Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciência>Química>Resumo de Doenças Causadas Pelo Uso de Aditivos Químicos

Doenças Causadas Pelo Uso de Aditivos Químicos

Resumo do Artigo Científico   por:An Amelia     Autores: Dulce Moreira Militão; An Amélia
ª
 
O homem já usava a técnica para conservar alimentos há séculos, muito antes do surgimento da industrialização dos alimentos. No entanto, os conservantes eram naturais, como o sal e o vinagre, por exemplo. Não havia tanta polêmica quanto ao uso dos mesmos, como em nossa sociedade contemporânea. Alguns pesquisadores no ramo da química industrial alimentar, defendem os aditivos químicos como inofensivos á saúde dos seres humanos e outros os consideram substâncias tóxicas, que podem causar enfermidades letais, como o câncer. 
    Todo aditivo químico antes de ser comercializado, passa por testes a fim de que seja autorizado por lei, para consumo humano e faz parte de um código internacional, o Codex Alimentarius. Também recebe um número com a sigla INS ( International Number System isto é, sistema numérico internacional), nomenclatura usada mundialmente. No Brasil, a ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária), é a entidade oficial encarregada de normatizar os aditivos químicos. 

    Existem cerca de 3500 tipos de aditivos alimentares, muitos são derivados de frutas, como os denominados de acidulantes. Os mais comuns nesta categoria, são os ácidos orgânicos similares aos encontrados nas frutas, como exemplos temos o Acido Málico, extraído da maçã; o Ácido Tartárico da uva; e o Ácido Cítrico, da laranja e do limão. Estes aditivos são usados para aproximar o sabor dos produtos da acidez da fruta que dá nome ao produto, de acordo com Otávio Antônio Valsechi, pesquisador da Universidade de São Carlos, Araras SP (O. Valsechi, 2001). 
    Embora existam muitos aditivos químicos alimentares, trataremos neste artigo, somente dos mais usados e vistos como supostos causadores de doenças em seres humanos; entre eles estão: conservantes, corantes, aromatizantes, antioxidantes, emulsificantes e estabilizadores. As afirmações sobre aditivos químicos abaixo, são baseadas em publicações recentes. 
    Hoje, no mundo dos alimentos industrializados, além dos diversos tipos de câncer, supostamente causados por substâncias químicas, há também as alergias. No caso dos corantes, utilizados para colorir alguns alimentos, como doces e caramelos, são considerados maléficos á saúde humana, tanto quanto o aditivo adoçante aspartame, adoçante das cocas-cola diet (zero) e light. 
    Há casos comprovados, de que uma criança por chupar um pirulito que contenha algum tipo de corante, pode vir a falecer se não for medicado a tempo. Os sintomas para este tipo de alergia são lábios inchados e pele com manchas vermelhas. 

