Mas em um determinado momento de fragilidade humana fomos despertados e dominados pela insensatez da atração homem/mulher. Nos despimos da razão, sem a crítica da condenação, do proibido, do não. Seguimos apenas a voz do coração e nos envolvemos completamente pela emoção. De repente, vítimas da nova tecnologia, fomos delatados e lançados no tribunal da condenação; jogados ao chão, amordaçados, algemados e julgados pelos juizes da ameaça, da proibição, da rejeição, da indiferença e da ilegalidade, os quais nos obrigaram a contar nosso segredo o qual durou pouquíssimos dias – Um amor proibido... O pouco tempo que passamos juntos, guardo na lembrança e recordo-me dos momentos felizes que ao seu lado estive. Você foi minha alegria nas horas em que eu mais precisei. Vivemos momentos lindos, intensos e prazerosos – Jamais esquecerei. Porém, agora, só me resta saudades. Saudades estas, que eu não quero sentir. Tudo ACABOU, EU SEI – Uma aventura que nem poderia ter começado. Existem determinadas coisas que acontecem em nossas vidas, as quais pensamos nunca viver. Mas somos seres humanos, passíveis de erros e tropeços, os quais provocam choros, recordações e sofrimentos que doem até o âmago da alma. Todavia quando isso ocorre, sentimos o coração ferido e estremecer pela perda, pela desilusão; os nossos olhos simplesmente perdem o brilho; e as palavras? Ah.
.. as palavras... Substituímos-nas pelas lágrimas e o silêncio da dor. Para meu coração que anda pesado, calado e muito machucado, bate descompassado. Coitado!!! Não entende, o porquê que tanta dor me causa se ainda penso em você, Suspiro, suspiro; respiro e respiro; solidão aperta; faço força e não quero mais pensar. . Mas devemos ter o amor próprio que nos ensina a lição reanimando-nos através do grito em nossos ouvidos: levanta, ergue tua alegria, teu vigor, teu sorriso, não dê lugar à tristeza, pois, por mais forte que o sentimento seja, encontramos sempre um conforto. Devemos nos lembrar que o sol sempre volta a brilhar após uma longa tempestade de verão. Anita Matos Escreva o seu resumo aqui.
Publicado em: 17 novembro, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    quais os momentos e cenas antropologicas no filme paixao proibida Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais as cns antropologicas no filme paixao proibida Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 2. tatinha

    paixão proibida

    tenho 50 anos 2 filhos sou casada,estou guardando uma paixão que me machuca pelo um homem casado de 40 a e ele nao sabe,tento sair dessa e é dificil,ele me atrai muito...

    0 Classificação terça-feira, 12 de julho de 2011
  2. 1. mae dela

    paixao proibida

    Amei, tanta sinceridade nas suas palavras. Me senti compreendida so de ler e jamais penserei que isso que esta aconteçendo comigo seja pecado. Hoje sim entendi que é algo muito normaal e q possa a vir aconteçer a todo ser humano..

    0 Classificação quarta-feira, 18 de maio de 2011
X

.