Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de Memórias Póstumas de Brás Cubas

Memórias Póstumas de Brás Cubas

Resumo do Livro   por:DCamargo     Autor : Machado de Assis
ª
 
O romance abre, em 1881, o Realismo no Brasil. Dividido em 145 capítulos curtos, truncados, dispostos de forma alinear, o narrador inicia-se de modo inesperado: pelo óbito dele mesmo. O que inicia o primeiro capítulo é, no mínimo, instigante. Brás Cubas vai contar sua história de maneira inversa, do fim para o começo. Morto, poderá confessar tudo quanto cometeu em prejuízo de si mesmo e dos outros. Não pode ser julgado, está habitando agora o "undiscovered country". Morreu de pneumonia, mais por empenho de um emplasto que curaria as dores físicas e morais da humanidade e... sobretudo o deixaria famoso. Confessa-nos que, apesar de sonhos vultosos, descende de família simples. O quarto capítulo começa por advertir o leitor do perigos de uma idéia fixa. Qual era essa idéia? A do emplasto, de fazer-se conhecido, famoso mesmo, já que a vida, não lhe negara dinheiro, mas negara reconhecimento público. É preciso observar que o livro todo tem capítulos muito semelhantes ao quarto: divagações. O que pretende o narrador com isto? Com certeza, afastar o juízo do leitor para longe de suas ações nada recomendáveis em vida. Dando continuidade à história, o narrador esclarecerá quem é a senhora que o acompanhara, entre amigos e familiares, seu cortejo fúnebre: "tinha 54 anos e era uma ruína, uma imponente ruína. Imagine o leitor que ela e eu nos amamos(...)". Trata-se de Virgília. Tinham sido namorados, quase noivos, Virgília o preterira em detrimento de Lobo Neves, mas ambos, depois do casamento desta, tornaram-se amantes. Aguçando nossa curiosidade, BCubas fala de sua infância, das delicadezas familiares com que era distinguido e confessa-nos ser um menino-diabo. O pai, orgulhoso do filho varão, apoiava-o, mesmo quando, por raiva de um certo doutor Vilaça, denunciou seus amores expúrios com Dona Eusébia. Vilaça era casado, Eusébia recebe dele, numa moita, o que é assistido pelo menino, um beijo logo denunciado aos gritos para que todos os presentes na chácara pudessem saber dos pecados de ambos. Aos 17 anos, conhece Marcela, prostituta espanhola radicada no Rio. Apaixona-se por ela e passa, para presenteá-la, a emitir promissórias no comércio, que somente seriam resgatadas quando o pai morresse. "Marcela amou-me durante quinze meses e onze contos de réis..." É assim que o narrador nos fala do sofrimento de seu amor. O pai, descoberta a patranha, manda-a estudar na Europa. Bcubas pensa em suicídio no navio. Mas, envolvido pelas tragédias que ocorrem ao capitão, cuja mulher está morrendo de tuberculose, adia tal ato. Há poucos comentários sobre sua estada na Europa, apenas que decorou umas citações latinas e viu-se de volta ao Rio, bacharel. Morre a mãe. Morta a mãe, recusa o convite da irmã Sabina.
Com um escravo vai para uma velha propriedade da família; e lá estando há poucos dias, fica sabendo que sua vizinha é nada mais, nada menos que... D. Eusébia! Conhece-lhe a filha , "a flor da moita": Eugênia. O doutor Vilaça havia morrido, deixando um pequeno espólio . Ambas viviam com algum conforto. Eugênia era delicada de modos e encanta o narrador. Mas esta "flor da moita" tinha um pequeno defeito: era coxa. Uma espécie de punição por sua origem. "Faz bem em fugir do ridículo de casar comigo. E retirou-se lentamente, engolindo as lágrimas." Envolveu-se com ela, deu-lhe esperanças e , por fim, atendendo o apelo do pai que queria- o noivo da filha do Comendador Dutra, conhece Virgília. Reencontra Marcela, agora dona de uma lojinha, com o rosto devastado pela varíola. Nem sombra de amor, de antiga amizade. Brás Cubas trata-a com frieza. Virgília, depois de trocar alguns beijinhos com o narrador, troca-o por Lobo Neves, em quem pressente facilidades para crescer socialmente, casa-se pouco depois com ele. O pai do narrador adoece ao saber que o filho não fora capaz de conquistar quem poderia abrir-lhe as portas do futuro, fazer-lhe ministro de Estado, respeitado e rico. Morre exclamando: - Um Cubas! Mal pôde tolerar que oo filho não fosse aceito. Briga com a irmã Sabina e com o cunhado Cotrim: eles queriam enganá-lo na partilha. Infeliz, sabe que Virgília voltara ao Rio. Aproxima-se do casal, toma-a como amante. Alugam uma casinha na Gamboa, distante do centro, e para lá levam D. Plácida, antiga conhecida de Virgília. É na pequena casa que ocorrem os encontros do casal. A princípio, D. Plácida envergonha-se pela função que cumpre; mas aos poucos acostuma-se. Brás Cubas é um velho solitário. Tem dinheiro, estabilidade, mas nunca chegou a ser "ministro de Estado", conhecido e respeitado pelo público. Então, sonha com a glória através do emplasto. O que vai acabar por matá-lo. Virgília estará ao lado dele, segurará sua mão, verá seu delírio. E onze amigos acompanharão nosso narrador ao cemitério. Um deles fará um discurso ao pé do túmulo; a que Brás Cubas comenta, em tom amargo: "Bom e fiel amigo! Não me arrependo das vinte apólices que lhe deixei."
Publicado em: 28 agosto, 2005   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    poderia falar um pouco mais sobre o capitulo XIV? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais os significado das pinturas Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    mim fale uma passage do filme quemostra acapacidadededicimulaçaodafalcidadedemarcela Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    porque o romance de bras cubas com eugenia era ironico critico e reflexivo ao mesmo tempo ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quero um resumo critico sobre ese resumo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    por que o envolvimento de bras cubas e eugenia,é ironico,critico e reflexivo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais foram as tres criticas de machado de assis Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    O que acontece com a mulher? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    who was bras cubas? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual a diferencia entre as tres mulheres que bras cupas se apaixonol ( 3 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    Uma MARCCELA era prostituta outra Eusebia - Era coxa, aleijada e a outra Vrgilia - nao o queria e sim o cargo social de um outro nobre coitado terça-feira, 26 de abril de 2011
  1. Responda  :    a 1º Marcela era uma prostituta , qeria apenas o direito dele ! a 2º Eugenia era bonita encantou o narrador , porém era coxa, era discriminada ! a 3º por qem ele era apaixonado , não quis casar i nem fugir com ele , pois o outro (LOBO NEVES) qe tb estava interesado nela . ocupava uma posição social , elevada . essa é a diferença entre as três !! terça-feira, 16 de novembro de 2010
  1. Responda  :    cara vcau tina bid e cy d ahanavbsndvsabndvsamndvnbsadvnbsavdnbsadvnbsadvnbasvdbnasvdnbsavdnbsavdnbsavdnbsavdnbsavdnbsavdnbsvadnvsanbdvsanbdvsamdbsakljdhasldhsapkjdhsadghsadsajdaskjdgkajsdgkjsagdashgdsagdkjsaggsadgsadgsa dhgasd as dga dgjsa dhjs gdsa gd sagd gsad gas gdsa gdas gdj sagdj sagdj sajd sajd jas dj sadj sajdasjdjsagjdsagdds jds jdsa gjdsag jsdajdsajdsaasdgdsdgjsajasd jdsadjs jsdagdsaasdsaddsag dgaasd gjasdg jasdg jdasgdasgjdsjdggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggg quarta-feira, 27 de outubro de 2010
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 15. tixer bruna