    Experimentos com ratos feitos pela Fundação Européia Ramazzini, em 2007, indicaram que os ratos desenvolveram tumores cerebrais e leucemia ao consumir aspartame. Vide site. (TruthOrFiction.com 2009). 
    Ainda sobre o aspartame, os estudos realizados no Brasil pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, em 2006, por Marielza R. Ismael Martins, com ratas prenhas, em um período de 20 dias, de testes, estes animais morreram e os rins fetais deles foram tratados em tubos de ensaio e os resultados indicam que a substância aspartame é daninha aos rins. “O uso do aspartame produz efeitos em todas as estruturas renais sugerindo nefrotoxicidade” [ou seja, envenenamento], afirma Martins. (Martins, 2006). 
    Quanto aos nitratos e nitritos, os mesmos têm sido objetos de pesquisas, como conservantes químicos, ou seja, aditivos que causam o câncer de estômago. O nitrato de sódio tem como fórmula química NaNO3 e o nitrito de sódio NaNO2 e são aditivos usados para conservar carnes processadas. 
    O preocupante desta informação é que estas substâncias estão em muitos alimentos que consumimos, entre eles, a salsicha, presunto, salame, picles, mortadela, queijos, e bacon, de acordo com Jocelem Mastrodi Salgado, pesquisadora na área de alimentos, pela Universidade de Piracicaba, SP, em entrevista ao Iva Estelar, site pertencente ao uol.com.br. Sobre estas duas substâncias sintéticas, ressalta Mastrodi Salgado,“Esses conservantes podem transformar-se em nitrosaminas, substâncias com potente ação carcinogênico, responsável por altos índices de câncer no estômago”, (Yva Estelar, 2009). 
    Sejam os conservantes químicos nocivos ou não à saúde, o certo é que o avanço tecnológico no ramo de processamento e industrialização de alimentos trouxe muitos benefícios ao homem. Além do armazenado dos produtos por tempos mais prolongados, não poderíamos deixar de ressaltar a importância dos alimentos enlatados, na ajuda humanitária, em caso de guerras e acidentes naturais, como as enchentes, por exemplo, já estes são mais indicados para o transporte e estocagem. Então, poderíamos dizer que os conservantes químicos são um mal necessário para a nossa sociedade contemporânea. 
    Já que os aditivos químicos são basicamente, imprescindíveis na nossa sociedade contemporânea, devemos estar atentos para que casos chocantes como aquele do leite com soda cáustica, não aconteçam mais. O leite contaminado foi comercializado há cerca de dois anos atrás, pelas companhias Centenário, Calu, e Parmalat, segundo a imprensa nacional (folha.uol, outubro de 2007). 
    Para finalizar este artigo, sugiro que sigamos o conselho da pesquisadora de alimentos, citada anteriormente, Jocelem Salgado, de que nas nossas idas aos supermercados e mercearias, olhemos as etiquetas com cuidado e levemos os produtos mais naturais possíveis. Também podemos recorrer a ANVISA para fazer reclamações, através do site ouvidoria@anvisa.gov.br

Resumo do meu trabalho apresentado na I Semana de Química da FASVIPA, Pão de Açúcar, AL em junho de 2009.
MILITÃO, Dulce Moreira. Aditivos Químicos Alimentares, seu Papel na Sociedade Contemporânea. Comunicação Apresentada na I Semana de Química da Faculdade Integrade São Vicente Pão de Açúcar ,Pão de Açúcar , AL.
dulce-idiomas@hotmail.com

Publicado em: 22 junho, 2009   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Ótima as colocações. Esses produtos químicos estão em todo tipo de alimento, aumentando as estatísticas de pessoas alérgicas e doentes.As frutas e vegetais dão ótimos corantes alimentares naturais. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual tipor de alegias Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    muito bom!! essas doenças podem ser evitadas, e só presta ATENÇÃO ao que comemos!!! Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais doenças podem causar comidas industrializadas? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    os aditivos químicos são adicionados aos alimentos industrializados em grande quantidade nos expõem desde reações como dor de barriga,vomito, enjoos e diarreias ate doenças mais serias como alergias, distúrbios gastrointestinais e ate câncer. espero ter te ajudado!!! =) sexta-feira, 9 de agosto de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    n seeii mano vtnc Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais são os efeitos provocados pelo acidulante ins 330 ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais os efeitos dos aditivos na saúde das pessoas estou no 9° ano do ensino fundamental Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    princapais doenças causadas pelos aditivos quimicos ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O funcionário que manipula nitratos e nitritos no tempero da fabricação de salsichas, linguiças, mortadelas, está exposto à insalubridade? O trabalho de temperar (preparar os conservantes) é insalubre Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quero saber qual alimento mais saúdavel para ser consumido Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. Marinella Ferreira

    Péssimo vocabulário

    Pouca informação. Português muito fraco, falta de vocabulário. Sou uma professora da Escola Portuguesa de Macau.

    0 Classificação quarta-feira, 30 de outubro de 2013
X

.