Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de A Formação Docente e Profissional

A Formação Docente e Profissional

Resumo do Livro   por:Tite     Autores: IMBERNÓN; Francisco
ª
 
Segundo o autor, na formação docente deve-se abandonar a concepção docente de mera transmissora do conhecimento acadêmico. 1- A necessária redefinição da docência como profissão O professor deve ser formado na mudança e para a mudança e a incerteza, abrindo caminho para uma verdadeira autonomia profissional compartilhada. Precisa, também, desenvolver capacidades de aprendizagem, relação de convivência, cultura e contexto. 2- Inovação educativa e profissão docente O docente não deveria ser um técnico que desenvolve ou implementa inovações prescritas, mas sim um profissional que deve participar ativa e criticamente no processo de inovação e mudança como um agente dinâmico, cultural, social e curricular. A instituição educativa como conjunto de elementos que intervêm na prática educativa contextualizada deve ser o motor da inovação e profissionalização docente. 3- Debate sobre a profissionalização docente O conceito de profissão não é neutro, nem científico. É ideológico e contextual, portanto, ser um profissional da educação de agora em diante significará participar na emancipação das pessoas. 4- O conhecimento profissional docente O docente utiliza-se do conhecimento pedagógico que é construído e reconstruído. Legitima-se nas práticas e na transmissão com as seguintes características: · Complexidade; · Acessabilidade; · Observalidade; · Utilidade social. A competência profissional se forma na prática de sua profissão. Nas próximas décadas, a profissão docente deverá desenvolver-se em uma sociedade em mudança, com um alto nível tecnológico e um vertiginoso avanço do conhecimento. 5- A profissão docente diante dos desafios da chamada sociedade globalizada do conhecimento ou da informação O professor deve planejar sua tarefa docente não apenas como técnico infalível e sim, como facilitador da aprendizagem, prático reflexivo capaz de provocar a cooperação e participação dos alunos. A formação do professor deve contemplar o envolvimento com tarefas de formação comunitária, dotando-o de instrumentos intelectuais que possam auxiliar o conhecimento e interpretação das situações complexas com que se depara. 6-A formação como elemento essencial, mas não único do desenvolvimento profissional do professor É importante a redefinição do conceito de formação docente, considerando-se o desenvolvimento profissional além das práticas de formação e o vinculando a fatores não formativos como novos modelos relacionais e relações de trabalho. 7- A formação permanente do professor Deve apoiar-se em uma reflexão dos sujeitos sobre sua prática docente, realizando um processo constante de auto-avaliação. O eixo fundamental é o desenvolvimento de instrumentos intelectuais para facilitar as capacidades reflexivas sobre a prática docente, cuja meta principal é aprender a interpretar, compreender e refletir sobre a educação e a realidade social de forma comunitária. O objetivo da formação deve ser o de criar profissionais reflexivos ou investigadores, sendo que o contato com a prática enriquece o professor. 8- A formação inicial para a profissão docente A formação inicial da profissão docente deve contemplar: · Bases para construir um conhecimento pedagógico especializado; · Fornecer uma bagagem sólida nos âmbitos científico, cultural, contextual, psico-pedagógico e pessoal; · Instrumentos para atuar reflexivamente com a flexibilidade e o rigor necessários; · Conhecimentos válidos que gerem uma atitude interativa e dialética, criando estratégias e métodos de intervenção, cooperação, análise, reflexão; · A construção de um estilo rigoroso e investigativo; · Experiências interdisciplinares no currículo formativo para integrar conhecimento e procedimento.
9- O modelo indagativo ou de pesquisa como ferramenta de pesquisa do professor Ocorre no trabalho coletivo sendo a pesquisa a base da formação. Os professores analisam e interiorizam a situação de incerteza e complexidade. 10- A formação a partir da escola como uma alternativa de formação permanente do professor O ideal é a formação centrada na escola que desenvolve: · Paradigma colaborativo entre os profissionais da educação; · Reflexão deliberativa e pesquisa-ação. Os professores elaboram suas próprias soluções em relação aos problemas e práticas com que se defrontam; · Processo de autodeterminação baseado no diálogo; · Criação de “horizontes escolares”, redefinindo as funções, os papéis e a finalidade da instituição escolar. 11- O (A) formador/a do profissional de educação como assessor de formação permanente Uma assessoria de formação deveria intervir a partir das “demandas” dos professores ou das instituição educativas com o objetivo de ajudar a resolver os problemas ou situações problemáticas profissionais no processo de reflexão na ação. 12- Formação do professor e qualidade de ensino. A escola deve ser uma manifestação de vida em toda a sua complexidade, em toda sua rede de relações e dispositivos como uma comunidade educativa que mostra um modo institucional de conhecer e de querer ser. O conceito de qualidade de ensino não é estático, não há consenso sobre o seu significado, sendo que a qualidade da instituição educativa depende seus dos alunos por meio de suas contribuições à sociedade, da qualidade do que se aprendeu e da forma de aprendê-lo. 13- Algumas dificuldades atuais ou risco de estagnação profissional e algumas idéias para possíveis alternativas Os sistemas tendem a burocratizar-se impondo modelos mais intervencionistas e formalizados, dificultando a autonomia e a democracia real e obstaculizando os processos de formação colaborativos. Um novo conceito de formaçã
Publicado em: 25 março, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    intervenções a nível micro de mudanças na sala de aula de inovações meodólogicas da educação que se pode alcançar a autonomia e democratizar a educação e a escola Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    onde acho o resumo deste texto Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que eu faço para apresentar um seminario sobre formação de docente eprofissional Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Qual sua opinião sobre a qualidade da formação docente? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que essa nova formação trara apara a sociedade? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    qual o livro resumido? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    formação docente e profissional quinta-feira, 27 de dezembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    conceito de formação docente? ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    formação de professores quinta-feira, 27 de dezembro de 2012
  1. Responda  :    Conhecimentos válidos que gerem uma atitude interativa e dialética, criando estratégias e métodos de intervenção, cooperação, análise, reflexão quinta-feira, 18 de outubro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    resenha critica sobre a impotancia da formação docente ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    estar sempre se atualizando, se preparando para as " novidades" para o inesperado quinta-feira, 27 de dezembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    porque os saberes didaticos são produzidos na ação? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    que imagem vc tem do profissional docente? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.