Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Infância E Juventude>Resumo de As aventuras de Pedro Malasartes

As aventuras de Pedro Malasartes

Resumo do Livro   por:StellaChris     Autor : Eraldo Mirando e Ricardo Mendes
ª
 
Esse livro conta a origem do personagem principal “Pedro de Malasartes” . O personagem é originário da Espanha e seu primeiro nome “Pedro” é baseado em São Pedro que é tido em alguns povos da Europa como bonachão e ingênuo e o segundo nome vem da expressão também espanhola malas artes, que significa “más artes”.

Em outros países como na Itália tem o nome de Bertoldinho, no Camboja Kuong-Alev, entre outros, mas sua caracteristica não muda. Como no Brasil , é o caipira que sempre apronta e tira proveito dos ricos e avarentos, dos maldosos e sabichões, de forma engraçada e quase sempre triunfa.

Um livro rico de histórias engraçadas tais quais: Os fardos de ouro, os sonho de queijo, Malasartes no céu, Malasartes e o diabo, O cavalo do rei, O ganso encantando, O arroz de ouro, A panela mágica, A sopa de pedras, As filhas do coronel, Malasartes e o banqueiro, A missa do buraco, A mãe d’ouro, A árvore de dinheiro, A árvore de Santo Antonio, A filha do rei e Amigos do Pedro Malasartes.

Vou citar aqui apenas umas das histórias para que não fique cansativo o resumo e para enfatizar o caráter deste respeitado e simpático caipira:

A panela mágica, é um conto engraçadíssimo o qual Malasartes arranja “como sempre” um jeito para ganhar dinheiro fácil.

Pedro Malasartes estava num pequeno povoado, tinha somente consigo umas batatas para cozinhar e uma panela para esquentar e comer e foi o que fizesse.

Resolveu fazer uma fogueira e enquanto estava esquentando suas batatas viu ao longe dois homens que se aproximavam, nesse momento ele teve uma de suas idéias para ganhar dinheiro.

Apagou a fogueira, pegou a panela foi para o meio da estrada e fico recitando umas palavras tais quais : “batata e lagartixa, panela que espicha; de repente, de repente, a panela fica quente!” Os homens vendo aquilo foram perguntar se ele estava louco. Pedro explicou que eram palavras mágicas e que a panela era mágica, herança de família, muito valiosa e provou que a panela estava quente.

Os homens ficaram doidos para obter a panela mágica, e ofereceram uma grande quantia em dinheiro. Malasartes como sempre regateia, faz um pouco de charme até que aceita, e por fim vai embora com o dinheiro.

Quando estava longe, os homens voltaram, ele assustou-se e achou que já haviam descoberto a farsa, mas não era, queriam saber as palavras mágicas, então, Pedro Malasartes inventou outras: “Panela, panelinha, parece uma caçambinha; para ficar quente é só dar uma sambadinha!” . Os homens estranharam as palavras diferentes mas aceitaram e foram embora, e Pedro Malasartes mais uma vez se deu bem.

Os contos de Pedro Malasartes são engraçados, ingênuos e singelos, esse livro é fantástico recomendo a leitura.

Publicado em: 17 agosto, 2012   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    existe o livro A Árvore de Santo Antonio Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quero saber sobre o livro inteiro não só uma das historias Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.