Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de A América inglesa

A América inglesa

Resumo do Livro   por:mile15     Autor : cerqueira
ª
 

(...) A América inglesa: povoamento e diversidade

Em algumas regiões da América do Norte formaram-se colônias inglesas bem mais autônomas que as colônias ibéricas. Seja em razão dos graves conflitos político-religiosos ocorridos no território inglês, seja devido ao maior interesse dos comerciantes ingleses nos negócios do Oriente, o fato é que a colonização da América do Norte pela Inglaterra ocorreu de forma lenta e descontínua, e com menor presença do Estado.
   Na maior parte das vezes, foram empresas particulares inglesas ou ainda os próprios colonos que promoveram a ocupação inicial e determinaram as formas de exploração da riqueza e a utilização da mão-de-obra. Essa situação e, ainda, as diferentes condições climáticas, fizeram com que as colônias inglesas na América passassem a apresentar características bem diversificadas.
   No sul, o clima quente permitiu a formação de uma economia agrária de base escravista, voltada para o mercado externo, especialmente para a Inglaterra. As grandes plantações de tabaco e de algodão favoreceram a emergência de uma sociedade aristocrática e escravocrata, semelhante a muitas colônias ibéricas. A Coroa inglesa, no decorrer do século XVII, tendeu a ampliar o controle da produção e da comercialização dos produtos agrícolas do sul.
  Já a ocupação da região norte obedeceu a critérios muito diferentes dos estabelecidos em outras regiões americanas. Ali foram criadas colônias de refugiados políticos e religiosos, interessados em construir uma nova sociedade, voltada para os seus próprios interesses e baseada na sua consciência religiosa. O clima temperado também inviabilizava a criação de empresas agrícolas voltadas para o mercado externo. O resultado foi a formação, nas regiões norte e centro, de uma economia agrária de base familiar ou servil, mais voltada para o consumo interno. O trabalho servil era temporário e regido por contratos. Aquele trabalhador sem recursos que desejava vir para a América pagava a passagem e a hospedagem com o seu trabalho, por um determinado tempo (cinco a sete anos), às empresas de colonização. Mais interessada na produção de gêneros tropicais, a Coroa inglesa não procurou proibir que se desenvolvessem nessas duas regiões atividades manufatureiras e comerciais, capazes de atender ao consumo local. Essa maior liberdade permitiu o surgimento de um forte grupo mercantil que teve até mesmo condições de impulsionar atividades comerciais com portos de várias partes do mundo. Era o comércio triangular, que interligava a economia americana com a África e a Europa. Mais tarde, a Coroa inglesa tratou de adotar medidas que visavam terminar com essa liberdade comercial. A relativa autonomia econômica - mais presente nas regiões norte e centro - foi acompanhada de uma certa liberdade política, que permitiu a criação de órgãos representativos dos próprios colonos. Mesmo com as limitações que foram sendo impostas a esses órgãos, eles se tornaram muito importantes para a garantia de algumas liberdades políticas e econômicas perante a política colonial inglesa. Para explicar a realidade colonial da América, alguns autores dividiram as colônias americanas em dois tipos: as colônias de exploração, vinculadas ao sistema mercantilista, e as colônias de povoamento, colocadas à margem desse sistema.

   A América Portuguesa seria o exemplo mais significativo do primeiro tipo, enquanto o norte da América inglesa representaria o exemplo típico das colônias de povoamento.

Publicado em: 27 setembro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    como eram contituidas as burguesias coloniais? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    introdução Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual motivo levou a américa inglesa a conquistar sua idependencia Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    América Inglesa as diferentes relações de trabalho?. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    porque é chamada América inglesa Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Qual era q economia da america inglesa no periodo colonial? ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    a economia se baseava do cultivo de produtos em latifundios monocultores, ou dependendo da colonia latifundios policultores. Se me lembro bem e assim. sábado, 7 de junho de 2014
  1. Responda  :    nao seiiii... quarta-feira, 10 de abril de 2013
  1. Responda   Pergunta  :    descrever a vida em uma colonia inglesa do norte Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    sociedade colonial ingelsa oq é? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    A população que abita a América inglesa em colonias, seja qual for o local a sociedades se baseia em um povo determinado lugar, onde se vivem, trabalham, tem seus custumes e crenças. sábado, 7 de junho de 2014
  1. Responda   Pergunta  :    de que maneira a chegada dos colonos eeuropeu afetou a vida dos nativos norte-americanos Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    e as guerrras de independencia? Veja tudo
Etiquetas :
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 3. Leticia Viana

    America inglesa

    Como se compunham as burguesias coloniais ?

    0 Classificação sábado, 7 de junho de 2014
  2. 2. julia

    america inglesa

    nossa achei o macimo esse saite me ajudou a intender melhoor e tirar minha duvidas.Com essa ajuda eu tiro de letra essa prova valeu a todos

    0 Classificação quarta-feira, 25 de abril de 2012
  3. 1.

    podri

    q poooooodri

    0 Classificação terça-feira, 16 de agosto de 2011
X

.