Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Como Fazer E Auto-Ajuda>Resumo de Inveja e Gratidão

Inveja e Gratidão

Resumo do Livro   por:Perpetue     Autor : Melanie Klein
ª
 

A gratidão e a inveja são sentimentos difíceis de serem identificados e compreendidos em nós mesmos, especialmente quando considerados em sua significação, dimensão e profundida exatas.
Mesmo a gratidão_ que é baseada em sentimentos amorosos_ é facilmente confundida com o que se denomina de "falsa gratidão". Esta, ao invés de estar ligada á confiança e aceitação do bom objeto, bem como do reconhecimento do que dele se recebeu e á necessidade de retribuir a gratificação obtida, é primariamente um procedimento que tenta manter controlado o objeto, considerado perseguidor, através do seu aplacamento por meio da conduta aparentemente adequada é oferendas.
Devido ao aspecto desagradável existem certos "mal entendidos" ou outras acepções populares no emprego da expressão "sentir inveja" que, em verdade, tentam atenuar seus efeitos dolorosos e repugnantes para a pessoa que os experimente.
Com efeito, muitas vezes o vocábulo inveja, embora claramente definido nos dicionários _ como desgosto ou pesar pelo bem dos outros; desejo violento de despojar o outro dos seus bens_ é usado com sentido de admiração ou então de desejar ter ou alcançar o que a pessoa invejada possui.
em certo sentido, o mesmo secede também com os especialistas, pois nos vocalários e dicionários psiquiátricos e psicanalíticos não constam os termos inveja e gratidão.

Talvez o fato que acaba de ser mencionado pode se constituir em um exemplo das potentes resistências em focalizar este tema emocionalmente tão envolvente para todos, tanto para o paciente como para o terapeuta.
Há muitos anos ouvi uma estória que retrata, em cores muito vivas, o sentido profundo da inveja: Uma Fada aprece diante de um invejoso dizendo que ela poderá, magicamente, dar-lhe tudo o que seus desejos imaginarem_ bens materiasi, qualidades pessoais e toda a sorte de felicidade. Mas há uma única condição: que seu vizinho, pessoa a quem muito invejava, obtivesse em dobra seus desejos.
E sabem o que o invejoso desejou?
Desejou que a Fada lhe arrancasse um olho!
Nesta trágica estória, verifica-se o caráter de intensa destruição da inveja, sua expressão através dos olhos, a culpa e respectiva expiação.

Publicado em: 19 janeiro, 2012   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Etiquetas :
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.