    resuenha do livru d....

    eu coma uma profeçora de portugueis não consigu intende de onde esses pessoal tira os resumos que me intregão! agora eu sei e vo bate nos meus aluninhus de segundu ano do insino mais ou menos. joinha prefeçoa bruna

    0 Classificação quarta-feira, 24 de agosto de 2011
  2. 14. joao leme

    hahahahhahahaha

    noça eu nao consegi intende nada dissu tudo que ta escrito ai en riba o melhor livro qui eu ja li foi o treinzinho di duas roda voceis vao osta comsertesa

    0 Classificação quarta-feira, 24 de agosto de 2011
  3. 13. Bella22kfromgueto-.-'

    .-.

    Gostei mesmo , ainda mais pra fazer resumo pra entregar haha' valeu ae !

    0 Classificação terça-feira, 17 de agosto de 2010
  4. 12. LALESCA25

    bom

    <a href="http://www.2e50.com/lalesca25" _wpro_href="http://www.2e50.com/lalesca25" target="_blank"><img src="http://www.2e50.com/imagens/banner2e50_site1.jpg" _wpro_src="http://www.2e50.com/imagens/banner2e50_site1.jpg" border="0"></a>

    2 Classificação quarta-feira, 3 de junho de 2009
  5. 11. Elis

    mais ou menos

    O resumo esta incompleto. Acho que poderia ser acresentado ainda muitas informações interessantes que não foram mencionadas.

    2 Classificação terça-feira, 8 de abril de 2008
  6. 10. Jéssica

    Resumo Bras Cubas

    Grande Porcaria

    3 Classificação segunda-feira, 7 de abril de 2008
  7. 9. tina

    Resumo de Brás Cubas

    vocês deixaram de fora alguns fatos importantes da narrativa.

    2 Classificação segunda-feira, 7 de abril de 2008
  8. 8. LeoBadaui

    Bras Cubas

    baita baita me salvo como sempre d ler os livros huhuauhuaha valew

    3 Classificação quinta-feira, 3 de abril de 2008
  9. 7. Augusto

    Resumo Brás Cubas

    Eu achei o resumo regular,pois não citaram e nem falaram de Quincas Borba,que é um importante personagem da narrativa.E também tiveram alguns erros ortográficos.

    2 Classificação quarta-feira, 12 de março de 2008
  10. 6.

    Resumo.

    Gostei, mas faltou falar de um personagem importante: Quincas Borba, que cai no vestibular.

    1 Classificação domingo, 9 de março de 2008
X

.