Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de Hora do recreio

Hora do recreio

Resumo do Artigo   por:marcosflausino     Autor : Marcos Flausino
ª
 

  Hora do recreio
Hoje temos em muitas escolas um recreio solto, onde os alunos são assistidos pelos “recreadores” ( nova denominação para os inspetores), e neste ínterim, os alunos quase se digladiam neste momento de liberdade, é claro que alguuns mais calmos optam por estarem longe das brincadeiras violentas, e formam pequenos grupos de amizades.
Mesmo assim vemos, sempre os acidentes de percurso, com alunos com escoriações, brigas, entre outros; para muitos pais isso passa por um momento normal, para outros pais já é motivo para denegrir a instituição, outros ainda procuram saber quais medidas a direção escolar esta tomando para alterar este quadro.
Vemos como resposta, um recreio dirigido ou semi-dirigido, ou ainda dividir o recreio por turmas. Sabemos hoje que houve um reforço no efetivo dos recreadores em muitas escolas, o que era uma reivindicação antiga, porém isso não supre por inteiro as necessidades que podem ocorrer no recreio.
O que pode ocorrer num recreio totalmente dirigido terá alunos entretidos com brincadeiras mais sadias( pular corda, amarelinha, futebol, queimada), onde a ocorrências de acidentes fica em grande parte contida.
Em um recreio semi-dirigido, teremos muitas crianças voltadas para as brincadeiras, e as demais poderão observadas pelos recreadores mais de perto, coibindo as brincadeiras mais violentas ou pelo menos conversando e demonstrando os riscos advindos de tais atos.
No caso do recreio por turmas, podemos interagir com as propostas acima, com um número menor de crianças para serem assistidas.
Temos consciência que cada situação dependerá em muito da colaboração da escola como um todo para que qualquer iniciativa de certo.
Hora  do recreio
Hoje temos em muitas escolas um recreio solto, onde os alunos são assistidos pelos “recreadores” ( nova denominação para os inspetores), e neste ínterim, os alunos quase se digladiam neste momento de liberdade, é claro que alguuns mais calmos optam por estarem longe das brincadeiras violentas, e formam pequenos grupos de amizades.

Mesmo assim vemos, sempre os acidentes de percurso, com alunos com escoriações, brigas, entre outros; para muitos pais isso passa por um momento normal, para outros pais já é motivo para denegrir a instituição, outros ainda procuram saber quais medidas a direção escolar esta tomando para alterar este quadro.
Vemos como resposta, um recreio dirigido ou semi-dirigido, ou ainda dividir o  recreio por turmas. Sabemos hoje que houve um reforço no efetivo dos recreadores em muitas escolas, o que era uma reivindicação antiga, porém isso não supre por inteiro as necessidades que podem ocorrer no recreio.
O que pode ocorrer num recreio totalmente dirigido terá alunos entretidos com brincadeiras mais sadias( pular corda, amarelinha, futebol, queimada), onde a ocorrências de acidentes  fica em grande parte contida.
Em um recreio semi-dirigido, teremos muitas crianças voltadas para as brincadeiras, e as demais poderão observadas pelos recreadores mais de perto, coibindo as brincadeiras mais violentas ou pelo menos conversando e demonstrando os riscos advindos de tais atos.
No caso do recreio por turmas, podemos interagir com as propostas acima, com um número menor de crianças para serem assistidas.
Temos consciência que cada situação dependerá em muito da colaboração da escola como um todo para que qualquer iniciativa de certo.

Publicado em: 16 junho, 2009   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    você aplicou um algum questionario para mensurar o recreio? lindomara.ferreira@gmail.com.br ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    trabalho em duas escolas alternadamente, e foi preciso analisar alguns alunos para um projeto de orientação, e pude perceber na fala dos alunos, que muitos pediam para não particiar das brincadeiras dirigidas, vamos colocar como escola A e escola B. Na escola A o recreio começou dirigidos e dividiram o recreio em dois, do 1º ao 2º, e do 3º ao 4º, "os pequenos e os grandes". agora no segundo semstre a configuração esta diferente, quanto as brincadeiras, um monitor fica na quadra observando terça-feira, 20 de setembro de 2011
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.