Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciência>Física>Resumo de Campo magnético

Campo magnético

Resumo do Livro   por:PoetaCaminha     Autor : poeta caminha
ª
 
CAMPO MAGNÉTICO

Produção de ímã artificial – friccionar um ímã natural sobre um material ferromagnético. Fricção no mesmo sentido; Tocando o ímã em algum material ferromagnético.

Por convenção, podemos supor que as linhas do campo magnético, na parte de fora do ímã, “saem” do pólo do norte e entram pelo pólo sul.

Vamos definir o vetor campo magnético B, em um ponto, com as seguintes características:
*intensidade: proporcional à densidade (concentração) de linhas de indução magnética.
*direção: sempre tangente, a cada ponto, à linha de indução magnética.
*sentido: o mesmo sentido das linhas de indução.

Quanto mais próximo do ímã, maior será o módulo do ponto em questão.

Quanto maior o valor do campo magnético, maior será a densidade das linhas de indução.

Se colocarmos uma pequena bússola próxima ao ímã, a agulha da bússola tende a se alinhar com as linhas de indução.

No ímã tipo ferradura, as linhas de indução se encontram paralelas e igualmente espaçadas.

Podemos concluir que este tipo de ímã apresenta campo magnético uniforme.

Correntes elétricas produzem em torno de si, campos magnéticos.

Embora um ímã, como um todo esteja parado, seus átomos são compostos de elétrons que se encontram em constante movimento em torno do núcleo. Temos então, uma carga elétrica em movimento e, consequentemente, um efeito magnético. Mais importante é o fato de os elétrons girarem sobre o seu próprio eixo. O giro do elétron também é uma carga elétrica em movimento, que também criará um efeito magnético.

Oersted descobriu que um ímã é capaz de causar a deflexão numa bússola, isto é, uma corrente elétrica e capaz de criar um campo magnético ao seu redor.

Também é fácil verificar que o campo magnético, num ponto próximo ao fio, é tanto mais forte quanto mais intensa for a corrente que o atravessa.

Mi
B = ------
2Rr

o valor do campo magnético no centro da espira circular é diretamente proporcional à intensidade i da corrente elétrica que por ela circula e inversamente proporcional ao raio R dessa espira.

A expressão completa para a intensidade do campo magnético, no centro de uma espira circular será dada por:

Mi onde M é a
B = ------ permeabilidade
2R magnética do vácuo

Uma bobina chata (com seu comprimento bem menor que seu raio R) pode ser obtida se enrolarmos N espiras justapostas; teremos um campo magnético B, no seu centro, com módulo igual a:
Mi
B = N------
2R
O campo magnético no interior de um solenóide é praticamente uniforme. Esse campo apresenta um valor que depende diretamente do valor da intensidade da corrente elétrica i que passa por ele, depende do número de espiras ‘N’ e varia inversamente com o comprimento ‘L’ do solenóide.
N
B = Mi ------
L

Os materiais que possuem grande permeabilidade magnética e muito maior que a do vácuo, recebem o nome de ferromagnéticos.

Publicado em: 11 outubro, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. alda mateus

    fisica

    este site me ajudou bastante

    0 Classificação segunda-feira, 18 de outubro de 2010
X

.