Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Ciência>Resumo de Água I: ESCASSEZ DE ÁGUA POTÁVEL PARA CONSUMO HUMANO

Água I: ESCASSEZ DE ÁGUA POTÁVEL PARA CONSUMO HUMANO

Resumo do Artigo Científico   por:ProfAndreLuis     Autor : Carl Sagan
ª
 

A água pode ser encontrada na natureza em todas as fases de agregação: sólida, líquida e vapor (gasosa) e seus pontos de fusão e ebulição são relativamente elevados, o que explica-se como fator das fortes interações intermoleculares existentes. Possui propriedades únicas; é imprescindível para a manutenção de toda e qualquer espécie de vida, representa cerca de 70% da massa do corpo humano. Uma pessoa de boa saúde pode ficar até 50 dias sem comer, mas não mais do que 4 sem água. A morte por desidratação, que atinge principalmente as crianças, ocorre devido à perda de uma quantidade de água bastante pequena, certa de 10% da existente no corpo.
Poucos sabem, mas de toda água do globo terrestre, apenas 1% serve para abastecer a população. Por milhares de anos, essa minúscula quantidade atendeu às necessidades humanas, porém, o consumo de água vem aumentando rapidamente, e hoje milhões de pessoas do mundo inteiro já enfrentam escassez e racionamento, e o problema tende a aumentar. Parece inacreditável, mas o mundo atual está prestes a enfrentar uma grande crise no abastecimento de água.
Atualmente, 29 países já tem problemas com a falta de água, entre eles, pode-se citar o Oriente Médio; China, Índia e o Norte da África, e até 2050, as previsão da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que mais de cinqüenta países enfrentarão crise no abastecimento de água. É compreensível, esta crise deve-se a determinados fatores, como o crescimento da população, atividades econômicas e desperdícios domésticos por mau uso deste líquido, tratado na maioria das vezes como ilimitado.
Para minimizar ou talvez solucionar esse problema, os cientistas pesquisam três saídas, visando aumentar a oferta de água: o aproveitamento das geleiras e dos icebergs; o uso dos estoques subterrâneos, ainda não totalmente explorados; e a dessalinização da água do mar, ou seja, o processo de transformação da água salgada em água doce. Entretanto, nenhuma dessas soluções é corriqueira e economicamente viável, o que as torna impraticáveis para a maioria dos países que enfrentam o problema.

A melhor forma de combater a falta de água, naturalmente, é equilibrar a oferta existente à demanda, e para tal, é preciso por em prática certas medidas, como proteger-se as fontes de água já existentes, recuperar-se aquelas que estão contaminadas e principalmente combater-se a cultura doméstica do desperdício. Atos simples, como desligar a torneiro enquanto se escova os dentes ou utilizar a água de saída da máquina de lavar para a limpeza de pátios (que já possui inclusive o sabão necessário), quando somados, representam uma enorme economia da água disponível do planeta.
Sabe-se que o Brasil é um país privilegiado, possui 20% de toda água doce da superfície da Terra, porém, também enfrenta grandes problemas de abastecimento, pois 80% dessa água está localizada na Amazônia, região mais desabitada do país. Os 20% restantes é distribuído desigualmente pelo restante de país e precisa atender 95% da população. Além do mais, a grande maioria dessa água está contaminada, sendo que os grandes vilões são os esgotos domésticos, a indústria e os inúmeros resíduos tóxicos descartados em rios e mananciais sem o mínimo de controle.
O país também enfrenta o problema da seca no nordeste, região que sofre muito pela escassez de água. Nesta região, há certamente carência de uma política por parte do governo local e nacional bem definida e bem executada, para tornar a vida dessa população menos sofrida. Mas não se deve esperar alguém fazer algo quando, inequivocamente, tem-se possibilidade de individualmente contribuir-se com a questão. Cabe a cada cidadão melhor utilizar este recurso único e indispensável, para que em um futuro próximo não venha a sucumbir por problemas gerados por si mesmo. 
 

Publicado em: 20 agosto, 2009   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    o brasil ja enfrentou alguma crise de racionamento no consumo de agua? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    nos coremos o risco de ficar sem agua? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    acho que sim quarta-feira, 6 de março de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    quais as causas da ccrise que o mundo ja enfrenta por falta de agua potavel? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    no mundo em que vivemos com poluicao,dezordem,doencas ,coremos riscos de um dia ficarmos sim agua. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    ele nao pode ser mais pequeno Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é a escassez de água ( 3 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    eu queria sabe quais as cidades brasileira que sofrem com a escassez de agua mais nao tem. sábado, 7 de julho de 2012
  1. Responda  :    a falta de água sexta-feira, 6 de julho de 2012
  1. Responda  :    escases e bomba segunda-feira, 2 de julho de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    que e escassez de agua potavel pf eu tenho que fazer trabalho da escola URGENTEEEEEEEEE!!!! ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    e eu tambem trabalho para a escola urgenteee! sábado, 7 de julho de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    mais paises que enfrentam a crise no abastecimento de agua Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    lista dos paises com agua potavel e nao potavel ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    a falta de m agua no sangue causa a _________- entre outros prejuisos a saude Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. vanesa

    elogios

    eu achei muito enteresante mais acho que devia melhorar porque agua e um bicho danado que nao pode acabar

    0 Classificação quinta-feira, 29 de setembro de 2011
X

.