Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Artes & Humanidades>Resumo de O Mito de Sísifo

O Mito de Sísifo

Resumo do Artigo   por:Nagib     Autor : Nagib Anderáos Neto
ª
 
Sísifo fora condenado pelos deuses a realizar um trabalho inútil e sem esperança por toda a eternidade: empurrar sem descanso uma enorme pedra até o alto de uma montanha de onde ela rolaria encosta abaixo para que o absurdo herói mitológico descesse em seguida até o sopé e empurrasse novamente o rochedo até o alto, e assim indefinidamente, numa repetição monótona e interminável através dos tempos. O inferno de Sísifo é a trágica condenação de estar empregado em algo que a nada leva. Ele amara a vida e menosprezara os deuses e a morte. Por tal insolência fora castigado a realizar um trabalho sem esperança. Sua rebeldia poderia ter sido motivo de reverência por insurgir-se contra o espectro da morte e o poder dos deuses, mas fora castigado por uma justiça duvidosa. Não seríamos todos Sísifos que fazemos de nossa vida diária uma enorme pedra que levamos ao topo de uma montanha para que role ladeira abaixo e volte a ser erguida no dia seguinte na rotina do trabalho que se repete sem variação ou renovação? Não estaríamos empenhados num grande esforço, numa grande luta, num grande sacrifício que poderia não estar levando a nada como o sisifismo da mitologia? Talvez nosso trabalho seja uma condenação e nossa vida uma tragédia rotineira. Talvez, num lampejo de consciência, Sísifo tivesse reconhecido o peso de seu infortúnio representado pelo enorme rochedo da materialidade e da inutilidade; consideraria que ele próprio, com a sua mente e sua sensibilidade, estaria assemelhando-se ao rochedo, e que seria necessário reverter aquele processo monótono, cíclico, repetitivo.
Talvez fosse possível mudar a rotina absurda de dias, anos e séculos. Preso, no entanto, à mitologia, criado que fora para cumprir esta finalidade pedagógica, nada pode mudar. Ele prossegue no seu tormento para que possamos superar o nosso; é um herói trágico e absurdo. Para o ser humano existe a possibilidade de modificar a rotina absurda, de lançar longe o rochedo das misérias, da ignorância e da inconsciência; deixar de repetir os dias, os anos e as vidas sem variação alguma para construir o próprio destino. A pedra de Sísifo tem, nos dias de hoje, outros nomes, mas é inútil o trabalho de erguê-la. Deixemos que o rochedo role ladeira abaixo e que Sísifo prossiga como mito. Pensemos que poderemos superar aquele trabalho rotineiro, inútil e sem esperança modificando a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Nagib Anderáos Neto andergatti@terra.com.br www.nagibanderaos.com.br
Publicado em: 23 maio, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    lenda sisifo ,porque ela tem sido atribuída ao conceito de trabalho Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    resumo de sisico Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que faltou a sisifo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O que isso quis dizer? Por quê eu não entendir patavinas dessa história ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Nda quarta-feira, 8 de junho de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    avaliação da aprendizagem Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é uma vida objetivamente sem sentido de acordo com o mito? ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    ele trabalhara infinitivamente quinta-feira, 1 de dezembro de 2011
  1. Responda  :    è aquela vida em que a pessoa não tem coragem de mudar seu destino, pois o homem diferentemente dos deuses conforme a mitologia pode fazer o seu destino, isto pode ser aplicado nos dias de hoje aos trabalhadores que conformam-se com seu cotidiano sua mesmise, diferentemente de sisifo que foi condenado a repetitividade, embora tenham oportunidade de mudanças, não tem a coragem de emfrenta-la pois estão impregnados de derrotismo, de lamuria-se de sua sorte, a repetitividade gera o comformismo. quinta-feira, 9 de junho de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    o relegarpara segundo plano o prazerdo trabalho detrimento do dinheiro ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    o relegar para segundo plano o prazer do trabalho do dinheiro domingo, 15 de maio de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    comente o enxerto Sisifoé um heroi tragico e absurdo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    onde esta representada a vida rotineira poder politico que Sisifo não tevecoragem de desafiar ou questionar Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O que ele fez errado para ser condenado pelos deuses? ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    O que ele fez foi negociar com os Deuses para poder ter água e deu-a aos humanos: coisa que não deveria ter feito, pois assim foi condenado a um castigo doloroso e inutil. sábado, 7 de maio de 2011
  1. Responda  :    Ele enganou a morte. Pode dizer-se que ao levar a pedra e ao sorrir para os Deuses, Sisífo "ganhou", pois os Deuses estavam a fazer troça dele e ele ainda assim sorriu-lhes como quem diz: "Vou gozar também com vocês." sábado, 7 de maio de 2011
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. Marta

    Mito de Sísifo

    Gostei deste mito!! Vou lê-lo aos meus filhos, com toda a certeza!

    0 Classificação sábado, 7 de maio de 2011
X

.