Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Literatura Clássica>Resumo de As Vanguardas Européias

As Vanguardas Européias

Resumo do Artigo   por:JoYoda     Autor : Regina
ª
 
--- O Futurismo
Retrata a idéia do movimento, velocidade. Ressaltava o maquinário. Maior representante: Álvaro de Campos.
O primeiro manifesto do movimento foi publicado em 20 de fevereiro de 1909, assinado por Fillipo Tommaso Marinetti (1876-1944). Apresentava como pontos fundamentais à exaltação da vida moderna, da máquina, da eletricidade, do automóvel, da velocidade e uma inevitável ruptura com os modelos do passado.
- Tendo a literatura até aqui enaltecido à imobilidade pensativa, o êxtase e o sono, nós queremos exaltar o movimento agressivo, a insônia febril, o passo ginástico, o salto perigoso, a bofetada, o soco.
- Nós queremos demolir os museus, as bibliotecas, combater o moralismo, o feminismo e todas as covardias oportunistas e utilitárias.
Dois aspectos muito importantes do Futurismo: a total identificação entre o movimento e seu líder, a ponto de se tornarem as palavras Futurismo e Marinetti quase sinônimas; a adesão de Marinetti ao fascismo de Mussolini, em 1919, devido afinidades ideológicas entre eles (os artistas brasileiros aceitavam suas idéias artísticas e repudiavam seu posicionamento político).
      ----O Expressionismo
Nasceu na Alemanha pós-guerra. A obra “O Grito” é um representante da angustia do homem. Augusto dos Anjos era o representante brasileiro. O expressionismo retrata o desespero do homem diante das guerras e das máquinas. O movimento expressionista surgiu em 1910, na Alemanha, trazendo uma forte herança da arte do final do século XIX, preocupada com as manifestações do mundo interior e com uma forma de expressá-las. Daí a importância da expressão, ou seja, da materialização, numa tela ou numa folha de papel, de imagens nascidas em nosso mundo interior, pouco importando conceitos de belo e feio.
- Ao contrário das outras vanguardas, que refletem otimistamente sobre a técnica e o progresso, como, por exemplo, os futuristas, os expressionistas são mais afetados pelo sofrimento humano do que pelo triunfo.
- Os expressionistas sentiam tão fortemente o respeito do sofrimento humano, pobreza, violência e paixão, que estavam inclinados a pensar que a insistência na harmonia e na beleza em arte nascera de uma recusa em ser sincero.
   ----- O Cubismo
Retrata a realidade de vários ângulos. Sempre com a idéia de cor e imagem presentes em formas geométricas em poemas e poesias. Tendo como representante Mario de Sá Carneiro.
Nascido a partir das experiências de Pablo Picasso e Georges Braque, o Cubismo desenvolveu-se inicialmente na pintura, valorizando as formas geométricas ao revelar um objeto em seus múltiplos ângulos. A pintura cubista surgiu em 1907 e conheceu seu declínio com a Primeira Guerra Mundial. A proposta cubista centrava-se na liberdade que o artista deveria ter para decompor e recompor a realidade. “o trabalho do artista não é a cópia nem a ilustração do mundo real, mas um acréscimo novo e autônomo”.
Na literatura, o Cubismo viveu seu primeiro momento com um manifesto-síntese assinado por Guillaume Apollinaire (1880-1918). A literatura cubista valoriza a proposta da vanguarda européia de aproximar ao máximo as várias manifestações artísticas, preocupando-se com a construção do texto e ressaltando a importância dos espaços em branco e em preto da folha de papel e da impressão tipográfica.
Apollinaire defendia as palavras em liberdade e a invenção de palavras, e propunha a destruição das sintaxes já condenadas pelo uso, criando um texto marcado pelos substantivos soltos e pelo menosprezo por verbos, adjetivos e pontuação. Pregava ainda a utilização do verso livre e a conseqüente negação da estrofe, da rima e da harmonia.
    -----O Dadaísmo
Idealizava o fim da burguesia, destruir a “idéia burguesa”. Na poesia, o som era mais importante. Usavam muita onomatopéia, versos no infinitivo. É a mais radical de todas as expressões literárias da vanguarda.
Em 1961, em plena guerra, quando tudo fazia supor uma vitória alemã, um grupo de refugiados em Zurique, na Suíça, inicia o mais radical movimento da vanguarda européia: o Dadaísmo.
Negando o passado, o presente e o futuro, o Dadaísmo é a total falta de perspectiva diante da guerra; daí ser contra as teorias, as ordenações lógicas, pouco se importando com o leitor. Aliás, também é contra os manifestos, como afirma um de seus iniciadores, Tristan Tzara (1898-1963).
Importante era criar pela sonoridade, quebrando as barreiras do significado; importante era o grito, o urro contra o capitalismo burguês e o mundo em guerra
    -----O Surrealismo
Retratação de sonhos, idéias do inconsciente. Sempre com o mar azul que significa o inconsciente. Ideia de sonho, pesadelo. Um mergulho no interior do ser humano. As idéias de Freud são a base. Sempre buscando descobrir o que é o homem.
O Manifesto Surrealista foi lançado em Paris, em 1924, por André Breton (1896-1970). É importante salientar que o Surrealismo é um movimento de vanguarda iniciado no período entre guerras, ou seja, foi criado sobre as cinzas da Primeira Guerra e sobre a experiência acumulada de todos os outros movimentos. Entretanto, suas origens estão mais próximas do Expressionismo e da sondagem do mundo interior, em busca do homem primitivo, da libertação do inconsciente, da valorização do sonho.
- Admitem que a razão pode dar-nos a ciência mas afirmam que só a não-razão pode dar-nos a arte.
São temas recorrentes: sexo (angústias, medos, frustrações, traumas), a memória, o sono e o sonho - presentes na obra de Salvador Dali.
O Surrealismo conhece uma ruptura interna quando Breton faz uma opção pela arte revolucionária, influenciado pelo marxismo. Muitos dos seguidores do movimento não admitiam o engajamento da arte, criando assim uma divisão entre os surrealistas comunistas e os não-comunistas.
Publicado em: 11 outubro, 2009   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    o que refletiam os movimentos da vanguarda europeia? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    oke seria vangardas europeias Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que reflet iam os movimentos da vanguarda europeia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que eles tem em comum ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    ocorrem no pré-modernismo segunda-feira, 6 de maio de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    AS PRINCIPAIS MANIFESTAÇOES DE VANGUARDAS EUROPEIA Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que retrata a obra os comedores de batata? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    arcadismo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que refletiam os movimentos da vanguarda europeia? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    sdd sexta-feira, 15 de março de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    O que refletiam os movimentos vanguarda europeia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O QUE E FAUVISMO Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 1. Ana Carolina Mazzutti

    vanguardas européias

    Gostei das explanacoes ,mas acredito que ficaria melhor e mais completo se fossem acrescidas imagens e interpretacoes de quadros que compreendem os movimentos...

    0 Classificação quarta-feira, 17 de agosto de 2011
X

.