Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de Administração Científica

Administração Científica

Resumo do Livro   por:Babi1984     Autor : Chiavenato
ª
 
CHIAVENATO, I. Administração científica. In: Teoria Geral da Administração. 3. ed. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2004. cap. 3, p.41-59. O autor é graduado em Filosofia/Pedagogia, com especialização em Psicologia Educacional pela USP, em Direito pela Universidade Mackenzie e pós-graduado em Administração de Empresas pela EAESP-FGV. É mestre (MBA) e Doutor (PhD) em Administração pela City University of LoAngeles, Califórnia, Estados Unidos. Chiavenato inicia o capítulo fazendo uma abordagem da teoria da Administração Científica. Taylor foi o primeiro a analisar o trabalho, os tempos, os movimentos, definir padrões de execução, treinar operários, especializar o pessoal e a gerência, ou seja, organizou o trabalho da base até o topo da organização. Mas a Administração Científica reservou-se apenas às tarefas e aos fatores relacionados ao cargo e à função do operário, dando pouca atenção ao elemento humano, originando assim uma “máquina” composta por suas “peças”, os funcionários. Pressupunham que os empregados eram instrumentos passivos, e que sua capacidade limitava-se apenas a execução do trabalho e ao recebimento e cumprimento de ordens, sem poder de iniciativa, sendo assim, não exerciam qualquer influência. Chiavenato cita que um dos aspectos mecanicistas dessa teoria foi a desconsideração de fatores motivacionais importantes como participação e poder de decisão, acreditavam que os funcionários agiam motivados apenas pelo interesse material e financeiro, produzindo assim o máximo possível.
A Administração Científica tinha também como objetivos a padronização no desempenho dos funcionários e a divisão das tarefas. Essas práticas privavam os empregados da satisfação do trabalho, pois tudo era regrado e cronometrado, além disso, a divisão os privava da contínua aprendizagem, não permitindo a visão do todo na organização. O autor relata que Taylor possuía uma visão negativista dos funcionários, ele os considerava preguiçosos e ineficientes, por esse motivo defendia a imposição de padrões. Esse modelo de administração só provocava a proliferação de um trabalho desqualificado, onde a principal atividade era a obediência a ordens. Para concluir o autor afirma que a Adminstração Científica normatizava e padronizava as situações de uma organização como se nela, e em seus processos, não estivessem envolvidos pessoas com diferentes personalidades e objetivos. Além disso tentava proporcionar um “modelo” de como as empresas deveriam funcionar, e tratavam o empregado como apenas uma mão-de-obra contratada sem qualquer envolvimento de pessoa na organização.
Publicado em: 08 abril, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    qual as desvantagens da administracao cientifica ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    e qual a visão de Chiavenato sobre a administração clássica? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Ele tinah uma visão mais humanisada, diferente da de taylor, chiavenato visava a importância das pessoas com diferentes personalidades e objetivos. buscava a divisão do trabalho para todos. quinta-feira, 6 de outubro de 2011
  1. Responda   Pergunta  :    quais males as industrias sofriam nesta epoca? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Que outras pessoas e pensamentos contribuíram para a Administração Científica, e o que cada um pensou ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é administração cientifica Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.