Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Referência>Resumo de Os Tipos textuais

Os Tipos textuais

Resumo do Artigo   por:ALeitora    
ª
 
De acordo com as considerações declaradas de vários estudiosos acerca do assunto envolvendo tipos textuais, é muito complicado encontrar uma equação que dê uma resposta ao empasse com relação ao que seja pertinente e mais significativo no que diz respeito à tipologia textual, pois por exemplo, na opinião de Marcuschi todo e qualquer trabalho envolvendo a prática de leitura com textos em sala de aula, deve partir de uma abordagem do gênero textual, já que para ele a proposição de tipologia textual em detrimento de uma abordagem de gêneros textual, torna o processo de ensino da língua muito tacanho e ineficiente. Por outro lado, o autor Travaglia considera e defende uma prática com textos considerando em seu ensino a tipologia textual, argumentando que sendo os textos de variados tipos, estes se instauram devido à existência de diferentes modos de interação ou interlocução

Os textos, independentemente do gênero a que pertencem, se constituem de sequências com determinadas características linguísticas, como classe gramatical predominante, estrutura sintática, predomínio de determinados tempos e modos verbais, relações lógicas. Assim, dependendo dessas características, temos os diferentes tipos textuais.
O gêneros textuais são inúmeros, dependendo da função de cada texto e das diferentes situações comunicativas. O mesmo não acontece com os tipos textuais, que são poucos: narrativo, descritivo, argumentativo, explicativo ou expositivo, injuntivo ou instrucional.

Características básicas dos tipos textuais:

Sequência narrativa: marcada pela temporalidade; como seu material é o fato e a ação, a progressão temporal é essencial para seu desenrolar, ou seja, desenvolve-se necessariamente numa linha de tempo e num determinado espaço. Gramaticalmente, percebe-se o predomínio de frases verbais indicando um processo ou ação; predomínio do tempo passado; advérbios de tempo e de lugar. São exemplos de gêneros em que prevalece a sequência narrativa o relato, a crônica, o romance, a fábula, conto de fadas, piada. Ex: "Ontem, depois do jogo, fomos à praça festejar; cantamos e dançamos até o sol raiar"

Sequência descritiva: nesse tipo de sequência, não há sucessão de acontecimentos no tempo, de sorte que não haverá transformações de estado da pessoa, coisa ou ambiente que está sendo descrito, mas sim a apresentação pura e simples do estado do ser descrito em um determinado momento. Gramaticalmente, percebe-se o predomínio das frases nominais, de orações centradas em predicados nominais; prevalecem formas verbais no presente ou no imperfeito; os adjetivos ganham expressividade tanto na função de adjunto adnominal quanto na de predicativo; os períodos são curtos e prevalece a coodenação. São exemplos de gêneros em que predomina a sequência descritiva os folhetos turísticos, anúncio de classificado,lista de compras, cardápio.

Sequência argumentativa: é aquela em que se faz a defesa de um ponto de vista, de uma idéia, ou em que se questiona algum fato. Ao opinar, ou seja, expressar um parecer sobre alguma pessoa, acontecimento ou coisa,intenta-se persuadir o leitor ou o ouvinte, fundamentando o que se diz com argumentos de acordo com o assunto ou tema, a situação ou o contexto e o interlocutor. Caracteriza-se pela progressão lógica de idéias e requer uma linguagem mais objetiva, denotativa.

Sequência explicativa ou expositiva: intenta explicar ou dar informações a respeito de alguma coisa. O objetivo é fazer com que o interlocutor/leitor adquira um saber, um conhecimento que até então não tinha. É fundamental destacar que, nos textos explicativos, não se faz a defesa de uma idéia, de um ponto de vista, características básicas do texto argumentativo.

Sequência injuntiva ou instrucional: a marca fundamental da sequência injuntiva é o verbo no imperativo (injuntivo é sinônimo de obrigatório, imperativo), ou outras formas que indicam ordem, orientação.

Referência: Gênero Textual e Tipologia Textual. Disponível em <http://www.algosobre.com.br/gramatica/genero-textual-e-tipologia-textual.html>,acessado em 27. jun 2011.

Gostou de ler esse resumo? Então classifique-o! Deixe suas perguntas e envie suas sugestões, comentários e solicitações de outros resumos para: sempreleitora@gmail.com

Publicado em: 30 junho, 2011   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    qual a diferça de generos textuais para tipos textuais Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Qual a diferença entre gênero textual e tipo textual? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    não tem nada de intressante Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    NO TEXTO INJUTIVO É SEMPRE NECESSARIO A PRESENÇA VERBO NO IMPERATIVO?QUEM É O PÚBLICO ALVO? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    É NECESSÁRIO USAR O VERBO NO IMPERATIVO? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    todo texto injutivo é obrigatorio ter verbo no imperativo?. Quem é o público alvo? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Existem fabulas injuntivas? sabe me dizer alguma? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais os tipos de resumos? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    principais caracteristicas do discurso de relato? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    um exemplo de texto esplicativo Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 2. samantha

    texto

    amei era tudo o que eu precisava

    0 Classificação sábado, 10 de março de 2012
  2. 1. Elanna

    sobre o assunto

    este site me ajudou muito.. muito bom msm!!

    0 Classificação quarta-feira, 13 de julho de 2011
X

.