Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Romance>Resumo de Dom Casmurro

Dom Casmurro

Resumo do Livro   por:Mareli     Autor : Machado de Assis
ª
 
O romance pode ser considerado uma autopsicanálize de Bento Santiago, que também é chamado Bentinho ou Dom Casmurro, que viveu uma história de amor de final trágico (acredita que foi traído por sua esposa). A história começa anos depois da morte de Capitu, quando Dom Casmurro decide escrever um livro contando a história de sua vida e começa então uma longa narrativa de flashbacks. Bentinho vive no Rio de Janeiro, em Matacavalos, com sua mãe Dona Glória, tio Cosme, Justina e o agregado José Dias. Na casa ao lado vive Capitu (ou Capitolina), sua amiga. Bentinho se destina, devido a uma promessa feita por sua mãe, para se tornar um padre, mas por muitos anos, este voto é esquecido. A história começa quando José Dias, observando o nascimento dos sentimentos de ternura entre Bentinho e Capitu, faz Dona Glória lembrar e destaca a necessidade de enviá-lo imediatamente para o seminário. Bentinho, no entanto, tornou-se apaixonado por sua amiga. Bentinho, contra a sua vontade, entrou para o seminário, mas ainda há um longo tempo, porque com a ajuda de Capitu, José Dias convence a mãe a desistir da promessa. Vários anos se passaram e o amor cresceu entre Bentinho e Capitu. Entretanto, entre a saída do seminário e seu casamento, Bentinho se formou em Direito e tornou-se amigo de Escobar, ex-colega, que mais tarde casou-se com Sancha, amiga de Capitu. As duas famílias se tornaram muito unidas e vivem alguns anos em completa felicidade.
A amizade entre Capitu e Escobar, no entanto, começa a despertar em Bentinho sentimentos de ciúme. Dois anos após o casamento nasceu um filho, Ezequiel. Bentinho começa a ver uma semelhança entre o filho e Escobar. Alguns anos depois Escobar morre afogado e copiosas lágrimas de Capitu despertam mais suspeitas em Bentinho. Ao longo dos anos, o ciúme e a insegurança Bentinho emergem mais e ele começa a ver a figura de Escobar no filho Ezequiel. Bentinho pensa em suicídio e em matar sua esposa e filho e, finalmente, decide se separar dela. Então deixa Capitu e Ezequiel na Suíça, onde a mulher morreu alguns anos depois. Ezequiel, como um adulto, se formou em arqueologia e antes de sair para o Egipto, onde vai encontrar a morte, viaja ao Rio para visitar Bentinho. Ele está idêntico a Escobar. Bentinho se torna cada vez mais solitário e perturbado e passa a viver com suas memórias, constrói uma casa igual à do tempo de criança em Matacavalos, numa tentativa de unir os dois lados de sua vida. Entretanto é tarde demais: Bentinho é velho e "Casmurro" gíria da época usada para definir uma pessoa silenciosa e fechada.
Publicado em: 22 junho, 2010   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.